Notícias

Empreendedores em formato alargado

Está já em marcha a edição 2008 da Feira do Empreendedor, desta vez em versão alargada. O certame que há anos leva à Invicta todos os que procuram oportunidades e dicas para criar um negócio próprio vai este ano dar também ‘uma mãozinha’ aos que procuram emprego por conta de outrém
18.09.2008


  PARTILHAR



Cátia Mateus
Dois mil metros quadrados de área de exposição e 108 «stands» são um bom aliciante para quem pensa em ideias de negócio, mas este ano a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) decidiu que na Feira do Empreendedor há também espaço para quem quer trabalhar por conta de outrem. Porque é de integração laboral que se fala, e empreender há muito que não se resume a criar empresas, o mês de Novembro volta a ser, no edifício da Alfândega do Porto, o mês de todas as oportunidades não apenas para quem quer ser empresário mas, sobretudo, para quem vive conjugando diariamente o verbo realizar.

Já soma onze edições e este ano abraça o tema ‘Vontade de Vencer' que é afinal o que move quem não se acomoda e tem apego à expressão concretizar. O edifício da Alfândega será entre 13 e 15 de Novembro a cidade das oportunidades, mas também a cidade do emprego. E esta é afinal uma das grandes novidades do certame com a chancela da ANJE e do seu parceiro, o Instituto do Emprego e Formação Profissional (ANJE). “Há muito que o IEFP vinha lançando este desafio à ANJE que o abraçou também motivada pela ligação que mantém há muito com as várias instituições de ensino e pelo seu papel no fomento da postura empreendedora entre os estudantes”, explica José Fontes, coordenador da Academia de Empreendedores e porta-voz da ANJE para este certame anual.

Assim, além da tradicional área mais vocacionada para quem procura uma ideia para um negócio de sucesso, a Feira integra sessões de simulação de entrevistas de emprego. Especialmente vocacionada para jovens em busca de uma primeira experiência laboral, esta iniciativa pretende, segundo José Fontes, “recorrer a um ambiente de prática simulada onde dois profissionais especializados em recursos humanos vão apresentar a uma plateia de cerca de 150 jovens, vários cenários que podem surgir durante uma entrevista”.

Através de três destas sessões de simulação, “a ANJE quer ajudar os jovens que se preparam para abordar pela primeira vez o mercado de trabalho a prepararem-se para um momento que pode ser decisivo para o seu futuro profissional, estimulando assim o empreendedorismo junto de quem ambiciona seguir uma carreira por conta de outrem”, clarifica o porta-voz da associação.

Consciente de que por vezes não há uma segunda oportunidade para causar uma primeira boa impressão, os especialistas de RH convidados pela ANJE levarão a sua jovem plateia numa viagem pela proactividade, dinamismo, criatividade, empenho e persistência que são, afinal, atitudes que compõem um perfil empreendedor cada vez mais valorizado pelo mercado laboral que a entidade organizadora do evento quer “insuflar não apenas junto dos futuros e actuais empresários, mas também junto dos profissionais das mais diversas áreas de actividade”, enfatiza José Fontes.

A postura, o vestuário, a linguagem, as respostas ideais, bem como as informações a sobrevalorizar e as referências a destacar são algumas das dicas que estas sessões vão abordar. ‘Como conquistar um Emprego de Sonho' é, pois, o mote daquela que será afinal uma das primeira novidades do certame que este ano tem entrada interdita a menores de 17 anos. Uma opção que José Fontes explica com a necessidade crescente de especialização deste certame no qual são esperados cerca de 20 mil visitantes.

Loja do empreendedor

E se na última edição o espaço de expositores esgotou bem antes da data do evento, esta ameaça não lhe ficar atrás. Há mesmo quem diga em tom de brincadeira que o evento já é tradição na cidade, como o S. João. Com menos densidade, é um facto, a verdade é que à sua maneira a Alfândega transforma-se em cidade para acolher potenciais empreendedores e curiosos. Este ano não é excepção.

Além da vertente de emprego o certame mantém os seus moldes quase habituais. Quase, porque segundo José Fontes há ainda outra novidade a assinalar. “A ANJE terá no local um protótipo real da sua Loja do Empreendedor uma marca que registou, semelhante ao conceito de loja do cidadão, com quatro balcões de atendimento distintos: um para empresários, outro para empreendedores, outro para emprego e um último dedicado a entidades que decidam desenvolver projectos de fomento ao empreendedorismo, possibilitando ao empreendedor tratar de forma centralizada de todas as questões ligadas à sua empresa”.

À margem desta inovação, o certame prossegue nos mesmos moldes da edição anterior, organizando-se na lógica espacial de uma cidade empresarial com quatro bairros temáticos: Oportunidades e Franchising; Criação e Gestão de Empresas; Formação, Emprego e Recursos Humanos, a que se junta ainda uma área de exposição multissectorial para apresentação de produtos ou serviços.

Consultoras, empresas de recursos humanos e formação profissional, instituições financeiras e bancárias, sociedades gestoras de fundos de capital de risco e garantia mútua, prestadores de serviços, fornecedores de equipamentos, TIC, franchisadores ou até órgãos de comunicação social, associações empresariais, operadores de telecomunicações ou institutos públicos de apoio à criação de empresas têm já presença assegurada no certame.

Contudo, a Feira do Empreendedor não estaria completa sem os habituais e concorridos ciclos de conferências. Nesta edição está prevista a intervenção de 21 painéis de especialistas sempre fiéis ao tema ‘O Essencial sobre Empreendedorismo, Inovação e Emprego'. Na mira do debate estarão questões como a criação, expansão e internacionalização de empresas, políticas de emprego, qualificação profissional e gestão de carreiras.

A edição 2008 não está concluída sem um «business meeting» que aposta na reunião informal entre os vários empresários presentes no evento. Uma forma de potenciar aquela que tem também sido uma bandeira da ANJE ao longo dos anos, o reconhecimento da importância do «networking» enquanto parceiro de negócio. O Porto volta assim a ser a cidade anfitriã dos empreendedores já em Novembro.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal