Notícias

Formação é essencial

Mesmo para desempenhar um cargo em regime temporário, é necessário apostar na formação. A maioria dos empresários deixa essa tarefa às Empresas de Recursos Humanos
23.02.2007


  PARTILHAR



Fernanda Pedro
A formação é sempre importante para qualquer actividade profissional. Mesmo para o Trabalho Temporário (TT) são exigidos ao candidatos determinados requisitos para as funções a recrutar. Sejam habilitações superiores ou técnicas, é necessário que os trabalhadores estejam bem preparados para desempenharem as tarefas que a empresa que os contrata necessita.

Geralmente é nas actividades mais técnicas (que são também aquelas que mais procuram trabalhadores temporários), que a necessidade de dar formação aos profissionais temporários mais se faz sentir. Para Nuno Gameiro, director do departamento de Outsourcing e de Trabalho Temporário da Multipessoal, empresa na área dos recursos humanos, “é difícil vender formação ao cliente. Os empresários por vezes não querem assumir essa tarefa”.

É por isso que a Multipessoal assume essa responsabilidade, sempre que os clientes a solicitam. “Também existe o caso de serem as empresas que recrutam a darem essa formação, geralmente os clientes que gerem «call centers» gostam de dar a formação aos trabalhadores. Mas também assumimos esse compromisso quando nos é exigido a nós”, refere Nuno Gameiro. Na realidade, é nas actividades mais específicas e em áreas mais técnicas que a formação é mais necessária.

O responsável refere o mercado da indústria, onde por vezes as pessoas precisam de formação prévia. Mas não deixa de lado a área administrativa. “Quando temos clientes habituais conseguimos antecipar e dar a formação que é exigida para os cargos que os candidatos vão desempenhar. Quando surgem clientes de repente e a necessitarem de profissionais com formação numa área mais específica tentamos também resolver a situação com acções de formação rápida”, salienta o director da Multipessoal.

Para este responsável os pedidos para cargos em TT são divididos em habilitações superiores e técnicas. Mas para qualquer dos dois casos pode ser necessário de proceder a uma formação mais específica para determinada função. “A formação é essencial para o trabalho temporário. O que acontece é que muitos empresários não querem investir nessa área mas depois querem ter pessoas capazes para os cargos”, explica o especialista que considera que “ainda estamos muito longe de cumprir os requisitos mínimos em relação à formação. Não devemos encará-la como um problema ou uma carga de trabalho mas sim como uma mais-valia”.

Assim, na procura de soluções que vão ao encontro das necessidades dos seus clientes no que respeita à formação dos seus colaboradores, a Multipessoal dispõe de programas pré-definidos calendarizados com formação inter-empresas, bem como se disponibiliza para a elaboração de programas à medida — formação intra-empresas.

Também Amândio da Fonseca, administrador da Egor, empresa na área dos recursos humanos, refere que é dada formação ao trabalhador temporário quando o cliente exige. “Na prática, a maioria dos trabalhadores que nos são pedidos já têm. Mas no que respeita ao «outsourcing» em que o funcionário é gerido por nós, então nós damos a formação que geralmente é realizada em conjugação com a empresa que nos solicita”, explica o responsável. Por definição a maioria das empresas que procuram trabalhadores por períodos temporários são técnicos, “também temos pedidos para quadros superiores, mas é em número inferior. Os mais pedidos são para funções operativas, tais como administrativos, para a indústria, etc.”, salienta o responsável.

Mas quando é necessária formação a Egor assegura-a, sempre que é exigida. “Por isso temos permanentemente acções de formação contínua, porque ela é fundamental. Só assim podemos medir a qualidade dos nossos serviços e temos todo o interesse em dar formação”, conclui Amândio da Fonseca.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ARQUITETO GRÂNDOLA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER BEJA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER PORTALEGRE

Michael Page Portugal