Notícias

NetJets forma em Portugal

A empresa europeia de jatos privados NetJets vai formar anualmente no seu centro, recentemente inaugurado em Cascais, cerca de mil pilotos.
13.01.2011 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Cinco milhões de euros foi quanto a empresa europeia de jatos privados NetJets investiu em Portugal para formar anualmente os mais de mil pilotos e tripulantes de cabine que fazem parte dos quadros da companhia. A empresa escolheu Portugal, e o concelho de Cascais, para sediar o seu centro de treino e formação que já se encontra em funcionamento. Em tempos adversos em que pouco se fala de investimento estrangeiro em território nacional, a companhia de aviação executiva NetJets marca a diferença.

O novo centro de treino, localizado no Parque Doroana, em Alcabideche, está equipado com um simulador estático de voo, treino médico e de segurança, equipamento para simulação de saídas de emergência e sistemas de treino de fumo e fogo a bordo. Na construção deste centro foram investidos cerca de 2,5 milhões de euros, sendo que os restantes 2,5 milhões previstos pela empresa no orçamento serão aplicados, ao longo dos próximos dez anos, na manutenção e funcionamento deste centro.

Por Cascais passarão não só os pilotos e elementos de tripulação de cabine a trabalhar em Portugal, mas também os vários profissionais que a empresa integra na Europa. É a partir de agora a formação da NetJets será feita no seu centro de operações e treino em Portugal. Criada em 1996, a empresa está presente em território nacional desde 2008 e emprega actualmente no país 470 trabalhadores, a esmagadora maioria (85%) de nacionalidade lusa.

Desde que iniciou a sua actividade no mercado nacional, implantando-se no concelho de Oeiras, a NetJets – que é considerada a maior companhia europeia de aviação privada – tem vindo a dinamizar economicamente a região. Nos últimos dois anos, a empresa assegura que já investiu mais de 32 milhões de euros em fornecedores nacionais, desde hotelaria, rent-a-car, restauração ou até mesmo companhias aéreas locais. Um investimento que se prevê que possa crescer tendo em perspectiva as cerca de cinco mil reservas anuais em hotéis da região e os gastos em empresas locais que a implantação deste centro vai potenciar.

Para António Capucho, presidente da Câmara Municipal de Cascais, “a abertura deste centro de treino e formação reveste-se de particular importância para o concelho em matéria económica e de dinamização do emprego”. Já para a NetJets, ter um centro de treino seu confere à empresa não só a liderança na formação de profissionais nesta área, mas também uma garantia de segurança e qualidade do serviço que presta aos seus clientes finais.



OUTRAS NOTÍCIAS
ISCTE lança rede social

ISCTE lança rede social


Está criado o ‘facebook' da ISCTE Business School (IBS) . Chama-se IBSNetworking e possibilitará a alunos e ex-alunos um contacto estreito com a comunidade académica da institui&c...

Cursos de hotelaria sem mãos a medir

Cursos de hotelaria sem mãos a medir


Fenómeno recente, a multiplicação de hotéis e unidades de alojamento tem causado uma maior pressão na procura de pessoal qualificado, levando a uma maior aposta na o...

O segredo da gestão de sucessões

O segredo da gestão de sucessões


Chama-se Business Transference in Small and Medium Sized Enterprises (BT in SME) e tem como missão apoiar as empresas espalhadas pelo mundo for a encontrarem, no momento da sucessão dos ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA