Notícias

Inovação ao serviço do sucesso

A partilha pode ser a melhor das armas de uma empresa para alcançar o sucesso e motivar os seus colaboradores. A Mota-Engil criou uma plataforma que permite aos trabalhadores debaterem ideias inovadoras que façam crescer o negócio.
20.01.2011 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Chama-se InnovCenter e é a aposta da Mota Engil Engenharia e Construção para fomentar a inovação e participação dos seus colaboradores no rumo estratégico da empresa. Com o recurso ao InnovCenter, a empresa dá voz ao potencial dos seus quadros espalhados por uma vasta área geográfica à luz do princípio “há ideias que fazem toda a diferença”. O projeto já conduziu à apresentação de 100 ideias, 40 estão em fase de desenvolvimento e aplicação na empresa. O Nielsen Norman Group, distinguiu esta semana a nova plataforma como uma das melhores intranets para 2011.

Unificar e partilhar, reforçando o sentido corporativo e o papel dos colaboradores e do seu talento enquanto fator decisivo no sucesso da empresa, é a principal meta do InnovCenter da Mota Engil. A plataforma está aberta a todos os colaboradores da empresa, com o intuito de partilhar ideias, experiências e desenvolver novas soluções que coloquem a construtora na dianteira da inovação no seu setor de atividade. A nova plataforma foi desenvolvida no âmbito de uma parceria entre a empresa, que contribuiu com o know-how de gestão e inovação, e a WeListen, que forneceu a consultoria e o desenvolvimento de software que suporta essa gestão.

E a verdade é que a solução foi traçada para o sucesso. Desde que foi implantada a plataforma já foi analisada como case-study para uma tese de mestrado da Universidade La Sapienza (em Roma), apontada como exemplo a seguir num estudo da MWD Advisors e foi até considerada como um dos seis use cases do livro “ Enterprise Social Networking and Collaboration ” de Martin Butler, entre outras menções de destaque.

Segundo o presidente do Nielsen Norman Group , “o InnovCenter da Mota-Engil incentiva e permite identificar ideias inovadoras desde o momento da sua conceção até à sua conclusão”. O responsável acrescenta ainda que “esta é uma ferramenta poderosa em matéria de inovação pois facilita a participação e a partilha de informação entre colaboradores, o que possibilita a implementação de projetos de sucesso em toda a empresa”.

A expansão da plataforma dói faseada e feita por departamento. Atualmente estão envolvidos no InnovCenter cerca de 500 colaboradores de oito direções. Sete meses após a sua implantação no universo Mota-Engil, foram já apresentadas 100 ideias das quais 40 estão em fase de desenvolvimento ou já terminadas. O funcionamento da plataforma é simples. “Cada colaborador pode submeter na plataforma uma ideia que responda a um desafio da organização. Essa ideia pode ser comentada e melhorada pelos outros colaboradores da organização”, faz saber a Mota-Engil.

Após este período de ‘debate público' os projetos mais inovadores são submetidos à aprovação da Comissão de Inovação, composta por elementos da administração e diretores executivos da empresa. Caso o projeto venha a ser aprovado, a plataforma fornece ferramentas de gestão de risco, planeamento, controlo de custos e análise de riscos, bem como ferramentas para partilha de informação e sugestões. Em termos globais, “graças a esta plataforma todo o conhecimento disperso na comunidade de colaboradores do grupo pode ser reunido, os melhores projetos podem ser implementados e os colaboradores assumem uma voz mais ativa dentro da organização”, salienta a empresa. Fatores que já levaram o InnovCenter a ser apontado como um exemplo a seguir em matéria de inovação.

Para Rui Campos, diretor da Performance, Tecnologia e Inovação da empresa “numa indústria altamente competitiva e geograficamente muito dispersa, vemos o InnovCenter como um meio de potenciar os saberes e ideias dos nossos colaboradores”. O diretor adianta que “a plataforma veio dar voz à comunidade Mota-Engil Engenharia, permitindo que todos participem no desafio de tornar a organização mais dinâmica e coesa, para dar resposta aos desafios futuros”.

 



OUTRAS NOTÍCIAS
Licenciados sem trabalho

Licenciados sem trabalho


Ser detentor de uma licenciatura há muito que deixou de ser garantia de empregabilidade. As estatísticas já o comprovavam antes e agora voltam a reforça esta teoria. De aco...

O melhor do franchising nacional

O melhor do franchising nacional


Está de volta mais uma edição dos Prémios de Franchising. Pela quinta vez, o Instituto de Informação em Franchising (IIF) distingue o melhor do franchising e...

Construção perdeu 190 mil trabalhadores

Construção perdeu 190 mil trabalhadores


O setor da construção em Portugal vive dias difíceis. De acordo com dados da Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Área Jurídica

Assembleia da República

Business Development Assistant

ARC International Design Consultants