Notícias

Politécnico de Beja forma agentes da PSP

A parceria é pioneira e o projeto inovador. O Laboratório de Apoio à Atividade Física e Saúde, da Escola Superior de Educação de Beja (ESEB) está a orientar cientificamente o treino das equipas de intervenção rápida da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial do Comando da PSP de Beja. Uma união entre técnica e ciência que já teve resultados positivos.
12.01.2012 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Os 32 agentes da Esquadra de Intervenção e Fiscalização policial do Comando da PSP de Beja estão a ser acompanhados por uma equipa de especialistas do desporto do Instituto Politécnico de Beja (IPB). O projeto Strong Cops é inovador no país e uniu a Polícia de Segurança Pública à Escola Superior de Educação de Beja na missão de otimizar cientificamente o treino dos seus agentes. O nome espelha a missão e promete resultados muito práticos. O Strong Cops (Polícias Fortes) já está em marcha e Nuno Loureiro, do Laboratório de Apoio à Atividade Física e Saúde da ESEB não tem dúvidas de que se trata de “um projeto pioneiro em Portugal, porque coloca uma comunidade científica a prestar apoio em termos de avaliação da condição física e prescrição de exercícios específicos para o trabalho de elementos da PSP”. Uma mais valia também reconhecida pela Comando local da PSP que reforça o valor do projeto: “há aqui um intercâmbio entre um estabelecimento de ensino superior e uma força de segurança ao nível do treino físico de agentes que é muito importante e inovador porque toda a preparação física dos pessoal é orientada por um corpo científico e não pela polícia”, enfatiza António Viola da Silva, comandante distrital de Beja da PSP. Para Viola da Silva, “a constante e adequada preparação técnica e física dos agentes é fundamental para uma resposta interventiva eficaz”. E foi, de resto. esta necessidade que levou o comandante a solicitar o apoio na orientação dos seus agentes de intervenção rápida ao IPB. O projeto entusiasmou o instituto que estruturou o Strong Cops com a missão clara de melhorar o treino dos agentes. A otimização da condição física, da capacidade de concentração e gestão de situações com desgaste físico associado dos agentes da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial da PSP de Beja, orientou toda a conceção do programa de formação e treino. “O projeto começou, numa primeira fase com a caracterização do esforço e a avaliação da condição física individual de cada um dos agentes da esquadra”, explica Nuno Loureiro adiantando que o programa está em evolução desde finais de 2009. Mas o projeto vai mais além e inclui a prescrição e o acompanhamento, caso-a-caso, de exercícios de treino a cada um dos 32 elementos da esquadra, bem como a constante reavaliação da sua condição física individual. Semanalmente, cada um dos elementos realiza quatro treinos. Um acompanho por especialistas e realizado na ESEB, outro realizado no ginásio da PSP de Beja e dois treinos totalmente autónomos. Segundo Nuno Loureiro, “os agentes tinham já alguma preparação física, mas os treinos têm possibilitado uma evolução ótima. São muito mais orgulhosos da sua condição física e exigentes consigo próprios, estando aptos a prestar um bom serviço à comunidade”. Para António Viola os resultados desta iniciativa conjunta tem tido um impacto muito positivo entre os agentes e a comunidade. “É muito importante que as equipas de intervenção rápida sejam respeitadas quando atuam”, refere relembrando que quando a esquadra foi criada “sempre que os elementos atuavam de forma mais musculada havia uma reação física ao pessoal da PSP e confrontos que hoje raramente acontecem”. Em 2011, o Comando de Beja foi o que mais reduziu a criminalidade no país, com 20% de redução nos crimes ocorridos.


OUTRAS NOTÍCIAS
Luanda recebe formação

Luanda recebe formação


A empresa de formação Vantagem+ vai partilhar com os profissionais angolanos os seus conhecimentos nas áreas da logística, recursos humanos, marketing gestão e qualidade. A empresa vai lançar já em fe...

Consultoria gratuita ajuda profissionais a encontrar emprego

Consultoria gratuita ajuda profissionais a encontrar emprego


Portugal tem talento e a Stanton Chase International sabe-o bem. A empresa, especialista em talent manager e executive search, concebeu um programa de consultoria gratuito pensado para apoiar os portu...

Trofa Saúde gera 600 novos empregos a Norte do país

Trofa Saúde gera 600 novos empregos a Norte do país


A partir de segunda-feira, 600 profissionais iniciam a sua atividade na unidade hospitalar de Alfena, do Grupo Trofa Saúde. Na concretização deste projeto, o grupo que já detém no Norte do país os hos...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA