Notícias

Adversidade aumenta espírito de iniciativa

Adversidade aumenta espírito de iniciativa

As crescentes dificuldades em encontrar opções profissionais viáveis, estão a fomentar entre os profissionais portugueses a vontade de empreender e de se tornarem “patrões” de si mesmos. A decisão ainda não chega sem receios, mas segundo Eurobarómetro, são cada vez mais os portugueses que gostariam de criar o seu próprio negócio.
25.01.2013 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Fomentar o empreendedorismo entre os Estados-membros é uma meta clara para Bruxelas que ainda recentemente apresentou um plano para a criação de um mercado europeu de microfinanciamento, com simplificação de estruturas fiscais e eliminação das transferências de empresas, tendo como metam fazer com que a hipótese de criação de autoemprego seja uma realidade para um número cada vez maior de europeus, sobretudo jovens. Portugal é dos países que pode beneficiar com este Plano de Ação Empreendedorismo 2020, já que à luz dos mais recentes dados do Eurobarómetro do Empreendedorismo, 49% dos portugueses optariam por trabalhar por conta própria. Com o desemprego a níveis nunca antes vistos, um número crescente de profissionais portugueses contraria a média da Europa, chamando para si mesmos a responsabilidade de criar emprego. Segundo os dados do Eurobarómetro, em Portugal há um equilíbrio entre o número de profissionais dispostos a criar um negócio próprio (49%) e aqueles que continuam a acreditar que a melhor solução é o emprego por conta de outrém. Uma visão distinta da média da União Europeia, onde para a maioria dos cidadãos (58%) o estatuto de empregado ainda é a melhor opção. À luz das estatísticas, Portugal que sempre foi conhecido pelo seu receio de arriscar no que diz respeito aos índices de capacidade empreendedora, parece estar de facto a encontrar na crise um motor de oportunidade e inovação. São cada vez mais os programas de incentivo à iniciativa empresarial a surgir em Portugal, que contam como uma adesão cada vez maior dos portugueses. Depois de na passada semana terem sido anunciados os projetos vencedores do concurso de Startups Arrisca C, da Universidade de Coimbra e incubadora do Instituto Pedro Nunes, onde foram entregues mais de 200 mil euros em prémios para aplicar na criação de novos negócios, outras portas permanecem abertas para quem pondera passar da teoria à prática e tornar-se empresário. Até 13 de novembro é possível, por exemplo, aceder a um vale de 15 mil euros destinado a suportar todas as despesas inerentes ao desenvolvimento de um plano de negócios, apoio técnico e arranque da empresa no mercado. A verba está disponível desde 24 de outubro, é a fundo perdido e resulta, do apoio de fundos europeus. Mas além de outros projetos que podem apoiar potenciais empreendedores (ver caixa), há também um investimento crescente no fomento à iniciativa empresarial pela via da formação. O LEAP, plataforma de desenvolvimento empresarial do The Edge Group, vai receber o “Ser Empreendedor”, um programa de formação concebido pela Intrinsic, que se apresenta como alternativa ao outplacement e como resposta ao emagrecimento das estruturas empresariais. Na essência, o projeto destina-se a apoiar um público que, na iminência da saída da organização para a qual trabalha, equaciona desenvolver um projeto próprio em alternativa a uma reintegração no mercado de trabalho por conta de outrem Tudo para minimizar o risco e meto inerente a criar um negócio próprio.


OUTRAS NOTÍCIAS
REN ensina a gerir finanças

REN ensina a gerir finanças


Os funcionários da REN vão passar à lupa as medidas previstas no Orçamento de Estado para 2013 (OE2013). A empresa concebeu um programa de formação pensado para ajudar os colaboradores a minimizar o i...

Engenheiros lideram remunerações

Engenheiros lideram remunerações


Economia, Gestão, Engenharia e Sistemas de Informação continuam a ser as áreas de formação mais bem remuneradas em território nacional. Ainda assim, um estudo salarial agora divulgado pela empresa de ...

Concurso para médicos e enfermeiros na calha

Concurso para médicos e enfermeiros na calha


O ministro da Saúde, Paulo Macedo, anunciou esta semana a intenção do Governo lançar novos concursos com vista à contratação de médicos e enfermeiros, sobretudo na área dos cuidados primários, para os...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA