Notícias

Sofitel cria programa de qualificação para colaboradores

Chama-se Embaixador e tem como missão fazer dos colaboradores que integram o universo Sofitel, verdadeiros embaixadores da marca perante o público. O programa decorre à escala global e em Portugal, os 76 funcionários do grupo já estão em formação.
18.08.2011 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O Grup Sofitel emprega em todo o mundo mais de 25 mil colaboradores. Em Portugal, a marca hoteleira integra uma equipa de 76 quadros na sua unidade Sofitel Lisbon Liberdade. Para uniformizar todos os recursos humanos à escala global foi criado o Programa Embaixador. A meta é formar os atuais recursos humanos com padrões semelhantes à escala global, mas também atrair para o grupo novos talentos, oferecendo-lhes possibilidades viáveis de progressão profissional. Magali Laurent, diretora de Recursos Humanos da Sofitel Mundo, explica que “esta é a forma que a Sofitel tem de apoiar os seus profissionais, quer a nível pessoal, quer profissional”. A partir de agora, todos os hotéis da rede, assim como os seus escritórios no mundo inteiro, estarão unidos por este programa concebido para ajudar cada colaborador a tornar-se um excelente embaixador da marca. Cada um dos profissionais do grupo Sofitel no mundo terá o seu próprio “passaporte pessoal” que permanecerá com ele ao longo de toda a sua travessia na Sofitel. Este passaporte registará todo o seu percurso e acompanhará a evolução no âmbito do programa Embaixador. Sandra Santos, coordenadora de recursos humanos do Sofitel Lisbon Liberdade, explica que “o programa está concebido em três passos para atrair colaboradores, mantê-los com uma formação especial e oferecer-lhes oportunidades para progredir na sua carreira”. Sê tu Próprio, Estar Pronto e Ser Magnifíco são três chaves que podem abrir muitas portas a quem decidir abraçar uma carreira no universo Sofitel. “No módulo Sê Tu Próprio, o processo de recrutamento baseia-se nas características pessoais e na capacidade de relacionamento que são os valores da marca. Neste âmbito, estudantes de 15 escolas de hotelaria de todo o mundo irão beneficiar de um período de 12 a 18 meses de formação ministrada por diretores da Sofitel”, explica Sandra Santos, acrescentando que “este programa de treino de gestão da School of Excellence deve constituir um acelerador de carreira, oferecendo condições especiais e apoio de gestores no ativo, que funcionam como patronos dos estudantes na promoção de uma integração efetiva após o estágio”. No Sofitel Lisbon Liberdade será aberta uma vaga por ano, Nos primeiros seis meses de formação os estagiários vão passar por todas as secções do hotel. Nos seis meses seguintes, a formação será orientada para a área em que o formando mostrou maior interesse e apetência. Uma realidade muito semelhante ao que já é prática corrente na unidade hoteleira. “Todos os anos recebemos estagiários de escolas de hotelaria e cada vez mais de cursos técnico profissionais. No entanto, normalmente não estão no último ano, pelo que não ficam a trabalhar na empresa. Este ano já acolhemos 17 estagiários e acabámos de recrutar para os nossos quandos um”, explica Sandra Santos. Destino semelhante poderá ter o jovem selecionado para o programa Embaixador que, se ao final de um ano estiver perfeitamente integrado, ficará na empresa. Mas o recrutamento não é o único objetivo deste programa que está aberto a todos os colaboradores do Sofitel Lisbon Liberdade. E se no primeiro módulo o público são os estudantes, o segundo está pensado para otimizar as competências dos colaboradores já em funções. O módulo “Estar Pronto”, tem uma duração de dois anos e centra-se nos valores da Sofitel. Aqui treina-se e estimulam-se componentes como o espírito de abertura, a paixão pela excelência e o serviço á medida do cliente, o que significa fornecer aos colaboradores a liberdade de antecipar e supreender o cliente e até adivinhar as suas expectativas de modo a personalizar ao máximo a sua estadia. “Ao fim de dois anos de formação, o Embaixador passará a Embaixador Certificado”, explica a coordenadora de RH. Num terceiro passo - “Ser Magnífico” - foram criados cursos de formação á la carte. Não são cursos de frequência obrigatória, mas sim pedidos pelos colaboradores de acordo com as suas necessidade e em função das suas ambições de progressão profissional.Com esta metodologia, “o grupo Sofitel pretende ir ao encontro das necessidades ambições e desejos dos seus colaboradores tendo a pessoa certa no lugar certo”, explica Sandra Santos.


OUTRAS NOTÍCIAS
O negócio que veio para lhe facilitar a vida

O negócio que veio para lhe facilitar a vida


Esta é uma empresa que preenche as necessidades de quem tem uma vida atarefada e procura, acima de tudo, qualidade de vida. E este é para Pedro Santos Serra, o cartão de visita qu...

Portugueses temem menos a mudança laboral

Portugueses temem menos a mudança laboral


Que a formação e a qualificação profissional são importantes, ninguém questiona. Mas quando o objetivo é mudar ou progredir na carreira o que determina a oportunidade é mesmo a experiência profissiona...

ISCTE fomenta empregabilidade

ISCTE fomenta empregabilidade


O Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) acaba de lançar o Laboratório de Competências Transversais (LCT) para formar estudantes, execu...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


CONSULTOR COMERCIAL - BRAGA

Adecco Recrutamento Especializado

CONTENT REVIEW PRACTITIONER - ITALIAN

Kelly Services Portugal