Notícias

Unit4 contrata 30 em Portugal

Unit4 contrata 30 em Portugal

Há pouco mais de um ano, a Unit4 anunciou a escolha de Portugal para implantar o seu Global Delivery Center. A estrutura emprega hoje 130 profissionais qualificados. Até ao final deste ano, Luís Monteiro, head of professional services do centro, quer superar a fasquia dos 160 postos de trabalho em solo nacional e garante que a identificação de talento já está em marcha

09.06.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O Global Delivery Center da Unit4 em Portugal foi criado no ano passado para servir os clientes da multinacional tecnológica a nível mundial. O centro de Lisboa, que complementa dois centros de desenvolvimento de software que a multinacional holandesa - especializada no desenvolvimento, implementação e consultoria de software de gestão financeira e serviços -, detém em Espanha e na Polónia, serve a rede de parceiros da empresa nas suas várias áreas de intervenção. Desde que foi lançada, a plataforma permitiu já a criação de 130 novos postos de trabalho, maioritariamente para jovens recém-diplomados pelas universidades nacionais.

Na sua fase de arranque, a Unit4 anunciou como objetivos para o Global Delivery Center a contratação de 250 profissionais em três anos e um investimento direto na ordem dos €40 milhões. O processo de crescimento está em marcha e o centro deverá fechar 2016 com 160 profissionais ao seu serviço.“O desafio a que nos propusemos com a implementação do nosso Global Delivery Center em Lisboa era não só difícil como complexo, quer pela dimensão da operação que queríamos montar de raiz em Portugal e num curto espaço de tempo, como pela transformação global que a Unit4 sofreu no último ano”, explica Luís Monteiro, head of Professional Services do Global Delivery Center que faz, apesar disso, um balanço positivo da atividade do centro no último ano.

O gestor reconhece contudo alguns desafios ao referir que “o setup do escritório, o exigente desafio de recrutamento, a formação contínua da equipa, bem como a interação da mesma em múltiplos projetos internacionais têm constituído desafios constantes durante este processo, mas ultrapassados de forma natural”. O resultado das apostas estratégicas que têm sido realizadas, explica, “é um já reconhecido centro global de entrega de serviços que constitui um ponto determinante na estratégia global da Unit4”. Uma estratégia que justifica o foco que a empresa está a colocar na expansão e crescimento desta estrutura. O Global Delivery Center entrou em atividade com uma meta de empregar 250 profissionais em três anos.

Desde abril de 2015 até hoje foram recrutados 130, número atual de funcionários do centro e até ao final deste ano, Luís Monteiro assume como meta empregar 160 profissionais. Na mira do gestor para as novas contratações estão perfis de valências diversas. “A nossa equipa combina profissionais distintos. Um perfil funcional de negócio, em que integramos profissionais com formação em gestão de empresas, economia, finanças, contabilidade; e um perfil técnico, mais alinhado com a engenharia informática, sistemas de informação, base de dados, business intelligence, entre outras”, explica Luís Monteiro acrescentando que as futuras contratações passarão seguramente por aqui. É na equipa técnica que será feito o maior número de contratações. Com o reforço de profissionais previsto para este ano, a liderança da Unit4 quer continuar a alargar a variedade de produtos que detém, estimulando a equipa para novos desafios. 



OUTRAS NOTÍCIAS
Estes são os melhores empregadores mundiais

Estes são os melhores empregadores mundiais


Já ouviu falar da KGHM Poslka Miedz? E da Suntory? Se não, saiba que ambas as empresas foram eleitas pelos profissionais polacos e japoneses, respetivamente, como as empresas mais atrati...

Bolsa NOS Alive apoia projetos de economia social

Bolsa NOS Alive apoia projetos de economia social


Pelo terceiro ano consecutivo, a Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) e a Everything is New, promotora do festival NOS ALIVE, voltam a promover as Bolsas ES/ NOS ALI...

Acertar o Rumo volta a promover a empregabilidade nas TI

Acertar o Rumo volta a promover a empregabilidade nas TI


Poucos argumentos serão tão aliciantes como um número redondo: 100% de empregabilidade. Mas a tecnológica iTGrow, uma empresa do Grupo Critical Software e do BPI, e os seus...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal