Notícias

Cincork treina líderes da cortiça

Cincork treina líderes da cortiça

O Centro de Formação Profissional da Indústria da Cortiça (Cincork) uniu-se à Universidade de Aveiro para dar forma a um programa de formação inovador. O curso Avançado de Gestão Industrial na Fileira da Cortiça tem a sua primeira edição agendada para  o próximo ano está direcionado para profissionais e empresários que desenvolvam atividade na indústria corticeira.

23.11.2014 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Com um currículo estruturado em quatro módulos distintos, o programa avançado de Gestão Industrial na Fileira da Cortiça será lecionado por professores do Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial e do Departamento de Engenharia de Materiais da Universidade de Aveiro. O primeiro módulo, com uma duração total de 14 horas, está focado na Gestão de Operações e Sistemas de Produção Lean e visa segundo ambas as instituições responsáveis pela formação “sensibilizar os formandos para a importância da gestão das operações e de como a utilização de sistemas de produção lean podem constituir uma fonte de vantagem competitiva para as organizações da fileira da cortiça”.

No segundo módulo da formação – “Estratégia e Internacionalização” – a prioridade do Cincork e da Universidade de Aveiro vai para a necessidade de dotar os formandos com um conjunto de elementos que lhes permitam compreender e interpretar o funcionamento das organizações numa ótica empresarial alargada. Para isso, António Carrizo Moreira e Marco Diniz Pimpão, os formadores responsáveis por este módulo, levarão os participantes a refletir sobre temáticas tão diversas como a estratégia e a competitividade empresarial, a internacionalização de empresas, a importância do fator cultural em negócios internacionais e os transportes e perspetivas legais internacionais.

O curso contempla ainda dois outros módulos: Novos Materiais e Processos e Desenvolvimento de Novos Produtos. No primeiro, o propósito é “sensibilizar os formandos para as novas possibilidade que se podem abrir em resultado da aplicação de novos materiais e processos”, como explica a organização do curso reforçando a prioridade que será dada à partilha de conhecimentos em áreas como as propriedades e aplicações de materiais, os processos de fabrico e a reciclagem de produtos e materiais. No módulo “Desenvolvimento de novos produtos”, o objetivo do curso é sensibilizar abordar a relevância da inovação e da tecnologia ao serviço do sector. Ao longo das 14 horas que compõem este modulo, serão focadas questões como os novos produtos e processos de inovação, a voz do consumidor e a geração de ideias, as técnicas de desenvolvimento de novos produtos ou a organização e liderança. O curso prevê a inscrição isolada em apenas alguns módulos e as candidaturas estão já a decorrer.



OUTRAS NOTÍCIAS
Tecnológicas aumentam contratações

Tecnológicas aumentam contratações


Nos próximos três anos, as contratações no sector nacional das tecnologias de informação deverão aumentar 30%, a um ritmo de crescimento de 10% ao ano. ...

1500 estagiários a caminho das autarquias

1500 estagiários a caminho das autarquias


O diploma prevê que as autarquias possam contratar até 1500 jovens licenciados que se encontrem em situação de desemprego. A abertura dos processos de recrutamento é ...

4 regras para brilhar no Linkedin

4 regras para brilhar no Linkedin


Os dados mais recentes do inquérito anual de social recruiting, da plataforma de recrutamento social Jobvite, comprovam o poder das redes sociais no recrutamento. Segundo as conclusões d...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT - TREASURY - PSA BANK

Spring Professional Portugal

ACCOUNTING QUALITY CONTROLLER-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER ALBUFEIRA

Michael Page Portugal