Notícias

€10 milhões para incentivar a inovação no Turismo

€10 milhões para incentivar a inovação no Turismo

O Turismo de Portugal uniu-se à Portugal Ventures para dinamizar o empreendedorismo e a inovação no Turismo nacional. Juntos lançaram o programa “+Património +Turismo” que está a receber candidaturas até 31 de julho. 

17.06.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Há pelo menos dez milhões de euros destinados a estimular o aparecimento de startups inovadoras ligadas ao turismo e à valorização do património cultural e natural do país. É este o principal propósito do Turismo de Portugal e da Portugal Ventures o programa “+Património +Turismo”. O processo de candidaturas ao programa está a decorrer desde a passada quinta-feira feira e vai prolongar-se até 31 de julho. Os empreendedores deverão submeter as suas ideias e projetos através da plataforma online da Portugal Ventures. A organização selecionará os melhores projetos financiando a sua concretização com um montante máximo de 500 mil euros.

Inovar está longe de obrigar ao desenvolvimento ou incorporação da mais avançada tecnologia. Dai que os projetos aceites pelo “+Património +Turismo” não tenham necessariamente que ter uma vocação tecnológica na sua base. O objetivo do programa, enquadrado na Estratégia Nacional para o Empreendedorismo StartUP Portugal, é estimular o aparecimento de novos negócios de base local ou regional, capazes de valorizar o Turismo e o Património portugueses. Por isso, a condição principal é que se tratem de projetos com vista à constituição de novas empresas ou de empresas constituídas há menos de três anos e que enfrentem desafios de expansão.

Da História ao desporto e geoturismo
Segundo o Turismo de Portugal e a Portugal Ventures, os projetos candidatos “devem ter como objetivo essencial a fruição turística do património cultural e natural do país, valorizando aspectos como a história, a arte, a arquitetura, o património religioso, o enoturismo e gastronomia, o desporto associado à natureza ou o geoturismo”. Mas o programa está também vocacionado para apoiar o desenvolvimento de produtos e serviços turísticos inovadores, “à escala global, nacional ou regional”, realçam.

“Os desafios que se colocam hoje ao turismo exigem uma aposta na criação de propostas de valor inovadoras, assentes em fatores distintivos, capazes de gerar mais-valias competitivas para Portugal enquanto destino turístico”, explica Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal. O líder do organismo representativo do turismo luso realça ainda que “a incorporação do património cultural e natural nacional nas propostas de valor associadas ao turismo afiguram-se essenciais, precisamente porque esse património é único, carece de valorização e é capaz de gerar experiências absolutamente autênticas e inigualáveis”.

Também para o CEO da Portugal Ventures, Celso Guedes de Carvalho, o “+Património +Turismo” permitirá reforçar o portefólio da Portugal Ventures no sector do Turismo, “nomeadamente em novas áreas onde até agora tinha pouca expressão”. O CEO acrescenta que “com o lançamento desta call dá-se mais um passo na concretização da Estratégia Nacional para o Empreendedorismo, StartUP Portugal, e no apoio ao financiamento de novas startups”. Recorde-se que o Turismo de Portugal tem vindo a apostar no fomento ao espírito empreendedor ao aparecimento de novos projetos empresariais no sector do Turismo. A organização tem estado a apoiar a segunda edição do Discoveries, o programa de aceleração de startups da área do Turismo, este mais vocacionado para startups com forte componente tecnológica, que está a decorrer desde 6 de junho e até 10 de julho, na Fábrica de Startups, em Lisboa.

O objetivo do programa é “criar e implementar serviços inovadores, que possam contribuir para posicionar Portugal como uma referência na inovação na área do turismo, nomeadamente a nível da tecnologia e de novas soluções de negócio”, explica o presidente do Turismo de Portugal. Esta iniciativa de cariz muito prático articula uma rede de mentores e tutores experiente nos negócios do turismo, que apoiam futuros empreendedores no desenho de projetos ajustados ao mercado e na formatação dos seus modelos de negocio. Luís Araújo assume o propósito do Turismo de Portugal em “estimular a criação de uma sólida cultura de empreendedorismo e inovação no sector” e, consequentemente, “mais valor e mais emprego no turismo em Portugal”.



OUTRAS NOTÍCIAS
Lisbon Tech Week: Portugal na rota do investimento e do talento tecnológico

Lisbon Tech Week: Portugal na rota do investimento e do talento tecnológico


Nos últimos anos, um número crescente de multinacionais tem olhado para Portugal como um destino de investimento. Muitas, aliciadas pela qualidade técnica e da formaç&atild...

MBA português conquista a Alemanha

MBA português conquista a Alemanha


O The Magellan MBA, o programa de formação executiva full time da Porto Business School, está ‘a caminho’ da Alemanha. A instituição de ensino portuguesa...

Unit4 contrata 30 em Portugal

Unit4 contrata 30 em Portugal


O Global Delivery Center da Unit4 em Portugal foi criado no ano passado para servir os clientes da multinacional tecnológica a nível mundial. O centro de Lisboa, que complementa dois cen...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Advogado

Anónimo

Chemistry Teacher

St. Dominic’s International School

CYBERSECURITY ENGINEER

Michael Page Portugal