Notícias

Católica é escola de elite em Direito

Católica é escola de elite em Direito

A Católica Global School of Law entrou este ano para a restrita listagem do Global Legal Report do Financial Times, estando listada como uma das melhores instituições do mundo com programas que asseguram o grau de Mestre em Direito. O ensino é rigoroso e os requisitos de admissão também.
03.02.2011 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Foi premiado em 2009 pela Fundação Gulbenkian como um dos programas mais inovadores no domínio educativo. O LL.M. ( Master of Laws ) – Law in a European na Global Context – é um dos mais procurados cursos da Católica Global School of Law , mas a oferta formativa desta escola que aborda o Direito numa perspetiva transnacional não se restringe a este programa. A sua visão internacional do Direito atrai cada vez mais estudantes estrangeiros de reputadas universidades internacionais e já colocou a instituição na lista do Global Legal Report do Financial Times .

O que leva um aluno estrangeiro a trocar Yale por Lisboa para ingressar na Católica Global School of Law ? Para Luís Barreto Xavier, diretor da escola, “a Católica Global School of Law é um projeto pioneiro ao nível da investigação e formação jurídica no país que, além de ter um corpo docente maioritariamente internacional, consegue atrair alunos das mais reputadas faculdades de Direito do mundo”. Luís Xavier acredita que o sucesso desta escola que, refere, “já é apontada como uma escola de elite no domínio do Direito”, se deve em grande escala ao facto de “apostar constantemente na inovação em linha com a evolução do mundo jurídico e da sociedade, ter a presença de alguns dos mais influentes académicos e profissionais do mundo nesta área, utilizar novos métodos pedagógicos e uma imensa exigência de trabalho fora de aula, bem como uma rigorosa seleção dos alunos”.

Uma fórmula de sucesso que fez com que a Católica Global School of Law integrasse este ano a restrita listagem composta por 62 instituições de todo o mundo do Global Legal Report do Financial Times , onde apenas figuram os melhores entre os melhores programas de LL.M ( Legum Master ) do mundo, uma formação que assegura o grau de Mestre em Direito. E são neste momento dois os cursos de elite da escola. O LL.M Law in a European and Global Context , é dirigido a recém-licenciados que desejam contactar com vários domínios do Direito, à luz de uma nova visão que toma em conta o contexto europeu global. “Este curso proporciona a exposição dos alunos a uma verdadeira seleção mundial de professores”, refere o diretor da escola. É dirigido por Joseph Weiler (NYU) e Miguel Poiares Maduro (Florença, Católica e Yale) e foi premiado em 2009 pela Fundação Gulbenkian pela inovação do seu programa educativo.

Além desta Master , a escola integra na sua oferta também o Advanced LL.M em Internacional Business Law “ que se dirige a profissionais com experiência e visa o aprofundamento do Direito Internacional dos Negócios”, explica Luís Barreto Xavier. O curso combina, segundo o diretor, uma aproximação à common law com atenção ao Direito Europeu e prepara advogados em escritórios ou empresas para a globalização do mundo dos negócios e da advocacia. Dai, a importância do corpo docente maioritariamente internacional composto por professores americanos, britânicos e provenientes de países tão diversos como a Holanda, Alemanha ou Suíça.

Com uma taxa de empregabilidade de 100%, esta escola acolhe neste ano letivo cerca de 60 estudantes, metade dos quais de nacionalidade estrangeira. Uma procura que para Luís Barreto Xavier se deve “ao reconhecimento da qualidade e da originalidade do projeto da Católica Global School of Law , mas também ao excelente ambiente entre os estudantes, ao facto do curso ser lecionado em inglês e da universidade ser já alvo de recomendação por parte de outras instituições internacionais”. Os alunos que concluíram no ano passado o LL.M Law in a European and Global Context , encontram-se a trabalhar ou estagiar, em Portugal ou no estrangeiro, em diferentes instituições ou escritórios de advogados. “A única exceção são os alunos que se encontram a preparar a tese de mestrado que é opcional ou que foram admitidos em programas de doutoramento.

Luís Barreto Xavier não tem dúvidas de que o sucesso dos profissionais formados na Católica Global School of Law se deve ao facto dos seus cursos proporcionarem uma “formação diferenciada e exigente, ideal para a colaboração com organizações que procuram candidatos com skills e mundividências sofisticadas, preparados para trabalhar com diferentes ordens jurídicas e para negociar com profissionais com diversos backgrounds, e com nível perfeito de inglês”.

Para integrar esta escola é necessário ser licenciado em Direito por uma boa universidade, possuir um CV académico e profissional exemplar, ter um percurso com dimensão ou ambição internacional, um excelente domínio do inglês e motivação para um curso que exige muito trabalho e oferece formação internacional. Tudo isto para integrar uma escola que prepara juristas a uma escala cada vez mais global e onde é extensa a lista de alunos que não cumprem os rigorosos requisitos de admissão.



OUTRAS NOTÍCIAS
A arte de bem negociar

A arte de bem negociar


Será, porventura, uma das ferramentas mais essenciais nos dias que correm para manter a sobrevivência profissional. A arte de bem negociar esteve em foco esta semana na AESE – Escola de D...

Microsoft forma diretores ecolares

Microsoft forma diretores ecolares


A Microsoft lançou esta semana a segunda edição do Programa de Desenvolvimento Líderes Inovadores, que realiza em parceria com o Ministério da Edução. ...

Emprego certo ainda antes do final do curso

Emprego certo ainda antes do final do curso


A adversidade que caracteriza a conjuntura económica nacional não atinge todos os recém-licenciados. 85% dos finalistas do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Em...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA