Notícias

Portugal procura perfis financeiros e economistas

Portugal procura perfis financeiros e economistas

Um estudo recente da A3ES revela que a Engenharia Informática e a Saúde são as áreas de maior empregabilidade, mas em outubro Portugal mostrou precisar de financeiros.
01.11.2012 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Os cursos de engenharia informática e saúde lideram a lista dos que garantem maiores possibilidades de emprego, de acordo com um estudo agora divulgado pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES). Mas a análise das ofertas de emprego divulgadas durante o mês de outubro, no universo Expresso Emprego, demonstra uma clara mudança no cenário que até vem sendo habitual. Apesar das engenharias continuarem a liderar o número de ofertas divulgadas, a procura de perfis ligados à economia, finanças e até gestão, destronou no mês passado a posição de destaque ocupada habitualmente pelos profissionais do marketing e vendas. Uma tendência de reforço das empresas nas suas áreas financeiras que deverá manter-se em 2013, com a perspetiva já anunciada de algumas empresas do sector da banca concretizarem operações de recrutamento. É o caso do BNP Paribas Securities Services Portugal, que surge listado entre os melhores recrutadores do Expresso Emprego no mês passado. A unidade do banco francês especializada na liquidação e custódia de títulos anunciou esta semana a intenção de contratar em Portugal 200 novos colaboradores, nos próximos dois anos. O BNP Securities Services iniciou a sua operação na área de liquidação e custódia de títulos em 2007, com apenas cinco colaboradores. Hoje, esta área do banco emprega em Portugal 800 colaboradores, esperando-se que atinja os mil até 2014. A nível global, trabalham para a marca BNP Paribas em território nacional 1500 trabalhadores. Fabrice Segui, diretor geral do BNP Parisbas Securities Services Portugal confirma a intenção de crescimento da marca no mercado português, expressada até na recente aposta da empresa num novo edifício que possibilitará a esta unidade do banco crescer dos 800 para os 1400 trabalhadores. Um crescimento que será faseado, prevendo-se a contratação de 100 novos colaboradores em 2013 e igual número no ano seguinte. O diretor geral evidencia a intenção da empresa crescer em solo português até 2015, admitindo que “a crise poderá afetar um pouco a rentabilidade da operação”. A partir de Portugal a empresa, que detém uma quota de mercado de 40%, prevê exportar serviços no valor de 160 milhões de euros ao longo de cinco anos, abrindo assim possibilidades também para o reforço sustentado da sua equipa. Mas além da dinâmica registada em outubro na procura de financeiros, economistas e gestores, o mercado continua a contrariar a conjuntura para vários outros sectores. Os engenheiros informáticos e especialistas em tecnologias de informação continuam entre os perfis mais procurados e os profissionais mais ligados às áreas comerciais, do marketing e vendas, ainda que tenham sido no mês passado ultrapassados nas ofertas pelos financeiros, continuam a registar um considerável número de ofertas por parte das empresas. Quem recruta mais* 1º Wipro 2º BNP Paribas Personal Finance 3º Bosch 4º KPMG 5º Lease Plan 6º PwC 7º Holmes Place 8º SN Portugal 9º Teleperformance 10º REMAX * Os dados deste ranking não incluem ofertas de trabalho anónimas ou veiculadas através das empresas especializadas em recrutamento e seleção.


OUTRAS NOTÍCIAS
“Faz-te Forward” apoia emprego

“Faz-te Forward” apoia emprego


Preparar os jovens para o mercado de trabalho é a missão de mais uma edição do programa “Faz-te Forward” que se prepara para arrancar. Esta é a segunda edição do programa, promovido pela Associação pa...

Qualificar na área da saúde

Qualificar na área da saúde


São cada vez mais os profissionais de saúde que, a braços com as crescentes dificuldades em conseguir emprego em Portugal, optam por rumar a outros países. França, Reino Unido, Holanda e Angola figura...

RUMOS procura talentos nas TI

RUMOS procura talentos nas TI


Um crescimento que está a gerar necessidade de novas contratações e a provocar na área uma certa imunidade à austeridade. Esta semana é a RUMOS quem está no mercado à procura de reforços. Os último...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Advogado

Anónimo

Advogado

Anónimo

asesor económico/comercial

Embajada en Lisboa