Notícias

Safira aposta na formação

Safira aposta na formação

A tecnológica portuguesa Safira lançou uma nova unidade de negócio vocacionada para a formação de colaboradores e clientes da marca.

05.07.2013 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Os colaboradores e os clientes nacionais e internacionais da tecnológica lusa Safira são o público-alvo do novo projeto da empresa. A marca criou uma nova unidade de negocio – a Safira Academy – pensada para dinamizar formações à medida das necessidades de ambos os alvos. A nova estrutura já está operacional.

A Safira Academy posiciona-se no mercado como uma unidade de negócio autónoma da Safira, a empresa fornecedora de soluções tecnológicas e serviços de consultoria no mercado nacional e internacional. A missão da nova plataforma é não só formar colaboradores e clientes da marca, como também viabilizar “a gestão e a execução de projetos reais em clientes ‘incubadora’, com os quais existe um acordo de parceria”, faz saber a Luís Correia, manager da empresa. A nível interno, o objetivo da recém-criada estrutura passa por melhorar continuamente as competências existentes e adaptá-las às apostas estratégicas da empresa, à rápida evolução tecnológica e ao tipo de projetos com maior procura em cada momento, quer a nível nacional quer internacional. A nível externo, enfatiza o responsável, “a Safira Academy pretende transferir know-how aos clientes nas soluções e metodologias implementadas”. A oferta personalizada “vem reforçar a aposta da Safira na qualificação da equipa que já apresenta um dos mais altos rácios do sector: uma média de dez mil horas de formação anual”, explica Luís Correia.

Potenciar os valores ativos da empresa, sejam eles recursos humanos, produtos e soluções ou referencias de projetos, é o primeiro grande propósito da academia de formação cujos cursos disponibilizados incidem essencialmente no conceito de business agility (Business Process Management, Enterprise Content Management e Operational Decision Management), bem como no desenvolvimento de aplicações móveis e tecnologias base como Java, .Net e Base de dados.

Alem dos cursos em sala de aula, a Safira Academy tem também disponíveis formações em auto-estudo acompanhado, através de uma avançada plataforma de e-learning. A médio prazo, esclarece Luís Correia, “a empresa pretende desenvolver materiais e cursos de formação também em gestão de projetos e noutras áreas não-técnicas (as denominadas soft skills)”. O manager da Safira, responsável por esta unidade, reforça que “o lançamento da SAFIRA Academy surge na sequência do investimento contínuo na qualidade e na atualização tecnológica da equipa” e acrescenta: “com a aposta estratégica na área de Business Agility (BPM, ECM e ODM), cedo percebemos que um fator crítico para o sucesso no mercado global onde atuamos - no ano passado mais de 60% do revenue da SAFIRA foi proveniente de projetos fora de Portugal - seria a preparação e formação dos nossos consultores”.

A SAFIRA tem várias dezenas de consultores certificados e com experiência nesta área, mas as solicitações dos clientes começaram a ser maiores do que a capacidade da empresa em as satisfazer. A academia foi assim criada com o intuito de gerar competências e conhecimento mais alargado nas áreas chave da atividade da Safira, “além de ser um pólo gerador de transferência de conhecimentos para os clientes nas soluções e metodologias implementadas”, explica o manager. No ano passado, a Safira obteve 70 novas certificações IBM e 50 Microsoft, integrando Top3 das equipas com mais certificações Microsoft em Portugal. Todos os Managers da SAFIRA são certificados em gestão de projetos e os colaboradores da empresa têm acesso a mais de 10.000 horas de formação anual - um dos rácios mais elevados no mercado onde se insere.



OUTRAS NOTÍCIAS
Reconversão: o antídoto para o desemprego

Reconversão: o antídoto para o desemprego


Para colmatar essa lacuna, a Universidade de Coimbra prepara-se para lançar, em parceria com a tecnológica ITGrow, um programa de formação profissional – o Acertar o ...

Japão procura investigadores europeus

Japão procura investigadores europeus


A Fundação Canon está a atribuir 15 bolsas de investigação no valor de 22 mil euros, a investigadores europeus que queiram desenvolver a sua atividade no Japã...

Argélia atrai profissionais da construção

Argélia atrai profissionais da construção


Com  uma economia a crescer a uma taxa média de quatro por cento nos últimos anos, a Argélia representa atualmente um aliciante leque de oportunidades para empresas portugues...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT - TREASURY - PSA BANK

Spring Professional Portugal

ACCOUNTING QUALITY CONTROLLER-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER ALBUFEIRA

Michael Page Portugal