Notícias

Recrutamento recupera dinâmica

Recrutamento recupera dinâmica

O otimismo parece estar a regressar ao mercado de trabalho nacional. No arranque de 2014, há empresas decididas em aumentar as suas equipas e colaboradores determinados em mudar a sua rota profissional. Tecnologias de Informação, Engenharia e Vendas surgem como as áreas que deverão gerar este ano maior número de oportunidades de trabalho, mas o Expresso detetou várias empresas prontas para contratar noutras áreas.

24.01.2014 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



A contratação vai aumentar em 2014. Esta é uma das principais conclusões do Guia do Mercado Laboral 2014, esta semana divulgado pela empresa de recrutamento Hays. Segundo este relatório anual que reúne informação atualizada sobre as tendências de recrutamento do mercado nacional, 58% das empresas consideram contratar mais colaboradores este ano. O valor, destaca Paula Baptista, managing diretor da Hays Portugal, “é o mais elevado desde 2009”. Para a especialista, “a atração e retenção de talento será o grande desafio das empresas para 2014”. É que segundo a líder da Hays “Portugal não está a conseguir competir com as condições oferecidas por outros países”.

Se do lado das empresas a abertura para voltar a contratar está em rota de crescimento, do lado dos profissionais a confiança em novas oportunidades de carreira também parece estar a regressar. Depois de largos meses onde a prudência levou os profissionais ativos a não arriscarem grandes mudanças laborais, o relatório da Hays aponta para uma elevadíssima percentagem de trabalhadores prontos para novos desafios. “83% dos profissionais consideram mudar de emprego este ano”, explica Paula Baptista adiantando que este quadros procuram sobretudo “progressão profissional e salários mais atrativos”.

Exigências que as empresas portuguesas terão de ter em conta se quiserem atrair para as suas equipas os melhores talentos. Cerca de 80% dos profissionais dispostos a mudar, admitem que a internacionalização da carreira é uma realidade e ainda que uma elevada percentagem de profissionais portugueses a trabalhar no estrangeiro demonstre vontade em regressar (71%), Paula Baptista reconhece que na batalha pela retenção de talento, “não estamos a conseguir competir com as condições oferecidas por outros países”. A especialista questiona mesmo se Portugal terá capacidade para reintegrar os emigrantes que neste momento já ambicionam um regresso e enfatiza a necessidade de aposta forte e estruturada por parte das organizações na deteção e retenção de talento.

E há no terreno várias empresas decidida a cumprir com sucesso a missão de capitalizar talento (ver caixa). Comerciais, engenheiros e profissionais das vendas são os que, durante este ano, poderão ver surgir maior número de oportunidades, mas Portugal está a contratar noutras áreas. Da restauração, à advocacia, sem esquecer o turismo, as tecnologias de informação e muitas outras áreas, 2014 poderá segundo os especialistas vir a ser um ano de dinâmica no recrutamento.

No seu estudo, a Hays inquiriu mais de 4000 profissionais qualificados e cerca de 800 empregadores. Entre as conclusões do relatório, Paula Baptista chama a atenção para aspetos que podem ser determinantes para as empresas que queiram delinear uma estratégia de retenção eficiente: “os profissionais de Marketing e Vendas, Engenharia e Recursos Humanos são os mais interessados em mudar de emprego e os profissionais de RH, Banca/Seguros e Engenharia são os mais insatisfeitos com o salário”. Segundo a líder da Hays em Portugal, “53% dos profissionais não negociaram o seu pacote salarial atual e 70% não foram aumentados ou promovidos em 2013”.


Quem está de olho no mercado

Bosch Portugal procura reforços para as suas fábricas de Aveiro e Braga. Há mais de 50 oportunidades.

Century 21 tem como estratégia reforçar a sua presença no sul do país, mas também na grande Lisboa. Poderá criar cerca de 500 postos de trabalho este ano.

Critical Software tem como meta criar 50 novos empregos, mas o número poderá variar consoante os projetos em que a empresas esteja envolvida.

Douro Azul deverá aumentar a sua equipa em cerca de 100 colaboradores, mas tem atualmente em curso através da nova empresa Talents 4 Cruising o recrutamento de 220 profissionais para cruzeiros.

Embraer prevê a criação de 90 postos de trabalho este ano.

ERA  deverá criar cerca de 500 postos de trabalho, uma elevada percentagem para trabalho administrativo.

Ericsson deverá este ano reforçar o seu recrutamento, fruto de um novo projeto que trará a Portugal um novo centro de competências.

Fuijitsu recruta uma média de 40 a 50 pessoas, mas este ano poderá ir além deste número.

Immochan deverá gerar 1000 empregos diretos, impulsionados sobretudo pelo novo espaço comercial da marca em Setúbal. 

NGCR SA vai recrutar no primeiro trimestre 30 profissionais para a sua fábrica de Oleiros.

OutSystems tem como meta integrar entre 60 a 80 novos quadros.

PwC
contrata em média 200 novos colaboradores e deverá manter a tendência em 2014.

Sendys procura programadores, consultores de processos e um account manager, para os seus escritórios de Lisboa e poderá voltar a contratar ao longo do ano. 

Sonae deverá voltar a integrar este ano um número elevado de profissionais.

Xerox tem como meta fazer crescer o seu centro de serviços globais, em Portugal, dos 200 para os 300 trabalhadores este ano.



OUTRAS NOTÍCIAS
Europa apoia criatividade

Europa apoia criatividade


Há 170 milhões de euros para investir na criatividade e no sector cultural europeu, em 2014. A União Europeia tem esta verba reservada para aplicar no programa Europa Criativa, su...

Angola atrai advogados portugueses

Angola atrai advogados portugueses


País de oportunidades para inúmeros profissionais e empresas portuguesas, Angola também não escapa ao interesse dos advogados. As grandes sociedades há muito descobr...

OutSystems volta a recrutar

OutSystems volta a recrutar


Nos últimos três anos entraram para a OutSystems, a multinacional portuguesa fornecedora de tecnologia para o desenvolvimento de software empresarial, 120 novos profissionais. A empresa f...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


AR ITALIANO

Experis Finance, Tax & Legal

CONTROLLER DE GESTÃO INDUSTRIAL

Spring Professional Portugal