Notícias

Método inovador de anestesia vence prémio DNA Cascais

Método inovador de anestesia vence prémio DNA Cascais

Tem na sua génese a inovação e conquistou o júri da 10º edição da competição DNA Cascais Ideias e Negócios. O projeto INOVBreath, liderado por Luísa Neves nasceu no âmbito de uma investigação de doutoramento e propõe-se purificar as correntes de gases de anestesia, removendo os compostos tóxicos de CO2 presentes no gás anestésico. 

08.07.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O processo é inovador e foi alvo de estudo por parte de Luísa Neves, durante o doutoramento. A investigadora constatou a existência de algumas desvantagens associadas ao método atual de anestesia, e testou um processo inovador que tem como finalidade a purificação de correntes de gases de anestesia. Em 2013, decidiu aproximar a sua ideia do mercado e dar um novo impulso à investigação académica que vinha conduzindo. Uniu-se a João Crespo e Isabel Coelhoso, seus orientadores de doutoramento, e ao investigador Carlos Afonso e juntos deram início ao projeto do que hoje é a INOVBreath, uma empresa criada em fevereiro deste ano e vencedora da 10º edição da competição DNA Cascais Ideias & Negócios.

“Num processo de anestesia durante uma cirurgia existe a necessidade de remoção de CO2, após a expiração do paciente”, explica Luísa Neves. O projeto que desenvolveu visa purificar as correntes de gases de anestesia, “usando um processo inovador, integrando a absorção e regeneração de CO2 presente no gás anestésico através de um contador de membranas”, clarifica acrescentando que com o processo “pretende-se remover os compostos tóxicos de CO2, presentes nas correntes de gás”. A equipa já realizou os primeiros testes e patenteou o projeto a nível nacional e internacional, estando agora na fase de desenvolvimento de protótipo.

Os investigadores da INOVBreath - que está virtualmente incubada no Centro de Investigação em Biotecnologia Biocant, em Cantanhede – trabalha a partir da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa. Depois do protótipo, as possibilidades são duas, segundo Luísa Neves: “ou, tendo investidores, comercializamos nós o produto, ou licenciamos a tecnologia a uma empresa”. O futuro ainda não está definido. O que a equipa sabe é que os €2.500 euros conquistados com o prémio de melhor projeto na 10ª edição do DNA Cascais Ideias e Negócios – CINC, e o apoio que conquistaram na elaboração de planos de negócio, mitigação de riscos, captação de investidores e a possibilidade de incubação no Ninho de Empresas DNA Cascais, serão uma importante ajuda no desenvolvimento do projeto.

“Em termos financeiros, ajudará na realização de testes laboratoriais”, explica a empreendedora. Foram dez os projetos que disputaram a 10º edição do concurso de ideias de negócio da DNA Cascais, em áreas tão diversas como a saúde, o empreendedorismo social, as Tecnologias de Informação e Comunicação, a Energia, Mar e Ambiente ou o Turismo Comércio e Serviços. A INOVBreath passou o crivo de um júri onde se somaram representantes da Associação Empresarial de Cascais, do IAPMEI, da Portugal Ventures, da PME Investimentos, da IES-SBS, da PPL, entre muitos outros.

Inovação transversal
Nem só de tecnologia é feita a inovação. O leque de 10 finalistas da 10ª edição do DNA Cascais Ideias e Negócios comprova-o. Entre os projetos que disputaram o primeiro lugar estão negócios em áreas tão diversas como a Saúde, o empreendedorismo social, as tecnologias, o Turismo e outros.

INCLU – Jogos Didáticos e Inclusivos: Susana Costa é a mentora de um conceito inovador de jogos compostos por cartas de jogar, desenvolvido em Portugal e pensado para promover a interação e a partilha entre pares e entre gerações, estimulando competências pessoais e sociais.

Pão a Pão (Mãos na Massa): O projeto de Rita Melo e Nuno Mesquita pretende endereçar o problema da integração dos refugiados do Médio Oriente em Portugal, através da produção e comercialização de pão e/ou refeições sírias, num ambiente de cozinha comunitária.

Proregatta: José Belo e Pedro Barreira criaram uma plataforma que tem por finalidade promover e democratizar o desporto de Vela, integrando a tecnologia para ajudar velejadores, clubes de vela e atrair novos participantes e sponsors.

Vassouras Ecológicas: O projeto de Lia Coldibelli tem por objetivo instalar uma pequena fábrica de produção de vassouras ecológicas, produzidas com garrafas PET pós-consumo, numa empresa gestora de resíduos sólidos, transformando lixo em produtos de valor comercial.  

Carbook: É uma plataforma online que pretende combater a falta de transparência e informação no mercado de manutenção e reparação automóvel. A ideia é de António Lima que quer fazer a intermediação entre oficinas de manutenção e o consumidor final.

Thoughts Feels Good: A app de comunicação desenvolvida por Diogo Sousa e Melo possibilita a partilha de sentimentos e pensamentos de forma instantânea, através de uma linguagem universal e intuitiva, através de emojis e fotografias dinâmicas.

Mulher, Filha & Mãe: Ana Soraia Vale, Raquel Vaz e Isabel Sofia Pires criaram um projeto de carácter preventivo e psicoeducativo no âmbito da saúde mental perinatal, a pensar em casais que pretendam engravidar e profissionais de saúde que trabalhem com estes utentes.  

J. Lisbon: José Cabral criou uma loja de roupa online que visa revolucionar a experiência de produto de vestuário em contexto online. Todas as imagens são concebidas em contexto real, o que faz com que a perceção visual do artigo coincida com a expectativa do cliente quando o recebe.

Toranja: É uma loja online, criada por Vera Coelho e Sérgio Semedo, que vende produtos de autores nacionais. Com base em ilustrações e fotografias de artistas portugueses, a equipa produz almofadas, sacos de tecido, leggins, quadros, posters e vinis para as paredes, entre outros produtos.



OUTRAS NOTÍCIAS
€5 milhões... e mais oportunidades de emprego para doutorados

€5 milhões... e mais oportunidades de emprego para doutorados


9ºW (nove graus oeste) é a longitude de Lisboa e é o nome do programa criado pela Hovione, a empresa que investiga e desenvolve novos produtos químicos e produz princí...

Católica Porto forma mestres em Bioética

Católica Porto forma mestres em Bioética


São múltiplas, complexas e quase sempre controversas as questões de ordem ética e moral com que nos deparamos no quotidiano e, em muitos casos, que enfrentamos també...

Glintt recruta 50 trainees

Glintt recruta 50 trainees


Desde o início do ano, a Glintt já contratou 67 profissionais e até ao final do ano novos reforços se deverão juntar à equipa de 995 profissionais que garante...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Advogado

Anónimo

Advogado

Anónimo

asesor económico/comercial

Embajada en Lisboa