Notícias

Saúde e finanças entre os líderes do recrutamento

Saúde e finanças entre os líderes do recrutamento

O sector da saúde foi em dezembro o que maior número de oportunidades de emprego gerou, à luz da análise das ofertas publicadas no Expresso Emprego.
04.01.2013 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Saúde, Banca, Seguros, área Financeira, Construção e Indústria, Tecnologias de Informação e alguns ramos da Engenharia fecharam 2012 como os sectores mais dinâmicos em matéria de recrutamento. Um ano em tudo conturbado, marcado por uma escalada ímpar dos níveis de desemprego, e pelo reforçar de uma tendência que há muito já se adivinhava em Portugal: a fuga dos maiores talentos nacionais para o estrangeiro. Ainda assim, o país mantém um certo ritmo na criação de oportunidades a nível interno em alguns sectores-chave, como as tecnologias de informação e os segmentos da engenharia mais ligados à componente tecnológica. Uma tendência que não deverá inverter em 2013 já que para as principais empresas nacionais a operar nesta área, detetar e reter os melhores talentos continua a ser a mais essencial ferramenta de gestão. No último mês do ano em 335 oportunidades de emprego divulgadas no universo Expresso Emprego - versão impressa e sítio online - 59 procuravam perfis ligados à área da saúde. A liderança da saúde no número de ofertas e também no sector que, no seu todo, mais oportunidades gerou foi novidade no fecho do ano já que embora em 2012, esta área tenha dado, em diversos meses, provas de alguma dinâmica nas contratações, as oportunidades divulgadas foram sobretudo para o mercado internacional. Londres, Alemanha, França e muitos outros países foram notícia pelas suas missões de recrutamento de profissionais de saúde em Portugal. Já a área da Banca, Seguros e Sector Financeiro (28 ofertas), tal como as tecnologias de informação (23) e a engenharia (14), não espantam. Qualquer um destes sectores manteve ao longo de todo o ano níveis de recrutamento constantes gerados, sobretudo pelas necessidades de reforço das estruturas financeiras das empresas e também da intensa concorrência de contratações que é característica do sector das tecnologias de informação. Este foi de resto o sector de atividade que durante os 12 meses do ano passado, mais profissionais colocou e maior número de novos empregos gerou, em Portugal e no estrangeiro. Uma tendência que deverá manter-se este ano, já que o sector continua a ser apontado como o de maior potencial em matéria de empregabilidade. E para as empresas portuguesas a concorrência nesta área vem de várias frentes. Na sua missão de recrutar os melhores, as tecnológicas nacionais lidam não só com o facto de este ser um mercado pequeno, onde as empresas e os profissionais se conhecem bem e as propostas de trabalho entre concorrentes fazem movimentar inúmeros profissionais, mas também com a concorrência internacional que vem a Portugal recrutar quadros qualificados a troco de salários e condições aliciantes. Igualmente ativa está a procura de economistas, contabilistas, controllers financeiros, diretores financeiros, auditores, consultores financeiros, espelhando as preocupações de um país a braços com uma revolução fiscal. Quem Recruta* Não fugindo à regra dos 11 meses anteriores, em dezembro, Angola voltou a destacar-se como um dos recrutadores mais ativos no mercado nacional. O país lidera o ranking mensal que destaca as empresas ou organismos que maior número de oportunidades geraram através do Expresso Emprego. O Millennium Angola surge na dianteira da tabela com uma ação de recrutamento de quadros financeiros para território angolano que realizou em Portugal. Mas a lista espelha também oportunidades geradas na saúde, TI e engenharias. 1º Millennium Angola 2º Tecnoplano – Engenharia e Gestão 3º Hovione 4º Bureau Veritas 5º Mindbury Consulting 6º optimHome 7º Alvo 8º Creativeoptic 9º ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos 10º SISCOG * Os dados deste ranking não incluem ofertas de trabalho anónimas ou veiculadas através das empresas especializadas em recrutamento e seleção.


OUTRAS NOTÍCIAS
Capgemini absorve 50 colaboradores das TI

Capgemini absorve 50 colaboradores das TI


O projeto está em marcha desde 2009, inspirado nas práticas do Grupo Capgemini noutras geografias onde as práticas do mercado de externalização de serviços (outsourcing) são mais maduras, mas só em 20...

Grupo Lift forma em liderança

Grupo Lift forma em liderança


O Grupo Lift que atua na área da comunicação corporativa e relações públicas, alargou a sua área de atividade à formação. Aproveitando a sua experiência nas área de media training, gestão de crise, co...

Portugueses adiam reforma

Portugueses adiam reforma


Chegar aos 65 anos e ter passaporte direto para a reforma parece ser coisa de outros tempos em Portugal. O país apresenta, segundo o estudo “Rendimento do Trabalho depois da Reforma na União Europeia”...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal