Notícias

b.law quer simplificar o Direito

b.law quer simplificar o Direito

Simplificar os conceitos do Direito e as múltiplas leis e regulamentos, tornando-os compreensíveis para não juristas é o propósito da b.law, uma entidade de formação que nasceu agregada a uma sociedade de advogados para com o objetivo de servir empresas e o público em geral.

28.08.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



As Leis e os vários conceitos do Direito não têm, nem devem, ser um bicho de sete cabeças para as empresas e para o público em geral que não tenha conhecimentos profundos na área jurídica. Foi a partir desta convicção que a b.law foi criada.

A empresa de formação nasceu no seio da atividade da sociedade de advogados Boino e Associados, que mantém como consultora nas matérias jurídicas, a partir da necessidade sentida de formar os clientes empresariais da firma nas matérias jurídicas essenciais ao correto funcionamento dos seus negócios. ?A estrutura autonomizou-se e serve hoje um público mais vasto com uma oferta formativa que cobre as áreas do Direito Fiscal, Direito Comercial, Direito Público, Direito Imobiliário e do Urbanismo, mas também as questões legais relacionadas com a internacionalização de empresas e outras temáticas que se comprovem determinantes para o quotidiano das empresas.

Na essência, explica Antónia Mourão, responsável pela b.law, “o que fazemos é dar formação jurídica a não juristas, através de uma linguagem simples com recurso a inúmeros casos práticos”. Segundo a responsável pela empresa, esta aposta na formação jurídica permite minimizar em muito os vários problemas que surgem no quotidiano das empresas, decorrentes do desconhecimento de leis e normas ou da desatualização desses conhecimentos.?

A b.law oferece cursos presenciais e soluções de formação à medida das necessidades das empresas, organizando também com regularidade conferências temáticas com o objetivo de debater questões que se confirmem relevantes para as empresas e para o público em geral, públicos prioritários da sua intervenção. Antónia Mourão confirma a intenção da b.law de apostar também em formatos de e-learning para os seus cursos, adiantando que a adaptação dos cursos a este modelo está já em desenvolvimento.

Em média, cada curso presencial tem uma duração de quatro horas e decore em Lisboa, Porto e Algarve. A aposta no e-learning insere-se na estratégia da empresa de descentralizar esta formação jurídica para não juristas.



OUTRAS NOTÍCIAS
Financeiros na mira dos recrutadores

Financeiros na mira dos recrutadores


Nos primeiros três meses do ano, a procura de profissionais com especialização e qualificações na área financeira já tinha mostrado sinais de recupera&c...

Sitel quer contratar 600 até ao final do ano

Sitel quer contratar 600 até ao final do ano


A empresa de outsourcing Sitel está a selecionar 150 profissionais para integrar a sua operação nacional. O processo de recrutamento visa preencher as vagas disponíveis nos...

O evangelista tecnológico

O evangelista tecnológico


Nuno Moreira da Silva percebeu cedo que queria consolidar uma carreira como evangelista tecnológico. Por isso, quando a Microsoft Corporation lhe lançou o desafio de deixar a subsidi&aac...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


COMERCIAL - CONSTRUÇÃO CIVIL - ZONA NORTE

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal