Notícias

Rentreé laboral: saiva como aproveitá-la!

Setembro marca o regresso à atividade plena de grande parte das empresas e marca também, a época em que as organizações se reposicionam e delimitam novos projetos. Apesar da conjuntura este mês é, e sempre foi, o mês em que muitas empresas apostam no reforço das suas equipas. Se está à procura de emprego, esta é uma oportunidade que você não vai querer deixar escapar.
08.09.2011 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Setembro sempre foi um mês muito competitivo em matéria de procura de emprego. Perante a atual conjuntura, essa competição torna-se muito mais dura. Estar preparado para abordar o mercado, atento às empresas que estão a gerar oportunidades e pronto para apresentar a sua candidatura aos principais players da sua área pode fazer toda a diferença neste momento. Se dedicou as suas férias a preparar-se para a rentreé, decidido a acabar este mês com um emprego novo no currículo, chegou o momento de o demonstrar ao mercado. É bem verdade que agosto foi um mês atípico para a maioria das empresas nacionais que este ano optaram por manter, quase em pleno, a sua atividade. Mas, este mês é historicamente o mês em que as empresas se reposicionam no mercado, lançam novos produtos, apresentam novos serviços e redefinem as suas estratégias para alcançar os resultados esperados. A contratação de novos quadros ou reforços para as equipas, é das áreas que mais se movimenta em setembro. As férias terminam e a partir deste mês muitos negócios são retomados. Yves Turquin, líder da empresa especializada em outplacement e transição de carreira, não tem dúvidas de que “setembro é uma época alta para o recrutamento e o momento ideal para procurar emprego”. O especialista não prevê que o cenário de crise retire este protagonismo ao nono mês do ano, o que confirma é que com menos vagas disponíveis e mais cautela na contratação, a competitividade entre os candidatos é muito maior e torna-se não só fundamental manter uma postura ativa na procura de emprego, mas saber utilizar todas as ferramentas que se tem ao dispor para gerar as oportunidades. Esta, refere Yves Turquin, é a altura dos candidatos regressarem ao ativo e utilizarem todo o networking que deveriam ter desenvolvido durante o verão. Trata-se de mostrar os “trabalhos de casa” que se fez, ou deveria ter feito, durante agosto. Se mesmo em época baixa, não desinvestiu de procurar emprego e esteve atento ao mercado, então já está em vantagem sobre os outros candidatos. “Uma boa preparação pode ser o detalhe que determina se o candidato consegue, ou não, o emprego que deseja”, defende Turquin. A prepara-se é por isso o principal fator a ter em conta para se ser bem-sucedido na procura de emprego e, enfatiza o especialista, “só ela pode dar uma vantagem num momento particularmente competitivo”. Definir objetivos é muito importante. A época do envio indiscriminado de CV’s já passou e os candidatos devem saber exatamente o emprego que querem e onde procurá-lo. Só assim é possível concentrarem-se na pesquisa e gerar resultados práticos. Igualmente importante é aproveitar ao limite o networking realizado durante o verão, com amigos e familiares. Isto poderá abrir algumas portas e ter acesso a informação de quem está a recrutar. Depois, importa procurar “o” emprego e não “um” emprego. As candidaturas devem ser enviadas paras as pessoas certas na organização. Nesta abordagem, é importante que o candidato saiba mostrar valor e divulgar o seu potencial, o que tem para oferecer. Mais importante do que mostrar que precisa do emprego, é levar a empresa a perceber que necessita do seu trabalho.


OUTRAS NOTÍCIAS
Lusófona cria formação em IT Governance

Lusófona cria formação em IT Governance


Começa em novembro a primeira edição da pós-graduação em IT Governance baseado em ITIL e ISO20000 da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, em Lisboa. Até maio do próximo ano os 15 alunos ...

Maksen prepara entrada de 40 novos colaboradores

Maksen prepara entrada de 40 novos colaboradores


Chama-se Get Ready e tem a duração de duas semanas e o objetivo de apoiar a integração dos novos quadros na Maksen, a empresa portuguesa de consultoria estratégica, operacional e de sistemas de inform...

Informação e redes sociais para jornalistas

Informação e redes sociais para jornalistas


O novo paradigma da comunicação entre fontes e jornalistas é o tema de dois workshops que Ana Sofia Gomes, coordenadora do livro Web Trends e diretora-geral da agência de comunicação Comunicarte, vai ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Área Jurídica

Assembleia da República

Business Development Assistant

ARC International Design Consultants