Notícias

Santa Casa ‘caça’ talentos nas universidades nacionais

Santa Casa ‘caça’ talentos nas universidades nacionais

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) inicia em janeiro um programa piloto de estágios para recém-licenciados de alto mérito. Durante um ano, a instituição percorreu 17 universidades portuguesas de referência e selecionou 10 talentos, entre 92 alunos de excelência, para integrar a primeira edição de um projeto de fomento à empregabilidade que inicia já no princípio do próximo ano um novo processo de seleção a nível nacional.

21.11.2013 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O número de desempregados com qualificações ao nível do ensino superior foi o que registou maior subida em outubro deste ano, face ao período homólogo. Os dados Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) apontam para um acréscimo de 9,1% de desempregados com este perfil académico e espelham uma realidade que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) quer ajudar a inverter. A instituição colocou este ano no terreno um programa de estágios - Estágios Premium Santa Casa - cuja principal missão é tentar inverter a taxa de desemprego jovem e a fuga de jovens qualificados do país. A primeira edição deste programa piloto que visa testar o modelo arranca com um número restrito de dez estagiários, selecionados com base num rigoroso processo que percorreu 17 instituições de ensino superior à procura dos seus melhores talentos. Paulo Calado, administrador da SCML responsável pelos Recursos Humanos, explica que os estágios “permitirão à Santa Casa beneficiar do talento e juventude destes profissionais para abrir novos caminhos, possibilitando que os jovens recém-licenciados beneficiem da ampla experiência da instituição nas suas variadas áreas de intervenção”.

Na primeira edição do programa Estágios Premium, a Santa Casa selecionou 92 potenciais estagiários. Os candidatos selecionados foram submetidos a um conjunto de testes psicométricos, entrevistas pessoais e dinâmicas de grupo, orientadas pelo departamento de Recursos Humanos da SCML que alcançou os 10 primeiros estagiários que durante um ano integrarão a equipa desta instituição que soma 515 de atividade mas que, enfatiza Paulo Calado, se está “a integrar no século XXI”. Foi de resto esta necessidade de qualificação de recursos humanos e investimento nas qualificações da equipa já existente que levou a SCML a lançar o atual projeto. “Até aqui realizávamos o acolhimento de estágios curriculares e profissionais, mas decidimos apostar em estágios mais qualificados”, explica o administrador da SCML que detém a tutela da área de Recursos Humanos. Paulo Calado enfatiza que uma das grandes metas destes projeto que inicia em janeiro de 2014 é “evitar a fuga de jovens profissionais que possam trazer novas ideias e abordagens para as diversas áreas em que a instituição atua”. Com este programa, explica o responsável, a instituição “valoriza os quadros da Misericórdia de Lisboa para o futuro e renova as suas perspetivas e metodologias”.

Na primeira edição deste programa a SCML deu prioridade a recém-licenciados nas áreas do Direito, Gestão, Economia, Tecnologias de Informação, Comunicação, Engenharia, Arquitetura, Psicologia, Serviço Social, Educação e Saúde. Entre os requisitos base para admissão a candidatura, a instituição definiu uma faixa etária até aos 24 anos e uma média de final de curso nunca inferior a 14 valores, depois, garante Paulo Calado “valorizámos a dedicação e sentido de responsabilidade, a capacidade de comunicação e relacionamento, o espírito de equipa, a proatividade e a fluência de uma língua estrangeira”. Os 10 candidatos que integrarão a partir de 6 de janeiro o programa Estágios Premium Santa Casa já tiveram um primeiro contacto com os vários departamentos da instituição, mas os critérios de seleção deverão manter-se os mesmos na segunda edição do programa que, adianta o administrador, “começará a ser divulgada junto das universidades, pela equipa da SCML, no início de 2014 para recrutar os estagiários que chegarão à Santa Casa em 2015”.

E se as boas notas são determinantes para agarrar esta oportunidade, a prestação exemplar durante o estágio pode também assegurar a oportunidade de permanecer na instituição depois do estágio. Paulo Calado refere que “a permanência na equipa da SCML será ponderada após a avaliação dos estágios, na medida das necessidades da instituição e considerando também a vontade do próprio estagiário”. Nenhuma porta está fechada, mas o administrador acredita que esta experiência, que tem também como aliciante uma remuneração atrativa (equivalente a um técnico superior em início de carreira), permitirá aos jovens criarem condições para se tornarem competitivos no mercado. Cada um dos dez estagiários deverá, ao longo do estágio, passar pelos vários serviços da SCML “de modo adquirir uma visão global das diferentes áreas de intervenção, valores e competências necessárias ao desenvolvimento das atividades a que a Santa Casa se dedica: Cultura, Saúde, Ação Social, Património, Empreendedorismo e Inovação Social e Departamento de Jogos”, explica.

A SCML conta com um universo de 5700 colaboradores. Para Paulo Calado, o balanço da primeira edição deste projeto é muito positivo e as expectativas da instituição face ao seu impacto são elevadas. O responsável admite que o projeto “poderá ser ampliado a todo o país e, acima de todo, replicado noutras instituições e empresas para que Portugal não deixe escapar jovens talentos que podem ser determinantes no crescimento da economia”. Certo de que têm sido os “quadros qualificados e os profissionais de excelência que têm assegurado o bom nome da instituição e o seu prestígio”, Paulo Calado reconhece que a SCML precisa também de ter uma bolsa de pessoas para assegurar substituições de ajudantes de lar e centro de dia (categorias com muita rotação) que são fundamentais para prestar um serviço de qualidade na área da Ação Social.



OUTRAS NOTÍCIAS
Beta-I lidera projeto de apoio a empreendedores europeus

Beta-I lidera projeto de apoio a empreendedores europeus


Apoiar a inovação de produto e o lançamento de novas startups é a meta da rede de cooperação europeia Projeto ATALANTA. O consórcio europeu une sete as...

Nestlé Portugal contrata 350

Nestlé Portugal contrata 350


Vinte países europeus onde a Nestlé está presente uniram-se ontem para marcar o arranque do programa de recrutamento que conduzirá à empresa mais de 20 mil jovens pr...

PwC Portugal prepara recrutamentos de 2014

PwC Portugal prepara recrutamentos de 2014


Desde que iniciou este ano financeiro, em julho, a consultora PwC já recrutou 210 novos talentos para a sua equipa. A larga maioria das novas contratações realizadas (175) s&atild...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal