Notícias

Universidade para todos

04.07.2003


  PARTILHAR





Fernanda Pedro


PARA QUEM tem apenas o 4º ano ou a escolaridade obrigatória, poderá ainda experimentar a sensação de tirar um curso na universidade.

A possibilidade de estudar numa faculdade pode estar ainda ao alcance de qualquer um. Para isso, basta inscrever-se nos minicursos da Universidade Independente.

Os candidatos a estes cursos podem escolher entre a História, a Filosofia, a Gestão, a Arte, os Recursos Humanos, as Línguas e as Ciências da Educação.

Um projecto pioneiro em Portugal, dirigido a todos aqueles que pretendem enriquecer os seus conhecimentos e apostar na formação ao longo da vida.

Na verdade, foi a pensar na formação contínua que Carlos Nogueira, docente na Universidade Independente em Ciências da Educação, desenvolveu esta iniciativa.

"Há muitos jovens que tiveram de abandonar os estudos e que ainda gostariam de voltar à escola. Também muitos idosos, com mais tempo livre, pretendem adquirir conhecimentos. São pessoas que gostariam de se sentar nos 'bancos' de uma universidade e aprender mais alguma coisa", explica o professor.

Foi nesse sentido, que esta universidade decidiu avançar com um projecto desta natureza, mesmo porque na opinião deste responsável, "a universidade não deve ser estática, mas deve de ir ao encontro das necessidades das pessoas".

Para Carlos Nogueira, as instituições de ensino superior estão de uma maneira geral voltadas para a relação universidade-empresa, "mas devem também apostar na relação universidade-cultura".

Carlos Nogueira adianta ainda que estes cursos são igualmente úteis para as pessoas que querem apostar numa "reciclagem" profissional. "Esta poderá ser também uma forma de muitos profissionais adquirirem mais competências e conseguirem uma especialização", explica o responsável.

Os temas desta formação são vários, como por exemplo: "Gerir a Carreira e a Pessoa: os desafios colocados aos gestores do século XX", "Gestão em Empresas Familiares", "A evolução demográfica em Portugal no último quartel do século XX", "A problemática da Globalização", "Auxílio dos pais na educação dos filhos", "Como gerir o seu stresse?" e "Educação multicultural".

Para a inscrição nestes minicursos basta ter o 4º ano de escolaridade e pagar 50 euros. Cada curso terá um máximo de 20 horas. Serão ministrados em horário diurno e pós-laboral e aos alunos que completarem os cursos será entregue um certificado.

 





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Diretor-Geral

FAROL ATT - Associação de Tratamento das Toxicodependências