Notícias

Construlink caça talentos

A Construlink quer fechar 2010 atingindo a fasquia dos 60 colaboradores. A empresa está a recrutar quadros e quer reforçar o seu investimento na Administração Pública.
25.06.2010 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



A empresa especializada no desenvolvimento de plataformas e-business Construlink, mantém em 2010 a rota de crescimento que iniciou em 2008 e perspetiva fechar o ano com 60 colaboradores, num claro investimento na captação novos talentos e retenção dos 44 profissionais que integram atualmente os quadros da empresa.
Em 2009, a Construlink cresceu 100% no número de colaboradores e atingiu os 2,5 milhões de euros de faturação, prevendo para este ano alcançar os 4,5 milhões de euros. Um reforço que será transversal também ao número de colaboradores. A empresa que foi agora, e pela primeira vez, distinguida pela Exame/Heidrick & Struggles como uma das Melhores Empresas para Trabalhar, com 83,57% de nível de satisfação dos colaboradores apurado, mantém a sua estratégia de recrutamento. À semelhança do que aconteceu em 2009, também agora a Construlink quer captar para sua equipa “os melhores talentos recém-licenciados ou com pouca experiência que pretendam evoluir e construir uma carreira sólida dentro da empresa”, explica Pedro Paulo, CEO da Construlink. Segundo o responsável, 76% dos colaboradores da empresa têm formação superior.

“O negócio da Construlink advém de três grandes áreas de negócio, um portal essencialmente vocacionado para a área da Construção Civil e Engenharia Civil (Portal da Construção) e duas plataformas de compras, uma direcionada para o Setor Público (compras públicas) e outra para o Setor Privado (mercado aberto). Paralelamente existe um desenvolvimento à medida, sempre que a dimensão o justifique”, explica o responsável. Em 2009, a empresa ganhou a implantação a nível nacional da solução de contratação do Instituto do Emprego e Formação Profissional, a implementação de um sistema informático de apoio à re-engenharia dos processos associados à execução da contratação nas Estradas de Portugal e também a execução eletrónica do planeamento do Parque Escolar, apresentado pelo Governo como eixo estratégico para o país.

Diz Pedro Paulo que 2010 será um ano marcado pelo alargamento dos serviços e produtos junto da atual carteira de clientes e pelo desenvolvimento de soluções específicas para novas áreas de negócio. Tarefas para as quais quer continuar a captar os melhores talentos nacionais.



OUTRAS NOTÍCIAS
Você é workaholic?

Você é workaholic?


Há quem seja valorizado pela sua determinação, capacidade em superar obstáculos e dedicação. Há quem tenha tal preocupação com o desempen...

Mudança gera felicidade

Mudança gera felicidade


Dinheiro é importante, mas nos dias que correm é cada vez maior a percentagem de colaboradores que está disposto a mudar para um emprego que assegure a realização de...

Mobilidade cativa trabalhadores portugueses

Mobilidade cativa trabalhadores portugueses


Cerca de 69,6% dos profissionais portugueses no activo admitem a possibilidade de abraçar um projecto laboral no estrangeiro e 84,6% mudariam de cidade por razões laborais. A conclus&ati...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNT MANAGER - INCENTIVOS À I&D

Michael Page Portugal

ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal