Notícias

O sucesso começa por pensar o futuro

O sucesso começa por pensar o futuro

Pensar a carreira e o futuro e só depois decidir qual o melhor percurso académico para lá chegar é a estratégia que a Nova SBE propõe aos seus alunos. A instituição arranca para o ano letivo de 2015/2016 com 600 alunos de mestrado, metade dos quais estrangeiros, oferecendo-lhes a Semana da Descoberta, uma dinâmica que os convida a conhecer empresas, os sectores e os desafios de cada carreira para escolherem, de um modo informado, o seu futuro.

28.08.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Começar pelo fim. Assim se poderia resumir a estratégia de formação da Nova SBE. A instituição que está cotada entre as melhores escolas de negócios da Europa, recebe na próxima semana os 600 alunos que este ano frequentarão os mestrados da instituição, num formato de aprendizagem inovador. A escola liderada por Daniel Traça arranca o ano letivo com a segunda edição da Semana da Descoberta (Discovery Week). Uma dinâmica de auto-reflexão que convida os alunos a perceber onde querem chegar e qual a carreira que mais se adequa ao seu perfil e ambições, antes mesmo de iniciarem o seu percurso de formação e qualificação.

Para o diretor da instituição, o modelo que se revelou um sucesso no ano passado é a pedra-basilar de todo o percurso formativo que vão consolidar na instituição.?Seis meses após a conclusão do seus mestrados, “todos os estudantes da Nova SBE estão a trabalhar e mais de 40% estão a desenvolver carreiras internacionais”, explica Daniel Traça, diretor da escola de negócios.

A estes números não é alheio o investimento da escola na criação de laços de proximidade com o tecido empresarial nacional e internacional ou o facto da Nova SBE ser, aos olhos do Financial Times, a promotora do mestrado mais internacional do mundo pelo segundo ano consecutivo. Mas não será também alheia a abordagem escolhida pela escola no seu modelo de ensino, que parte de levar os alunos a conhecerem as suas ambições de carreira e o que querem ser profissionalmente para depois, em conjunto com o seu centro de carreiras, comunidade de antigos alunos e docentes, os aconselhar no melhor percurso académico para alcançar esses objetivos. 

Semana da Descoberta
Este modelo é materializado na Semana da Descoberta e em todo um conjunto de atividades que a escola desenvolve ao longo do ano letivo. À semelhança do que sucedeu no ano passado, a Nova SBE volta a receber, já a 1 de setembro, os seus 600 alunos de mestrado com a Descovery Week. Daniel Traça define o programa como “um convite à descoberta onde os alunos são chamados a participar numa semana de reflexão pessoal e de planeamento de carreira, a partir da qual escolhem o seu percurso académico, experiências profissionais, que disciplinas optativas vão preferir, que áreas do mestrado são amis relevantes e em que empresas querem trabalhar”.

O objetivo, garante, é ajudá-los a conhecerem-se e a perceberem onde serão mais felizes, a fazer o quê, e onde é que o seu contributo pode ser mais significativo para o país e para a sociedade. ?Nesta missão colaboram vários interlocutores, desde ex-alunos da instituição com provas dadas no mercado que ao longo desta semana estarão na Nova SBE a partilhar as suas experiências de carreira e responder às questões dos estudantes, ao centro de carreiras da instituição, sem esquecer as várias empresas que se associam à iniciativa. “Na edição deste ano serão 26 empresas de 21 sectores de atividade”, explica Daniel Traça. Além da participação de organizações como a Unicer, Santander, Uniplaces, EDP, L'Oréal, Mercer, Fidelidade, Credit Suisse, entre outras, a Discovery Week da instituição contará ainda com 15 speakers internacionais.?

Segundo o diretor da escola, as candidaturas aos mestrados de Economia e Finanças da Nova SBE aumentaram 50% este ano face ao ano anterior. As vagas também cresceram das 400 registadas no último ano letivo para as 600 preenchidas este ano. Mais de 50% dos candidatos selecionados são estrangeiros, cumprindo a vocação internacional da escola.



OUTRAS NOTÍCIAS
b.law quer simplificar o Direito

b.law quer simplificar o Direito


As Leis e os vários conceitos do Direito não têm, nem devem, ser um bicho de sete cabeças para as empresas e para o público em geral que não tenha conhecimento...

Financeiros na mira dos recrutadores

Financeiros na mira dos recrutadores


Nos primeiros três meses do ano, a procura de profissionais com especialização e qualificações na área financeira já tinha mostrado sinais de recupera&c...

Sitel quer contratar 600 até ao final do ano

Sitel quer contratar 600 até ao final do ano


A empresa de outsourcing Sitel está a selecionar 150 profissionais para integrar a sua operação nacional. O processo de recrutamento visa preencher as vagas disponíveis nos...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal