Notícias

O segredo da gestão de sucessões

O segredo da gestão de sucessões

O ISCAP é parceiro de um projeto internacional que visa ensinar as empresas e os gestores a preparar a sua sucessão e com isso, diminuir o número de falência e a taxa de desemprego.
13.01.2011 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Chama-se Business Transference in Small and Medium Sized Enterprises (BT in SME) e tem como missão apoiar as empresas espalhadas pelo mundo for a encontrarem, no momento da sucessão dos seus gestores, uma solução que não comprometa a sua continuidade. O projeto que agora dá os primeiros passos, é europeu e em Portugal tem como parceiro o Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP).

A gestão das sucessões é um dos problemas de mais difícil resolução para grande parte das empresas. Uma má aposta pode deitar por terra anos de trabalho e condenar ao fracasso uma marca ou um negócio, por melhor que seja a sua imagem no mercado, e por maior que seja o seu sucesso. Muitas vezes, quando o proprietário ou diretor de uma empresa é forçado a retirar-se do cargo que ocupava, por motivos diverso, e não tem herdeiros ou sucessores naturais que o substituam ou investidores interessados na continuidade do negócio, a empresa tem como destino mais provável a falência ou o encerramento.

Foi a pensar neste casos que um grupo de instituições europeias se juntou em torno de um projeto comum: o BT in SME. O objetivo é comum: evitar a falência de pequenas e médias empresas, nomeadamente, de âmbito familiar. Em Portugal ´projeto é dinamizado e coordenado pelo ISCAP que assume como meta “juntar um grupo de profissionais a nível nacional e internacional capazes de planear e implantar, uma estratégia de transferência de negócio nas empresas, encontrando o profissional certo para o desafio, minimizando o mais possível o impacto da mudança”.

A instituição acredita que este projeto ajudará muitas organizações a fugirem da falência, minimizando em larga escala a perda de empregos e o desperdício de custos investidos, nomeadamente, em tecnologia. O BT in SME atuará ao nível do desenvolvimento de estratégias que permitam a continuidade dos negócios, promovendo a transferência de competências e know-how. Para além de testar um modelo que facilite a transferência do negócio e a gestão da sucessão nas empresas familiares e PME, o projeto – onde além de Portugal estão envolvidos países como a Holanda, Bélgica, Alemanha e Lituânia – visa a inclusão desta temática nos conteúdos programáticos dos cursos de ensino superior nos países parceiros. A meta é levar a problemática da gestão das sucessões para os bancos das universidades onde se forma os gestores de amanhã, acreditando que com isso o tecido económico nacional estará a dar um passo em frente na diminuição das falências e na taxa de desemprego do país.



OUTRAS NOTÍCIAS
O que muda nos recibos verdes

O que muda nos recibos verdes


O novo código contributivo da Segurança Social está a dificultar a vida a cerca de um milhão de trabalhadores portugueses. São profissionais liberais, vulgarmente de...

25 mil viabilizam Censo 2011

25 mil viabilizam Censo 2011


O Instituto Nacional de Estatística já iniciou o processo de recrutamento dos cerca de 25 mil recenseadores que vão percorrer o país na mega operação estat&ia...

Emprego em negociação

Emprego em negociação


Portugal arranca para 2011 em ritmo de negociação. O país que viu a sua taxa de desemprego alcançar em 2010 os 10,9%, superando a fasquia psicológica dos 600 mil des...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


COMERCIAL - CONSTRUÇÃO CIVIL - ZONA NORTE

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal