Notícias

A startup que quer revolucionar a indústria

A startup que quer revolucionar a indústria

Chama-se Prodsmart, é português e foi criado para facilitar a gestão de produção na indústria. O software desenvolvido por Gonçalo Fortes recolhe dados do chão da fábrica em tempo real, através de sensores ou aparelhos móveis, permitindo monitorizar no imediato e à distância toda a atividade da linha de produção.

28.08.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Acompanhar o ritmo de produção sem ter de estar fisicamente na fábrica é o sonho de qualquer gestor. Gonçalo Fortes, capitalizou toda a experiência que acumulou na fábrica do pai, onde começou como moço de recados, para desenvolver um software capaz de dar resposta a esta ambição e facilitar a vida a quem gere grande produções industriais. ?

O software Prodsmart deu os primeiros passos em 2012, mas na cabeça do seu criador há muito que as ideias já se alinhavam. “Em 2005 tinha fundado a Crazydog, uma empresa de desenvolvimento de software, consultoria e inovação no sector das TI, mas ao fim de nove anos decidi dedicar-me em exclusivo à Prodsmart”, explica o empreendedor enfatizando a ambição que ainda hoje o move: “queria focar-me num único produto e servir o mercado”. É em torno desta premissa que tem desenvolvido o Prodsmart e a empresa com o mesmo nome que entretanto criou.

?Com uma equipa de seis elementos, que deverá ser reforçada a breve prazo, Gonçalo Fortes quer revolucionar a indústria, contribuindo para a celeridade dos processos e a optimização de recursos. “A Prodsmart produz um sistema completo de análise, gestão e otimização de produtividade para fábricas e outras operações de manufatura industrial que dá aos industriais (trabalhadores e gestores) informação relevante para tonar o seu trabalho mais ágil, produtivo e eficiente”, explica.

Entre os três principais benefício da empresa estão a redução do papel utilizado no processo produtivo, uma vez que captura a informação da produção diretamente dos trabalhadores e gestores, tornando o processo de preenchimento de folhas de produção em papel totalmente obsoleto; a possibilidade de recolha de dados diretamente do chão da fábrica, assim que o trabalhador os insere ou diretamente das máquinas, sem necessidade de preencher relatórios e introduzi-los no sistema e, a possibilidade que oferece ao gestor de análise em tempo real sobre o processo produtivo da sua fábrica.

?Segundo o empreendedor, o sistema Prodsmart tem aplicação a todas as indústrias. No entanto, Gonçalo Fortes reconhece que o desafio atual da equipa que lidera são “as indústrias com maior número de mão-de-obra, onde há mais informação perdida em papel e maiores problemas para resolver”. Do sector metalúrgico, ao eletrónico, automóvel, construção, alimentar, têxtil e até à produção de brinquedos, a empresa tem vindo a conquistar terreno.

Gonçalo Fortes
34 anos
Mentor da Prodsmart

Formação:
É licenciado em Engenharia Informática e possui formação adicional nas áreas de Sistemas de Informação Empresariais, Produção e Qualidade.

Área de atuação:
A Prodsmart desenvolveu um sistema completo de análise, gestão e otimização de produtividade para fábricas e outras operações de manufatura industrial que, segundo o seu promotor, “dá aos industriais, tanto os trabalhadores como os gestores, informação relevante para tornar o seu trabalho mais ágil, produtivo e eficiente”.

Data de criação:
2012.

Empregos criados:
Seis, com previsão de novas contratações a breve prazo sobretudo nas áreas consideradas flucrais para a empresa: programação, marketing e vendas.

Público-alvo:?
No limite, a Prodsmart dedica-se a todas as indústria. A equipa está, no entanto, focada em indústrias que tenham muita mão-de-obra e, consequentemente, mais informação perdida em papel.?

Estratégia de gestão:?
“Mais importante que a prudência é, no mundo dos negócios, uma boa gestão de risco”, confirma o empreendedor.



OUTRAS NOTÍCIAS
Zomato contrata 40 para a equipa nacional

Zomato contrata 40 para a equipa nacional


Está em expansão a operação nacional da Zomato, a plataforma digital de identificação de restaurantes. A empresa tem em marcha um programa de identifica&ccedi...

Trabalhar em casa: a qualidade do espaço conta!

Trabalhar em casa: a qualidade do espaço conta!


Os escritórios improvisados podem ameaçar a produtividade e segurança dos colaboradores. O alerta vem da consultora Regus que chama a atenção para a relevância...

O que o digital pode fazer pelo Turismo

O que o digital pode fazer pelo Turismo


O papel do digital no desenvolvimento do turismo português é o tema de destaque da conferência Tourism Innovation Competition, organizada pelo The Lisbon MBA e pelo Turismo de Portu...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

COUNTRY ACCOUNTANT

Spring Professional Portugal