Notícias

ANETIE procura novas ideias

O concurso ANETIE de Ideias TI Potencialmente Empreendedoras tem em marcha uma segunda fase. A iniciativa direciona-se a jovens universitários do norte e centro do país e a pessoas coletivas recentemente constituídas e sem atividade significativa. A meta é fomentar a iniciativa empresarial, premiando as ideias mais inovadoras e com maior impacto na economia e competitividade.
01.11.2012 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Integrado no âmbito do Programa Empreendedorismo Tecnológico, o Concurso ANETIE de Ideias TI Potencialmente Empreendedoras, tem a decorrer, até 8 de novembro, a sua segunda fase de candidaturas. O certame tem como missão fomentar iniciativas empresariais entre os jovens. O público universitário é o principal target desta missão de deteção de ideias e talentos, mas o concurso não se resume apenas aos estudantes, ainda que “a intenção da competição seja fomentar o empreendedorismo nas universidades do norte e centro do país, disponibilizando informação e formação essenciais ao arranque de um projeto empresarial”. O certame está também aberto a pessoas coletivas constituídas, sem atividade significativa. Avaliar, apoiar e acompanhar boas ideias de negócio e premiar as ideias mais inovadoras e diferenciadoras, são as grandes metas deste concurso promovido pela Associação Nacional das Empresas das Tecnologias de Informação e Eletrónica (ANETIE). A missão da associação é potenciar a criação em território nacional de atividade empreendedora de base tecnológica com potencial de internacionalização. “Os promotores das cinco melhores ideias que venham a ser selecionadas no concurso, beneficiarão (à semelhança do que aconteceu na primeira fase) de um conjunto de atividades de acompanhamento especializado, bem como de acesso facilitado a informação útil para a implementação dos seus projetos no mercado”, faz saber a organização da competição. Estão previstos encontros de networking com empresários, workshops e oficinas de empreendedorismo, onde serão abordadas temáticas essenciais à atividade empresarial, como a liderança, as relações comerciais, a contabilidade, fiscalidade, finanças, plano de negócios, plano de marketing e outras variáveis essenciais a quem procura criar um negócio próprio. “Uma vez sustentadas em planos de negócio devidamente estruturados, as cinco ideias vencedoras serão apresentadas a potenciais investidores, nomeadamente sociedades de capital de risco e business angels”, explica Armindo Monteiro, presidente da ANETIE. “Depois do concurso, as melhores ideias vão ter condições objetivas para se converterem em projetos empresariais e entrarem no mercado já com alguma sustentação”, enfatiza o responsável reforçando a ideia de que “o Concurso ANETIE Ideias irá de facto promover, valorizar e apoiar o empreendedorismo jovem de base tecnológica, contribuindo assim para o desenvolvimento do tecido empresarial português”. O Programa Empreendedorismo Tecnológico, no qual se integra o concurso de ideias, é apoiado pelo Sistema de Apoio a Ações Coletivas/ Empreendedorismo Sector TICE do COMPETE - Programa Operacional Fatores de Competitividade, cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). As ideias a submeter a concurso deverão cumprir um conjunto de requisitos de onde se destacam: proporcionar o desenvolvimento de produtos e serviços de base tecnológica, orientação para reais necessidades do mercado nas áreas temáticas de intervenção, incorporar uma inovação tecnológica claramente definida ou uma tecnologia que, embora já existindo, possa ter um campo de aplicação diferente do atual, demonstrar a capacidade e intenção do empreendedor implementar o projeto, ser sustentável económica e financeiramente, ser original. As candidaturas para esta segunda fase estão ainda a decorrer.


OUTRAS NOTÍCIAS
Qualificar na área da saúde

Qualificar na área da saúde


São cada vez mais os profissionais de saúde que, a braços com as crescentes dificuldades em conseguir emprego em Portugal, optam por rumar a outros países. França, Reino Unido, Holanda e Angola figura...

RUMOS procura talentos nas TI

RUMOS procura talentos nas TI


Um crescimento que está a gerar necessidade de novas contratações e a provocar na área uma certa imunidade à austeridade. Esta semana é a RUMOS quem está no mercado à procura de reforços. Os último...

Easyjet reforça equipa com 25 contratações

Easyjet reforça equipa com 25 contratações


A companhia aérea de baixo custo Easyjet está a reforçar a sua operação em Portugal. A empresa anunciou esta semana a aquisição de mais um avião, a abertura de duas novas rotas e a necessidade de ampl...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS



ÚLTIMAS FORMAÇÕES


MMOG/LE V 5

RH OPCO Academia