Notícias

IPAM apoia alunos no emprego

IPAM apoia alunos no emprego

O IPAM – The Marketing School está a conduzir junto dos seus antigos e alunos programas individualizados de marketing pessoal, com o objetivo de aumentar a eficácia dos seus planos de procura de emprego e integração no mercado de trabalho. A instituição procura assim ajudar os formandos a minimizar os efeitos do atual cenário laboral nacional.

16.08.2013 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Levar os profissionais formados no IPAM – The Marketing School a integrar com sucesso o mercado de trabalho, fintando todas as adversidades do atual cenário nacional, é a grande meta dos dois programas de formação que a instituição de ensino especializada na área do marketing está agora a disponibilizar a antigos e atuais alunos. São dois os programas que prometem mudar a forma de atuação dos candidatos a um emprego, aumentando a taxa de colocações. O Junior Achievement Program e o Career Oportunities estão pensados para quem entra agora no mercado de trabalho, mas também para profissionais que querem mudar de emprego. As inscrições já decorrem.

Com um mercado de trabalho cada vez mais concorrido, com muitos candidatos e poucas vagas disponíveis, o IPAM estruturou duas formações, individuais e personalizadas, que visam aumentar a eficácia na procura e conquista de uma oportunidade de emprego. Entre o Junior Achievement Program e o Career Oportunities, o objetivo é em tudo semelhante – integrar profissionais – mas as especificidades e apostas são distintas. Se o primeiro está pensado para jovens recém-formados que abordam pela primeira vez o mercado de trabalho, o segundo tem uma clara orientação para perfis com experiência e em fase de transição profissional. Em qualquer um dos casos, a instituição adianta que há uma clara aposta em trabalhar as vertentes do marketing pessoal e ensinar os candidatos a vender melhor a sua imagem aos recrutadores.

No primeiro trimestre do ano, os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) punham a claro uma taxa de desemprego jovem de 42,1% em Portugal. O estigma social do desemprego entre os jovens afetava já na altura mais, de 165 mil portugueses com idades entre os 15 e os 24 anos. É nesta faixa etária que o programa Junior Achievement Program procurará atuar. Trabalhando individualmente “com jovens sem experiência profissional relevante e que carecem de ferramentas de suporte para entrar no mercado de trabalho”, o programa abordará questões como a construção do currículo, o registo nos principais sites de recrutamento, o desenvolvimento de uma postura profissional, a preparação de um plano de marketing pessoal, desenvolvimento de networking, apostando ainda na apresentação do candidato aos principais players do mercado de recrutamento nacional e internacional.

Com o Career Oportunities a meta é semelhante, mas o caminho é distinto. Direcionado a profissionais em busca de uma oportunidade transição de carreira ou reintegração no mercado de trabalho este programa assenta, segundo o IPAM – The Marketing School, no desenvolvimento de uma metodologia de abordagem ao mercado de trabalho dividida em três etapas. “A primeira consiste no diagnóstico e identificação de objetivos profissionais e necessidades de desenvolvimento. Segue-se a fase de desenvolvimento de ferramentas de inserção no mercado de trabalho. No último módulo, o profissional define uma estratégia de proximidade com mercado, na qual, entre outras coisas, aprende a fazer chegar o CV ao interlocutor certo, onde e como procurar oportunidades, como evidenciar as “minhas” competências no momento da entrevista de selecção”, explica a instituição.

Na essência, trata-se de ensinar candidatos a um emprego a melhorar as suas capacidades de se “venderem” aos mercado e ensinar-lhes a evidenciar os pontos fortes do seu perfil e experiência. Segundo o IPAM, “a acrescentar às habilitações académicas e as qualificações que possam deter, os jovens têm, mais do que nunca, de se saber “vender” aos empregadores. Aqueles que melhor puserem em prática o seu plano de marketing pessoal são os que terão mais sucesso na difícil batalha que é a entrada no mercado de trabalho”. A duração de ambos os programas varia consoante o perfil de cada aluno, uma vez que qualquer um dos dois programas é concebido de forma personalizada, tendo em conta a situação profissional e o perfil de cada formando.



OUTRAS NOTÍCIAS
Qualificar na indústria do calçado

Qualificar na indústria do calçado


Depois de quase meio século de atividade, o Centro de Formação Profissional da Indústria de Calçado (CFPIC) surge renovado e com nova designação. O org...

Salários variáveis cativam portugueses

Salários variáveis cativam portugueses


Está a aumentar a adesão dos trabalhadores portugueses a uma política salarial sustentada no desempenho. Segundo o último estudo Kelly Global Workforce Index, organizado gl...


"Uma boa parte do atual desemprego já existia e estava mascarado"


Perante a atual conjuntura nacional, sobretudo no que diz respeito ao desemprego jovem, que desafios se colocam às universidades nacionais?Uma boa parte do atual desemprego jovem já exis...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal