Notícias

Gfi Academy forma nas tecnologias

Gfi Academy forma nas tecnologias

A Gfi está a recolher candidaturas para uma nova edição da sua formação na área das TI.
08.11.2012 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Arranca este mês uma nova edição da Gfi Academy - Microsoft, a segunda de uma formação centrada nos profissionais das tecnologias de informação (TI). Há 12 vagas em aberto para um curso intensivo, com duração de dois meses, que oferece no final a possibilidade de um estágio profissional para os melhores formandos e eventual integração na Gfi. As Academias Gfi foram criadas em maio deste ano e as primeiras formações tiveram início em julho. Detetar e formar os melhores candidatos e integrá-los nos projetos da empresa, é a grande missão desta estrutura que, para além da formação intensiva em Microsoft na vertente de programação - nomeadamente nas tecnologias .NET, Sharepoint e Windows Phone - , engloba também formação em princípios básicos de gestão de projeto e na área comportamental (modo de vestir, contacto com o cliente, etc). No final da formação há a possibilidade de nove meses de estágio profissional e posterior integração na Gfi. Os cursos de formação estão direcionados a “finalistas, recém-licenciados e mestrados nas áreas de TI, com elevadas competências de comunicação, trabalho em equipa, proatividade e motivação para a aprendizagem contínua”, faz saber o tutor da academia, Vítor Castelo. Segundo o responsável, as formações partem sempre de uma pré-seleção técnica dos 12 melhores candidatos que serão depois integrados no curso. A generalidade dos formandos candidata-se à Gfi Academy via universidade, já que a empresa possui parcerias com várias universidades e institutos politécnicos e escolas profissionais, com cursos na área das tecnologias de informação. Mas é também possível apresentar a candidatura a esta academia através do site da Gfi (www.gfi.pt), onde de resto também é possível aceder às oportunidade de emprego em aberto na empresa. A decorrer estão neste momento candidaturas para a edição da 2ª Academia Gfi Microsoft. Vítor Castelo faz um balanço positivo da edição anterior desta formação. “Cinco estagiários em dez foram integrados em projetos inovadores e de grande complexidade”, explica adiantando que “é um ótimo inicio para estes jovens que entram na sua vida ativa laboral”. Para o responsável, “não tendo estes cursos um custo associado, estando abertos a todo o público-alvo e dado possibilidade na empresa em projetos bastante aliciantes, não há dúvida de que a academia promove uma integração mais facilitada destes jovens no mercado de trabalho”. A meta é dar continuidade aos cursos no âmbito das tecnologias Microsoft, mas o responsável assegura que há a possibilidade de alargamento futuro a outras tecnologias, nomeadamente Oracle. “Pretendemos abrir academias com maior frequência e estender a todas as unidades de negócio da Gfi”, conclui.


OUTRAS NOTÍCIAS
Portugal procura perfis financeiros e economistas

Portugal procura perfis financeiros e economistas


Os cursos de engenharia informática e saúde lideram a lista dos que garantem maiores possibilidades de emprego, de acordo com um estudo agora divulgado pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensin...

“Faz-te Forward” apoia emprego

“Faz-te Forward” apoia emprego


Preparar os jovens para o mercado de trabalho é a missão de mais uma edição do programa “Faz-te Forward” que se prepara para arrancar. Esta é a segunda edição do programa, promovido pela Associação pa...

Qualificar na área da saúde

Qualificar na área da saúde


São cada vez mais os profissionais de saúde que, a braços com as crescentes dificuldades em conseguir emprego em Portugal, optam por rumar a outros países. França, Reino Unido, Holanda e Angola figura...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT

Michael Page Portugal

ASSISTENTE DENTÁRIO - AMADORA

Kelly Services Portugal