Notícias

Dois cursos para dominar a arte dos videojogos

Dois cursos para dominar a arte dos videojogos

A área dos videojogos é a nova aposta da academia de formação FLAG. A escola vai iniciar em maio deste ano dois novos cursos na área, Programação de Videojogos e Design de Videojogos.

08.01.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Foram desenvolvidos em parceria com empresas como a Nerd Monkeys, Battlesheep e Bica Studios, que dão cartas na área dos videojogos em Portugal, e contam com os seus fundadores entre o corpo docente. Os dois novos cursos da FLAG – Programação de Videojogos e Design de Videojogos – têm início marcado para maio deste ano e querem colocar os participantes a dominar todas as técnicas de programação, publicação e criação de arte bidimensional de videojogos.

Os cursos são extensos (de maio de 2016 a janeiro de 2017) mas, segundo a escola, “muito práticos e desenhados para preparar e qualificar todos os que estejam interessados em seguir uma profissão ligada ao desenvolvimento e design de videojogos em contexto 2D”, explica Gabriel Augusto, diretor-geral da FLAG. Nestes cursos a escola apostou numa forte articulação à prática do sector e a aproximação ao mercado de trabalho nesta área, através de parcerias com empresas no campo da formação, mas também fomentando um modelo de ensino assente no espírito colaborativo e do trabalho em equipa que promove a cooperação entre programadores e artistas.

Do corpo docente destes cursos fazem parte Filipe Duarte Pina, diretor da Neard Monkeys, Nélio Codices, fundador da Battlesheep e Nuno Folhadela, fundador da Bica Studios. Todos eles, especialistas reconhecidos na área, partilharão a sua experiência com os participantes, “através de uma formação prática, atual e adequada às reais necessidades do mercado”, esclarece a FLAG. Com 12 vagas para turma, os cursos têm uma duração entre as 288 e as 312 horas. No caso da Academia de Programação de Videojogos, o curso mais extenso, o programa integra temáticas como a iniciação à produção e gestão de videojogos, game design, programação avançada, arquitetura mobile e outras. Já na Academia de Design de Videojogos, os focos serão a arte conceptual, pixel art e paletes de cor, animação 2D e otimização de arte, entre outros.

A metodologia escolhida para o curso, eminentemente prática, possibilitará que no final da formação cada um dos participantes tenha o seu próprio portfólio. Segundo Gabriel Augusto, “durante o curso serão desenvolvidos e publicados três jogos de complexidades distintas e para diferentes plataformas – iOS, Android ou Windows Phone -, projetos estes que permitirão aos participantes das duas academias trabalhar em conjunto, simulando o real contexto de trabalho em equipa, cruzando a componente de design com a componente de programação”.

Para o diretor, as academias têm como objetivo “preparar profissionais especializados, com ou sem formação/ experiência prévia nesta área, para ingressarem no mercado nacional e internacional de videojogos 2D”. A nova oferta formativa da FLAG estará apenas disponível em Lisboa, as candidaturas decorrem até 14 de abril e o processo de seleção dos candidatos implica uma entrevista de aferição.



OUTRAS NOTÍCIAS
2016: quem vai contratar

2016: quem vai contratar


Cerca de 76% das empresas portuguesa inquiridas no estudo Workforce+Pay 2016, do Hay Group (a consultora de gestão do Grupo Korn Ferry), prevê realizar novas contratações em...

KIC InnoEnergy volta a apoiar projetos inovadores

KIC InnoEnergy volta a apoiar projetos inovadores


“Um sector de energia verdadeiramente sustentável necessita de novos produtos, novas soluções e novos serviços” e é à luz desta convicç&ati...

Centros de Serviços à procura de talento

Centros de Serviços à procura de talento


Portugal está na moda e na rota das multinacionais. Nos últimos anos, a economia nacional e o mercado de trabalho têm beneficiado da vaga de deslocalização de servi&c...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS



ÚLTIMAS FORMAÇÕES


MMOG/LE V 5

RH OPCO Academia