Notícias

Coaching na Floresta Negra

Coaching na Floresta Negra

É na Alemanha, numa zona de rara beleza e de comunhão com a natureza que o More Institut organiza, já em Abril, um curso intensivo de business coaching. A formação tem como público-alvo portugueses e estrangeiros oriundos de países onde a língua de Camões é falada.
28.01.2011 | Por Maribela Freitas


  PARTILHAR



A procura pelo business coaching tem vindo a crescer no mercado nacional. Ciente desta realidade, o More Institut de Portugal organiza em Abril um curso nesta área, na Casa Mundi, em plena Floresta Negra. A ideia é proporcionar uma formação intensiva, em que os participantes se possam alhear da vida do dia-a-dia e dedicarem-se apenas a aprender.

Durante 12 dias, cerca de 15 pessoas vão ter a oportunidade de realizar esta formação desenhada para certificar coachers que queiram desenvolver um trabalho no âmbito organizacional. O coach auxilia os líderes que procuram aumentar a sua eficácia, melhorar a gestão de pessoal e integrarem o coaching no seu estilo habitual de liderança e gestão. Apoia ainda equipas na organização a atingirem níveis mais elevados de eficácia.

Ana Karina Milheiros, fundadora em conjunto com Fridolin Kimmig do More Institut em Portugal explica que «estamos no mercado nacional há cerca de quatro anos e integramos um grupo internacional, detentor da Casa Mundi, na Alemanha, um espaço de formação criado para receber pessoas de todo o mundo. Este curso tem como objetivo satisfazer a procura nacional e de estrangeiros que falam a língua portuguesa pela nossa formação em business coaching» . Na edição anterior tiveram formandos de Portugal, Cabo Verde, Angola, Moçambique e Macau. «A Casa Mundi proporciona um ambiente de formação em comunhão com a natureza. É um espaço de imersão em que os participantes estão longe da família e do trabalho, não têm distrações» , salienta a fundadora do More Institut em Portugal. A mistura cultural tem ainda proporcionado o estabelecimento de redes e oportunidades de trabalho para quem integrou o curso.

O coaching é uma profissão recente e reúne conceitos da psicologia, filosofia, desporto e espiritualidade. O especialista desta área pode trabalhar com as pessoas a nível individual ou empresas, conduzindo os indivíduos à mudança e incremento da performance. Na prática o coaching é um processo que permite a aprendizagem e o desenvolvimento pessoal. Quem contrata os serviços de um coacher pretende, por exemplo, re-equilibrar a sua vida, alcançar objetivos, solucionar problemas, melhorar a comunicação, definir caminhos para a sua carreira profissional, entre outros.

Ana Karina Milheiros conta que «o curso de business coaching é procurado por quem quer fazer desta atividade profissão e por empresários, gestores e líderes de empresas que procuram o seu desenvolvimento pessoal e ferramentas para liderar e gerir melhor a sua equipa. Na prática querem atingir melhores objetivos, especialmente nesta época de crise» . Está mais focado para quem quer reavaliar ou mudar de carreira, procurar novo emprego ou melhorar o desempenho de uma organização. E segundo dados do More Institut em Portugal, os alunos que terminaram o curso e enveredaram pela profissão, encontraram trabalho no mercado.

Outra das áreas em que a procura tem sido também grande no More Institut é o life coaching. Aqui os profissionais aprendem e aplicam técnicas de coaching que visam equilibrar a vida pessoal e profissional e influenciar positivamente as áreas onde o cliente com que estão a trabalhar está inserido. «Tanto o business com o life têm procura porque as pessoas começaram a perceber que o coach apoia-as a conseguir os seus objetivos» , acrescenta Ana Karina Milheiros. Para além de formar profissionais de coaching, certificados internacionalmente, o More Institut fornece também serviços na área comportamental, coaching e programação neurolinguística para empresas e pessoas.



OUTRAS NOTÍCIAS
Mercado penaliza mães trabalhadoras

Mercado penaliza mães trabalhadoras


Mesmo quando as estatísticas mostram que no ano passado 17 mil pais trabalhadores portugueses ficaram em casa, de licença, a cuidar dos filhos no seu primeiro ano de vida. Ser mulher, mãe e amb...

Licenciados sem trabalho

Licenciados sem trabalho


Ser detentor de uma licenciatura há muito que deixou de ser garantia de empregabilidade. As estatísticas já o comprovavam antes e agora voltam a reforça esta teoria. De aco...

O melhor do franchising nacional

O melhor do franchising nacional


Está de volta mais uma edição dos Prémios de Franchising. Pela quinta vez, o Instituto de Informação em Franchising (IIF) distingue o melhor do franchising e...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal