Notícias

Fórmula inovadora ajuda a encontrar emprego

Fórmula inovadora ajuda a encontrar emprego

A final da primeira edição do "So You Think You Can Pitch" contou com 60 candidatos. Para na segunda edição quer superar esta fasquia.
06.05.2011 | Por Maribela Freitas


  PARTILHAR



«So you think you can pitch» é o nome de uma iniciativa de networking que reúne empresas que compram trabalho e pessoas que querem trabalhar. Durante cinco minutos os participantes têm a oportunidade de mostrarem a um grupo alargado de entidades que estão a recrutar porque são o candidato ideal. Os interessados em participar neste evento podem inscrever-se até ao próximo dia 17 de maio e mostrarem o seu valor no mercado de trabalho.

Esta iniciativa é promovida em parceria pela agência de criatividade de Braga, a Spark Agency e pelo novo centro de negócios da mesma cidade, o Factory Business Center. Em conjunto decidiram apostar num novo formato de comunicação e recrutamento, com base no networking. “A primeira edição decorreu em março, mas houve uma série de empresas que nos pediram para dar continuidade ao projeto e surge assim esta segunda edição” , conta Miguel Gonçalves da Spark Agency.

No So Pitch o recrutamento é feito com base no networking, onde os participantes apresentam o seu trabalho com o objetivo de encontrar a função e a empresa que mais se adequa ao seu perfil. A iniciativa dirige-se a quem procura uma oportunidade de trabalho e quer apresentar-se ao mercado como uma proposta de valor, independentemente da área de formação.

Mas como é que funciona o So Pitch? Os interessados em participar devem inscrever-se até 17 maio no site www.soyouthinkyoucanpitch.org preenchendo um formulário. “Até agora temos perto de 800 pessoas inscritas” , revela Miguel Gonçalves. A partir da inscrição os candidatos vão ser selecionados e passam à primeira fase do processo que vai ser repartida pelos dias 19, 20 e 21 de maio, em Braga e pelos dias 26, 27 e 28 de maio, em Lisboa. Nestas duas cidades os selecionados apresentam-se através de um ‘pitch' de dois minutos a um painel de jurados composto essencialmente por empresários e empreendedores, onde mostram quem são, o que procuram e o que os torna únicos. Daqui apenas 100 vão passar à final, marcada para 17 de junho, no Porto, onde se apresentarão a mais de 100 empresas.

“Antes da final os 100 selecionados vão ser sujeitos a um workshop de cinco horas em que os vamos preparar para se apresentarem como um produto” , conta Miguel Gonçalves. A preparação vai ter como base três ideias: as empresas compram trabalho; o teu trabalho é o teu produto e; produto que não está à mostra não se vende.

Na final os candidatos vão ser divididos em grupos de 20 por cinco áreas de atuação: design, tecnologia, gestão, marketing e comercial. Podem ainda participar todos aqueles que tenham uma ideia de negócio e queriam apresentá-la a um grupo de potenciais investidores. Cada área terá um painel de empresários e os participantes terão mais uma vez dois minutos para mostrarem o que valem e mais três minutos para interagir com os seus interlocutores. Miguel Gonçalves explica ainda que “após esta sessão mandamos o perfil para os empresários e posteriormente podem agendar entrevistas e reuniões com os candidatos que mais gostaram” . Por outro lado, os candidatos ficam a saber as empresas a quem chamaram a atenção.

Na primeira edição estiveram 60 candidatos na final e cerca de metade foram colocados em empresas como Primavera, F3M, McCann-Erikson e BES. Para a presente edição, Miguel Gonçalves espera igual sucesso.



OUTRAS NOTÍCIAS
Engenheira biológica aposta na agricultura

Engenheira biológica aposta na agricultura


Susana Caseiro acredita que cada pessoa controla o seu destino. Engenheira biológica de formação resolveu apostar na área da agricultura e criar um negócio seu. Matu...

Treino militar forma líderes empresariais

Treino militar forma líderes empresariais


A partir de 16 de maio o Campo Militar de Santa Margarida vai receber recrutas muito especiais. Não querem fazer carreira nas forças armadas, nem têm aspirações milit...

Portugal cresceu 193% no número de licenciados em ciências

Portugal cresceu 193% no número de licenciados em ciências


Portugal é o país da União Europeia (UE) que mais cresceu, entre 2000 e 2008, no número de licenciados em Matemática Ciências e Tecnologia. Os progressos educa...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Área Jurídica

Assembleia da República

Business Development Assistant

ARC International Design Consultants