Notícias

Qualificar na área da saúde

Qualificar na área da saúde

A Bwizer estruturou um plano de formação a pensar nos profissionais de saúde.
01.11.2012 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



São cada vez mais os profissionais de saúde que, a braços com as crescentes dificuldades em conseguir emprego em Portugal, optam por rumar a outros países. França, Reino Unido, Holanda e Angola figuram entre os destinos mais procurados por este segmento de profissionais. É a pensar nestes perfis que a Bwizer tem vindo a promover um vasto leque de cursos direcionados para a área da saúde, onde se incluem inclusivé cursos de idiomas para quem pensa tentar a sua sorte noutras paragens. Em aberto estão neste momento as inscrições para o curso de Francês para Profissionais de Saúde. A Bwizer nasceu em 2008 com uma atividade centrada na formação e venda de produtos para profissionais de saúde. Hoje, assegura José Lemos, responsável pela empresa, a Bwizer já soma mais de 160 eventos formativos realizados, com um total aproximado de 3500 inscrições e até ao final do ano estão agendadas mais 30 formações, de norte a sul do país. São maioritariamente curso de curta duração, entre dois a três dias muito intensivos, como de resto é a esmagadora maioria da oferta formativa da empresa. Os cursos da Bwizer são direcionados para diferentes profissionais de saúde desde fisioterapeutas, terapeutas da fala a enfermeiros. Mas José Lemos adianta que uma das grandes novidades da empresa para 2013 é o alargamento destas formações a outras especialidades como os psicólogos, terapeutas ocupacionais e médicos. “As formações de que dispomos variam entre formações marcadamente técnicas a outras mais genéricas, como a formação de idiomas que estamos agora a iniciar”, explica o responsável. O primeiro curso de idiomas será o de francês e arranja em Novembro. A componente global desta formação insere-se numa lógica de alargamento de fronteiras da própria empresa que conta nas suas formações com um número significativo de profissionais de saúde estrangeiros que rumaram a Portugal para frequentar alguns dos cursos da empresa. Para José Lemos que assegura já ter formado profissionais de saúde suecos, brasileiros, irlandeses, espanhóis e até libaneses, esta diversidade de nacionalidades é um sinal claro de que “os profissionais de saúde, como outros profissionais, viajam em busca de conhecimento que possa contribuir para a melhoria das suas competências e para a sua diferenciação no mercado”. Uma realidade que o responsável da Bwizer garante que sofreu um incremento na atual conjuntura. “Existem muitos profissionais de saúde, nomeadamente jovens, com carreiras de sucesso em Portugal que, por norma, alavancam essas carreiras em claros elementos de diferenciação curricular”, acrescenta José Lemos relembrando a importância deste investimento, sobretudo em alturas de grande competitividade no mercado de trabalho. Entre os cursos da Bwizer estão, por exemplo, o curso de Nutrição para a performance desportiva, Cuidados Paliativos, Reabilitação Perineal, Suporte Básico de Vida, Pilates Clínico, entre outros.


OUTRAS NOTÍCIAS
RUMOS procura talentos nas TI

RUMOS procura talentos nas TI


Um crescimento que está a gerar necessidade de novas contratações e a provocar na área uma certa imunidade à austeridade. Esta semana é a RUMOS quem está no mercado à procura de reforços. Os último...

Easyjet reforça equipa com 25 contratações

Easyjet reforça equipa com 25 contratações


A companhia aérea de baixo custo Easyjet está a reforçar a sua operação em Portugal. A empresa anunciou esta semana a aquisição de mais um avião, a abertura de duas novas rotas e a necessidade de ampl...

Novos desafios para profissionais da Lei

Novos desafios para profissionais da Lei


É cada vez maior o número de advogados que apostam em consolidar uma carreira dentro de uma empresa deixando de lado as sociedades de advogados. A tendência não é novidade e já no ano passado, os dado...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Advogado

Anónimo

Advogado

Anónimo

asesor económico/comercial

Embajada en Lisboa