Notícias

FAME promove empreendedorismo feminino

FAME promove empreendedorismo feminino

Está de regresso o programa de apoio à iniciativa empresarial feminina. O FAME já ajudou mais de 60 mulheres a criar o seu auto-emprego.
27.05.2010 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Está prestes a arrancar, em Coimbra, mais uma edição do Programa FAME. Este projecto, dinamizado pelo Instituto para o Fomento e Desenvolvimento do Empreendedorismo em Portugal (IFDEP) em parceria com a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, visa apoiar as mulheres na criação de projectos empresariais próprios, através de um programa estruturado composto por formação em sala, consultoria e prémio financeiro. As candidaturas estão a decorrer.

Tem como objectivo basilar sensibilizar e apoiar o público feminino na criação do seu próprio negócio mas o FAME vai muito além disto. Composto por duas fases distintas (formação em sala, nas valências de gestão e organização empresarial, e consultoria tendo em vista a consolidação do negócio), este projecto abrangeu no ano passado, em todo o país, cerca de 250 participantes, tendo apoiado mais de 60 mulheres nos seus projectos empresariais.

Mulheres empregadas ou desempregadas que queiram integrar o mercado de trabalho, pela via da criação do seu auto-emprego, são o público-alvo deste programa. A organização faz saber que dá “preferência a formandas que possuam projectos de criação de empresas já delineados, em áreas tendencialmente ligadas ao conhecimento científico ou tecnológico, ou em sectores onde as mulheres se encontrem ainda sub-representadas”. As formandas deverão vir a assumir papéis de gerência no novo negócio a criar.

Entre os objectivos do FAME afiguram-se o fomento ao empreendedorismo feminino, contribuindo para uma participação mais equilibrada e harmoniosa da mulher na sociedade portuguesa, reforçando ainda a qualidade da sua participação no mercado laboral. Mas o programa tem ainda outras metas. O estímulo à intervenção das mulheres na área da alta tecnologia e da economia e a criação de uma rede de informação e cooperação de suporte ao empreendedorismo, estão na mira do IFDEP ao materializar este projecto.

Segundo Miguel Carreto, vice-presidente do IFDEP, “no âmbito do programa FAME, além do apoio à criação de empresas, será igualmente constituída uma rede transversal de informação que pretende apoiar todas as envolvidas, assumindo-se como uma plataforma de comunicação e troca de ideias e experiências entre os diferentes agentes envolvidos”. As candidaturas decorrem em www.ifdep.pt .



OUTRAS NOTÍCIAS
Temporários à conquista do mercado

Temporários à conquista do mercado


A actividade privada de emprego em Portugal ultrapassou em 2008 a fasquia dos 1,2 milhões de euros. À luz dos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), o mercado est&aacut...

Jovens elevam qualidade dos serviços

Jovens elevam qualidade dos serviços


Nunca como hoje existiram tantos licenciados e jovens universitários a trabalhar em regime de trabalho temporário (TT). Com o aumento do desemprego – neste momento existem mais de 44 mil...

Um aliado para as empresas

Um aliado para as empresas


Se houve mudança que a crise gerou no universo do trabalho temporário (TT) em Portugal, foi o facto de ter introduzido no esquema habitual do emprego eventual e temporário perfis ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


BIM MANAGER

Michael Page Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal