Notícias

TI dominam emprego

15.10.2004


  PARTILHAR




Ruben Eiras


OS EMPREGOS em tecnologias de informação são os que registaram maior crescimento no ano de 2003. De acordo com o «ranking» «Europe's 500», um sistema de classificação criado em 1996 pela associação Europe's Entrepeneurs for Growth, para distinguir as empresas com crescimento mais rápido e que apostam na criação de postos de trabalho, as cinco empresas portuguesas presentes nesta lista mostraram um nível médio de criação de emprego de 17% ao ano e um aumento de vendas de 31%.

As empresas cotadas neste ranking são a Novabase — S.G.P.S., S.A, a Chipideamicroelectronica SA, a Critical Software, SA, a Whatevernet Computing, SA e a Primavera Software, S.A. Isto indica que uma parte significativa do crescimento português está dominada por empresas pequenas e novas, operando em sectores recentes, ligados às tecnologias de informação, à comunicação e à electrónica.

O tamanho conta...

Comparativamente ao resto da Europa, o número de postos de trabalho efectivos criados por este conjunto de empresas é inferior, resultado que provavelmente se fica a dever ao tamanho destas empresas, tendo em conta que a maioria (80%) poderá ser considerada pequena.

Os restantes resultados do estudo mostram que as empresas mais pequenas demonstraram maior dificuldade na criação de empregos e na manutenção de níveis de crescimento. Em média, as 191 pequenas empresas do Europe's 500 apresentaram um aumento anual de criação de postos de trabalho de 30% (comparativamente com os 19% das 253 médias empresas). De acordo com este «ranking», as empresas um pouco maiores (com uma estrutura de recursos humanos na ordem dos 100 a 900 empregados em 2000) são mais resistentes e apresentam maior capacidade de manter o caminho do seu rápido crescimento.

«É essencial que os governos tomem atenção a estes sinais de aviso. A Europa precisa de estimular a criação de emprego e para isso necessita de mais campeões de crescimento», refere Philippe Leonard, Director do «Europe's 500». «Os políticos têm de tentar criar um ambiente empresarial que ajude as empresas mais empreendedoras a criar e manter novos postos de trabalho», remata aquele responsável.

 





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal