Notícias

Skills Jovem treina competências

Skills Jovem treina competências

Os cerca de 620 mil jovens estudantes universitários ou abrangidos pelo programa Garantia Jovem são o público-alvo da plataforma Skills Jovem, que promoverá a formação online gratuita em soft skills visando a sua integração mais facilitada no mercado de trabalho.

17.09.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



O projeto é inovador, foi criado com base numa iniciativa da sociedade civil, com apoio de instituições como o Instituto do Emprego e Formação Profissional e do GRACE e o alto patrocínio do Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, e tem por meta “democratizar o acesso a formação crucial e facilitar a transição dos jovens portugueses para o mercado de trabalho”. O Skills Jovem, recentemente apresentado, vai disponibilizar formação online gratuita a cerca de 620 mil jovens, estudantes do ensino superior ou abrangidos pelo programa Garantia Jovem, independentemente da sua localização geográfica ou poder económico. ?

O projeto é promovido pela LYD - Leading for Greatness e posiciona-se como uma iniciativa da sociedade civil, financiada por empresas, com o objetivo de “facilitar a transição dos jovens para o mercado de trabalho, nomeadamente para o primeiro emprego, democratizando o acesso a formação crucial para a empregabilidade jovem”, explica Rita Alemão, fundadora da LYD. Segundo a responsável, a iniciativa visa fortalecer as soft skills dos estudantes universitários portugueses e “dar-lhes, de forma gratuita, as ferramentas necessárias para adquirirem ou consolidarem competências interpessoais críticas para o seu sucesso no mercado laboral”. ?A plataforma deverá estar operacional durante o primeiro semestre de 2016 e disponibilizará, numa primeira fase, com formação gratuita em seis soft skills: comunicação, resolução de problemas e tomada de decisão, gerir-se a si próprio, trabalho em equipa, profissionalismo e liderança.

Rita Alemão, relembra que “à semelhança dos outros países europeus, as fracas soft skills são uma das principais lacunas identificadas entre as competências desejadas pelos empregadores portugueses e as possuídas pelos recém-licenciados do nosso país”. Um contexto que dá mote a este projeto, acessível a todos os estudantes do ensino superior. O acesso aos cursos de formação previstos terá um valor de inscrição responsável de um euro e vai funcionar com base em metodologias avançadas de formação online, proporcionando uma aprendizagem real.



OUTRAS NOTÍCIAS
Progressão pelo mérito atrai novos cérebros para a ciência

Progressão pelo mérito atrai novos cérebros para a ciência


Nos últimos 12 anos, as equipas de investigadores do iMM Lisboa descobriram novos mecanismos responsáveis pelo crescimento de tumores, desenvolveram potenciais terapias futuras baseadas ...

Militares treinam líderes

Militares treinam líderes


O curso é intensivo, soma oito edições, e de 21 a 25 de setembro vai voltar a recorrer aos métodos de preparação do exército para transmitir aos partic...

Engenharia aumenta popularidade

Engenharia aumenta popularidade


Cerca de 74% das vagas nacionais disponíveis para cursos na área da engenharia foram preenchidas na primeira fase de candidaturas no concurso de acesso ao ensino superior, cujos resultad...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Área Jurídica

Assembleia da República

Business Development Assistant

ARC International Design Consultants