Notícias

Cozinha com glamour

Cozinha com glamour

A maternidade mudou-lhe a vida mostrando-lhe uma oportunidade de negócio que decidiu agarrar de corpo e alma. Aos 30 anos, Marisa Gargaté deixou um emprego por conta de outrém pelo sonho de fazer vingar a sua ideia de negócio. Hoje, dois anos mais tarde, a COOKIT for you coloca refeições congeladas cheias de sofisticação na mesa de muitos portugueses e até já tem um restaurante.
04.11.2010 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Está longe de ser apenas mais uma empresa que confeciona refeições. A COOKIT for you is fá-lo com sofisticação e inovação, aplicando aos seus meios produtivos a tecnologia cook-chill que até aqui era utilizada na alta cozinha, mas não mercado para o consumidor. A mentora do projeto é a jovem gestora Marisa Gargaté que depois de ser mãe procurou no mercado um serviço de refeições prontas a consumir que cumprisse os seus requisitos de qualidade e a aliviasse da tarefa de conciliar as suas rotinas familiares com a profissão e a maternidade recente. Face às dificuldades que encontrou, decidiu materializar a sua ideia de negócio. Hoje, a Cookit mais do que disponibilizar refeições prontas a consumir, tem já um espaço físico que engloba uma zona de restauração e até enviar um chef a sua cara para lhe preparar o jantar.

“A Cookit apresenta-se como uma marca apelativa de um conjunto de produtos alimentares de características gourmet, utilizando uma tecnologia de conservação eficaz e segura que no local de consumo, aquando o aquecimento, combinando a temperatura e humidade, garantem toda a segurança microbiológica e a preservação do valor nutricional dos alimentos tornando-os numa excelente solução para se poder dispor de uma refeição mais complexa, em casa de forma rápida e a um preço acessível”, explica Marisa Gargaté. Através da tecnologia cook chill – que engloba a confeção de alimentos, seguida de um rápido arrefecimento e acondicionamento em vácuo, sempre com temperaturas controladas - a empresa que lidera coloca no mercado três linhas de refeição: Casual (uma linha pensada para refeições diárias), Gourmet (pensada para momentos mais especiais) e a Baby & Kids (especialmente concebida para os mais pequenos a partir dos seis meses deidade). As refeições são confecionadas por chefs de cozinha, com a coordenação do chef Carlos Çonçalves, e entregues ao domicilio mediante marcação prévia. A empresa disponibiliza ainda um serviço de catering e tem nas suas instalações uma zona de restauração para todos os que queiram provar estas refeições.

Criada em 2008, debaixo da sombra da crise, a COOKit exigiu da parte de Marisa Gargaté um grande investimento pessoal. A empreendedora que deixou um emprego por conta de outrém para criar a empresa que hoje dá trabalho permanente a seis pessoas e recorre pontualmente a outsourcing , materializou todo o projeto com recurso a capitais próprios e algum financiamento à banca. “A empresa exigiu um investimento considerável na criação da marca e antes da abertura ao público tivemos de nos dedicar à investigação, desenvolvimento e teste dos produtos que íamos comercializar. Ou seja, foi obrigatório suportar desde logo custos com todos os técnicos e consultores responsáveis pelo produto, bem como com as ferramentas, utensílios e matérias-primas, sem dai retirarmos qualquer retorno imediato”, explica Marisa.
Um investimento que ainda não foi recuperado, mas que a empreendedora espera possa ficar mais perto já no próximo ano ainda que tenha já em estudo perspetivas de expansão da atividade da empresa. “Neste momento é necessário consolidar o que existe para poder arriscar por outros caminhos, mas o papel do empreendedor é estar sempre atento ao mercado e às oportunidades que este apresenta. Há sempre espaço para inovar”, acrescenta.

Criada em plena conjuntura de crise, a COOKit é o resultado do investimento de uma empreendedora sem medos que fintou a adversidade económica com um conjunto de estratégias que ainda hoje aplica no seu negócio. “Foi e é obrigatório um controlo intensíssimo e desgastante dos custos, motivar constantemente a equipa e os colaboradores e não desistir nunca de procurar novas oportunidades, ser determinado e persistente e estar disposto a correr riscos, pensar sempre mais à frente e antecipar necessidades que permitirão fazer a empresa evoluir”, relembra Marisa Gargaté. Uma fórmula de sucesso que se revelou fundamental para que a empreendedora vencesse todas as adversidades que entretanto foi encontrando no caminho.

Da exaustiva avaliação do mercado até à investigação sobre o método e à viabilização da empresa, os principais entraves foram para a empreendedora “a burocracia, os custos desnecessários e os licenciamentos”. Uma realidade que para Marisa Gargaté é fundamental mudar. “Há em Portugal muito boas ideias e inovadoras, mas como as dificuldades e formalidades administrativas são tantas, acabam por ficar na gaveta”, lamenta a empresária.

BI Empresarial

Nome:
Marisa Gargaté
Idade:
32 anos
Designação da empresa:
COOKIT for you
Área de atividade: Confeção e comercialização de refeições prontas a consumir, através de uma tecnologia inovadora que assegura a manutenção das características de uma refeição acabada de confecionar
Ano de criação:
2008 (Abril)
Local: Lisboa
Empregos criados:
seis permanentes, recorrendo à prestação de serviços e ao outsourcing sempre que necessário.
Estratégias para fintar a crise:
Controlo intenso dos custos, motivar permanentemente os colaboradores, não desistir de procurar sempre novas oportunidades e estar um passo à frente do mercado.
Sítio online:
www.cookit.pt



OUTRAS NOTÍCIAS
Outplacement: o salva-vidas

Outplacement: o salva-vidas


A conjuntura particularmente adversa que se prevê para o próximo ano, poderá conduzir a um aumento dos despedimentos no país. O outplacement é para muitos candidatos,...

Novos horários geram emprego

Novos horários geram emprego


A batalha da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) pela abertura das grandes superfícies aos Domingos e feriados durou 14 anos. Uma semana depois ...

Passaporte para a empregabilidade

Passaporte para a empregabilidade


Chama-se Passaporte RH e o objetivo é posicionar-se no mercado como uma porta de entrada para o emprego para os recém-licenciados numa das áreas onde o desemprego faz mais v&iacut...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


PROJECT COORDINATOR

Michael Page Portugal

ARQUITETO GRÂNDOLA

Michael Page Portugal