Notícias

Bene farmacêutica recruta em Portugal

Bene farmacêutica recruta em Portugal

A Bene Farmacêutica entrou em território nacional e tem por meta atingir um volume de negócio de 15 milhões de euros já em 2011. Para isso está a constituir uma equipa de peso.
21.10.2010 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



A empresa de raiz familiar Bene farmacêutica, filial da multinacional alemã bene-Arzneimittel, vai alargar a sua atividade a Portugal e para tal está apostar no recrutamento. Depois dos cerca de 40 colaboradores que assegurarão o arranque da empresa em território nacional, a Bene prevê continuar a recrutar em 2011, ainda que moderadamente e sempre em função das exigências do mercado e da sua estratégia de expansão.

A terapêutica da Dor estará na base da atuação da farmacêutica em território nacional. Sob o lema “A vida é mais vida sem dor”, a Bene tem como objetivo cobrir todas as necessidades terapêuticas específicas no tratamento da Dor, colocando no mercado português, em dois anos, entre seis a oito novos fármacos. Atualmente, a empresa tem quatro produtos no seu portfolio, entre os quais o analgésico líder em Portugal.

Para entrar em território luso, esta empresa de raiz familiar reuniu uma equipa de 37 profissionais, com forte enfoque nas equipas comerciais. Setor para o qual deverá continuar a recrutar no próximo ano. Ao todo são 21 delegados de informação médica com a missão de conquistar todo o mercado no continente e ilhas, nas especialidades de Clínica Geral, Pediatria, Ortopedia, Reumatologia e Estomatologia. Paralelamente, a estes profissionais caberá também a tarefa de realizar visitas a farmácias comunitárias, enfermeiros e unidades da dor dos diversos hospitais nacionais.

No próximo ano, a Bene quer atingir um volume de negócios de 15 milhões de euros em território nacional e introduzir dois novos produtos no mercado. A previsão da empresa é vender mais de 11 milhões de unidades e colocar-se entre as três primeiras empresas em Portugal, em matéria de volume de unidades vendidas. Para tal, perspetiva continuar a investir no recrutamento de, no mínimo, mais dez novos colaboradores.

Segundo Frank Tischler, diretor-geral da Bene Farmacêutica, “nos últimos anos, a Industria Farmacêutica tem sofrido, a nível global, profundas transformações e isso reflete-se a nível local: grandes fusões e aquisições, maior penetração dos medicamentos genéricos e alterações no formato tradicional da visita médica”. Diz o especialista que “tudo isto originou um crescimento do desemprego entre os profissionais do setor, principalmente ao nível dos Delegados de Informação Médica”. A meta da Bene é “absorver uma parcela dessas pessoas e, dessa forma, contribuir para melhorar o flagelo do desemprego e promover a economia nacional”, explica Frank Tischer. A farmacêutica nasceu em 1949, na Alemanha, como empresa familiar estando hoje presente em mais de 35 países, através de empresas licenciadas.



OUTRAS NOTÍCIAS
Empresários sem medo

Empresários sem medo


Ainda assim, há quem reavive esta memória e mostre que mesmo perante a crise é possível fazer acontecer e criar negócios com potencial. Diz o provérbio hindu que só depois de morto &...

Accenture dá a mão a 250 mil

Accenture dá a mão a 250 mil


Foi considerada a “Melhor empresa para trabalhar em Portugal com mais de 1.000 colaboradores”, pelo Great Place to Work Institute, em 2009, um troféu a que veio juntar o da revista Exame, para ...

22,7 milhões de empregos para vencer a crise

22,7 milhões de empregos para vencer a crise


Três anos após o inicio da crise financeira, algumas economias mundiais registaram indícios de crescimento e há países onde até são visíveis sina...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

COUNTRY ACCOUNTANT

Spring Professional Portugal