Notícias

Os construtores de líderes

28.10.2005


  PARTILHAR




Fernanda Pedro

A HEWITT Associates, uma consultora internacional de recursos humanos, acaba de revelar o Top 10 das melhores empresas europeias para o desenvolvimento de líderes. O primeiro lugar coube à UBS da Suíça, seguida da francesa L'Oreal. A terceira posição foi para a Royal Bank of Scotland, do Reino Unido.

Este estudo envolveu as 100 maiores empresas públicas e privadas da Europa e explorou a relação entre o envolvimento das empresas no desenvolvimento dos seus líderes e a sua «performance» financeira. As empresas foram avaliadas de acordo com diversas variáveis, entre as quais: experiências de desenvolvimento, interacção de líderes sénior, recompensas, cultura organizacional e planos de sucessão.

Os resultados demonstram uma estreita relação entre o desenvolvimento da liderança e a «performance» financeira das empresas. O quarto lugar foi ocupado pela BMW AG, da Alemanha, seguida da Vodafone, do Reino Unido, depois a Deutsche Lufthansa, da Alemanha, e em sétimo lugar a Randstad Holding, da Holanda. A Degussa AG, da Alemanha, a Voith AG, também da Alemanha, e a ING Group, da Holanda são as restantes empresas que constam do Top 10.

Segundo o estudo da Hewitt Associates, realizado a nível europeu, estas empresas consideram a liderança uma prioridade para o crescimento do negócio. Por outro lado, aquelas organizações estão especialmente atentas a novas formas de desenvolvimento, bem como à melhoria da sua estratégia.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Advogado

Anónimo

Advogado

Anónimo

asesor económico/comercial

Embajada en Lisboa