Notícias

Inteligência

05.08.2005


  PARTILHAR




Vítor Andrade

ENQUANTO Sócrates, Pinho e outros governantes sedeados em Lisboa vão insuflando discursos com planos tecnológicos, promessas de aposta no conhecimento e na inevitabilidade da inovação aplicada aos processos produtivos, lá longe, no interior esquecido — como agora se diz —, a cidade da Covilhã mostra como se faz. Desde a semana passada que tem em funcionamento o Parkurbis – Parque de Ciência e Tecnologia, que arrancou com sete projectos inovadores promovidos por outros tantos grupos de jovens saídos dos bancos da Universidade da Beira Interior (ver texto ao lado).

O Governo tem ali agora uma oportunidade única de mostrar ao país em que é que vale a pena apostar, apoiando aqueles jovens empreendedores. Se não o fizer, estará a hipotecar a validade do famoso plano tecnológico que tanto apregoa. Os espanhóis, ali ao lado, já piscam o olho aos projectos dos jovens da UBI.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA