Notícias

L’Oréal Brandstorm procura 200 novos talentos no marketing

L’Oréal Brandstorm procura 200 novos talentos no marketing

Há 20 anos que a L’Oréal reforça os seus quadros na área do marketing através do Brandstorm, uma competição internacional que, em média, abre as portas deste gigante da indústria cosmética a 200 jovens profissionais todos os anos. 2012 não é exceção e o jogo de captação de talento da marca, já está em marcha. Mas esta não é a única forma de conseguir uma carreira na L’Oréal.
11.05.2012 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Os mais antigos jogos empresariais com cariz de recrutamento, especificamente vocacionados para as áreas do marketing e da comunicação. O L’Oréal Brandstorm foi criado em 1992 e nas últimas duas décadas tem assumido o papel de ponte entre as principais universidades do mundo e a multinacional de produtos de cosmética. Nesta edição, que já decorre, os números voltam a repetir-se. Jovens de todo o mundo competem por um lugar entre as cerca de 200 vagas que a empresa tem em aberto. Em 20 anos o Brandstorm da L’Oréal já atraiu mais 50 mil estudantes de mais de 280 universidade, em 40 países. Para Matthieu Douziech, diretor de recursos humanos da empresa, “esta competição de marketing internacional permite aos alunos colocar em prática a criatividade e o conhecimento, como gestores de marketing internacional de uma das marcas do grupo e ter a possibilidade de iniciar a carreira na empresa, permitindo também à L’Oréal identificar e atrair os melhores talentos à escala global”. E na edição 2012 o desafio que servirá de base à identificação dos jovens talentos do marketing e comunicação, é criar uma linha inovadora de produtos para a marca The Body Shop. Na competição, os candidatos têm quatro semanas para elaborar a respetiva estratégia de marketing e comunicação respeitando os valores da marca, desde os produtos, ao nome de packaging, passando pela comunicação e publicidade, o que permite aos jovens estudantes uma total imersão no ambiente empresarial e um trabalho muito abrangente com uma marca real. Um contexto que para o diretor de recursos humanos se traduz numa “experiência pedagógica e profissional única, que permite reforçar a prioridade dos recursos humanos da L’Oréal que é atrair os melhores talentos, promover a diversidade e maximizar o desenvolvimento e crescimento de colaboradores”. A competição é dirigida a estudantes que ainda não concluíram o mestrado e que integrem as universidades parceira da L’Oréal para este jogo que em Portugal são a Universidade Nova, a católica Lisbon e o ISCTE. O programa compreende várias fases que incluem a pré-seleção dos alunos, a formação de seis grupos finalistas (dois de cada universidade), a final nacional onde o júri escolhe a equipa que irá representar Portugal na final internacional, em Paris, perante os top managers do grupo e contra os finalistas de outros países. Este ano, a representação nacional na final estará a cargo equipa da Universidade Nova de Lisboa, a Super Nova, que contará com o mérito de Rita Belo, Clara Nobre eTomasz Pierog, com o projeto Beauty Secrets from Around the World, uma linha de maquilhagem The Body Shop com um segredo de cada continente, sob o lema cinco valores, cinco segredos, cinco continentes. A equipa vencedora da final internacional, que se realiza em junho, tem como prémio uma viagem à escolha no valor de dez mil euros e a hipótese de integrar a equipa da L’Oréal que anualmente recebe a nível global entre 150 a 200 jovens provenientes desta competição. “Em Portugal, 33 alunos já entraram na L’Oreal através do Brandstorm. Atualmente temos connosco 14 profissionais que foram recrutados através deste jogo”, adianta Matthieu Douziech. O diretor de RH acrescenta que a empresa procura permanentemente talentos e, como diz, “não se trata apenas de recrutar para preencher uma vaga em aberto. Com toda a certeza não vamos perder nenhum dos talentos que vai participar nos nossos business games e recrutaremos nesta edição o número médio que temos vindo a recrutar nas anteriores”. Os grupos participantes no Brandstorm são avaliados e classificados pela sua criatividade, capacidade de análise do mercado, pela coerência face aos valores da marca, capacidade de comunicação e espírito de equipa. A L’Oréal procura através desta competição, mas também em todos os seus processos de recrutamento paralelos, jovens flexíveis, generosos, empreendedores, criativos, ambiciosos, corajosos e que possam ser os gestores do futuro. “Queremos recrutar uma diversidade de talentos para todas as áreas da empresa. Não recrutamos necessariamente pela área de estudo em si, focamo-nos no indivíduo, na sua personalidade, nas suas competências globais (técnicas mas também comportamentais e pessoais) e potencial” explica Matthieu Douziech acrescentando que “mais do que um diploma ou a universidade de onde vêm, são fundamentais as suas características interpessoais”. Marketing, comercial, comunicação, recursos humanos, finanças, research & development, produção e logística são as áreas sobre as quais incide o maior investimento da empresa em matéria de recrutamento, tanto em Portugal como a nível internacional. A característica determinante é comum a todos os países: “queremos perfis que tenham paixão por projetos estimulantes e com a energia necessária para serem bem sucedidos numa empresa flexível e vigorosa”, explica o diretor de recursos humanos, acrescentando que o Brandstorm não é a única porta de entrada na L’Oréal ainda que seja uma importante porta aberta para talentos do mundo inteiro.


OUTRAS NOTÍCIAS
PwC apoia jovens em início de carreira

PwC apoia jovens em início de carreira


A academia de a formação para executivos da consultora PwC vai realizar a edição 2012 da sua Summer School. Trata-se de uma formação orientada exclusivamente para finalistas, recém-licenciados e joven...

Portugal recruta engenheiros agrónomos

Portugal recruta engenheiros agrónomos


A análise detalha das estatísticas relativas às ofertas publicadas em abril, revela que o país procura engenheiros agrónomos e silvicultores. A profissão não lidera as oportunidades d...

Bruxelas quer travar desemprego

Bruxelas quer travar desemprego


A Comissão Europeia está alarmada com a escalada do desemprego entre os 27 Estados-membros e depois de várias abordagens junto dos países promete para dia 30 de maio a apresentação de um leque de reco...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA