Notícias

Egor reforça trabalho temporário

Estar mais perto dos candidatos e dos clientes é a meta da Egor com o seu novo conceito de lojas Job Center.
09.10.2009 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Para já são apenas duas, em Lisboa e no Porto, mas na mira da Egor está já a replicação deste modelo de loja de rua, aplicada ao universo do trabalho temporário. Para Rui Silva, director da área de Trabalho Temporário da Egor, a norte do país, a empresa consegue com este conceito uma maior proximidade com os potenciais candidatos, que encontram nestes espaços uma forma mais fácil e célere de apresentarem as suas candidaturas

A primeira loja a ser inaugurada foi o Job Center de Lisboa. Poucos meses depois foi a vez da cidade Invicta ganhar um espaço semelhante. Rui Silva faz da actividade das duas lojas um balanço extremamente positivo. “Em poucos meses de funcionamento a Egor conseguiu nestes dois espaços captar um elevado número de novos candidatos”, explica. É certo que a conjuntura económica difícil poderá ter impulsionado esta procura do trabalho temporário por parte dos candidatos, mas Rui Silva diz-se convicto de que “um candidato, para se inscrever ou deixar o seu currículo, entra com maior facilidade em lojas de rua como estas, que são espaços agradáveis, usáveis, do que num terceiro andar de um edifício de escritórios”.

O lema é “mais perto das pessoas” e a Egor parece estar a conseguir alcançá-lo com este modelo de Job Center. Quer no Porto quer em Lisboa, a empresa disponibiliza aos que procuram trabalho uma vasta oferta de oportunidades de emprego em diversos sectores de actividade, como sejam: área administrativa, comerciais, gestores de produto, técnicos financeiros, técnicos de controlo de crédito. Nas lojas estão disponíveis PC para que o candidato possa consultar as ofertas do mercado e realizar de imediato a sua candidatura ou até apresentar espontaneamente o currículo. Mas o processo não finda aqui. Ainda no local, é encaminhado para um dos consultores da Egor, que fará uma entrevista prévia para analisar o perfil e experiência profissional do proponente.

Para Rui Silva, o conceito demonstra a constante capacidade de inovar da Egor e não deverá ficar-se por aqui. Aveiro poderá receber o próximo Job Center, embora ainda não exista data prevista para esta candidatura. Segundo o responsável, as lojas abrirão à luz de uma lógica de crescimento sustentado.



OUTRAS NOTÍCIAS
Empresas contratam a Norte

Empresas contratam a Norte


A crise bateu forte e feio nas regiões Norte e Centro, onde o colapso de muitas indústrias assentes no trabalho intensivo acabou por ter um efeito avassalador em especial sobre a popula&...

Mais poder aos trabalhadores

Mais poder aos trabalhadores


Marisa Antunes O seu chefe é centralizador? A companhia onde trabalha é demasiado burocrática nos procedimentos, sente que poderia ser mais produtivo se o seu superior hier&aac...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Área Jurídica

Assembleia da República

Business Development Assistant

ARC International Design Consultants