Notícias

Deteção do cancro vence prémio ANJE

Deteção do cancro vence prémio ANJE

Dos laboratórios universitários para o mercado empresarial, o kit de deteção de cancro Blue Stain, valeu a uma dupla de investigadores dos CESPU a distinção máxima do empreendedorismo nacional, atribuída pela ANJE. 

28.11.2014 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Um projeto académico de dois investigadores da Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU) é o grande vencedor da edição 2014 do Prémio Jovem Empreendedor, o galardão atribuído anualmente pela Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) como reconhecimento da excelência do empreendedorismo nacional e entregue esta semana, no Porto. Fernando Ferreira e Paula Melo, mentores da startup Targetalent, arrecadaram o título de empreendedores do ano com a solução Blue Stain, um kit de diagnóstico precoce do cancro que permite a colheita de células do corpo humano e a sua análise em escassos minutos. Os empreendedores já preparam novos voos.

O desenvolvimento de testes de diagnóstico que utilizam as células como meio biológico – mais concretamente uma tecnologia diferenciada de interface bio-digital que permite o diagnóstico rápido e em qualquer parte do mundo – é o core-business do projeto da Targetalent, a startup que é a “menina dos olhos” de Fernando Ferreira e Paula Melo. Ambos são investigadores do CESPU. Ele é doutorado em Ciências Morfológicas e soma duas licenciaturas (Anatomia Patológica e Medicina Dentária), ela é licenciada em Anatomia Patológica e doutoranda em Patologia e Genética Molecular. Uniram-se em torno de um projeto que viu a sua utilidade ao serviço da saúde ser agora reconhecida. A solução Blue Stain, já patenteada pela dupla de investigadores, apresenta-se sob a forma de um kit de diagnóstico precoce de cancro que permite a colheita de células do corpo humano e a sua rápida análise, através de um interface digital que, garantem os empreendedores, apresenta o resultado durante o tempo da consulta. O Blue Stain está sobretudo vocacionado para o diagnóstico do cancro oral, mas a equipa que alargar o seu leque de aplicação.

Imediata, não invasiva e indolor, a solução de acordo com os seus mentores pelo facto de ser um recurso médico eficiente, sem qualquer implicação logística. Cinquenta mil euros foi quanto a dupla investiu até agora na materialização do projeto que ganhou forma de empresa em 2012. Um valor que deverá continuar a aumentar nos próximos dois anos. O apoio da CESPU e da unidade de investigação em que estão integrados foi decisivo para alavancar a ideia. “A CESPU desde cedo entendeu o projeto e o seu alcance”, relembra Fernando Ferreira adiantando que “na fase inicial (seed capital) os custos foram suportados pela instituição” . Com uma formação de base centrada na anatomia patológica, a dupla de empreendedores não teve dificuldade em identificar a raiz do seu projeto. “Para nós esta área era óbvia porque concilia as componentes laboratorial e clínica. Eu como médico dentista, e imagino que todos os meus colegas, não encontro resposta para oferecer aos meus pacientes que não necessitam de uma biópsia mas para quem a simples observação clínica não é suficiente. Há aqui um vazio que nós conseguimos resolver com elevados padrões de qualidade e conforto para o paciente”, explica o mentor.

Com a alavanca da ANJE, Fernando e Paula conseguiram já identificar investidores interessados em viabilizar o financiamento necessário à evolução do seu projeto. Neste momento, explica Paulo Melo, “a equipa está focada na citologia oral e ginecológica, mas se tudo correr bem alargaremos o nosso teste a outras patologias, tendo sempre como pano de fundo o rastreio e o diagnóstico precoce do cancro”. Com três postos de trabalho criados até ao momento e um público-alvo centrado em “todos aqueles que em alguma altura necessitem de fazer um rastreio de cancro, através da citologias” – seja o objetivo identificar casos de patologia oral ou ginecológica  - a equipa quer crescer e nos próximos anos contratar nas áreas da qualidade, laboratorial e comercial. Objetivos que o prize money, no valor de 30 mil euros, alcançado com a distinção da ANJE, poderá ajudar a alcançar.

Numa edição onde a área da medicina esteve em destaque, a ANJE selecionou como finalistas outros projetos de peso e com potencial de expansão. Uma tecnologia que converte gestos em ações de controlo (o projeto Gesto), uma nova técnica de ensaios de tratamentos tumorais com base na utilização de ovos de galinha transplantados com amostras de tumores de doentes (a Expertus), um software para o planeamento 3D da cirurgia ortopédica (a PeekMed) e um sistema inteligente de monitorização de plantas (Coolfarm) foram as apostas da associação para a edição 2014 do Prémio Jovem Empreendedor. A inovação dos produtos e serviços, a viabilidade dos seus planos de negocio e a diferenciação global dos projetos ditaram a sua seleção.

BI EMPRESARIAL

Promotores:
Fernando Ferreira, 46 anos, doutorado em Ciências Morfológicas
Paula Melo, 29 anos, doutoranda em Patologia e Genética Molecular.

Área de atividade:
A Targetalent Lda nasceu com o objetivo de desenvolver soluções de diagnóstico de tipo “point of care”. O objetivo é simplificar os processos de diagnóstico mantendo o seu elevado padrão de qualidade. Atualmente a empresa está focada na área da citologia digital, em particular na citologia esfoliativa (brush cytology) e tem já registada a patente da solução Blue Stain, um kit de diagnóstico precoce de cancro que permite a colheita de células do corpo humano e a sua rápida análise.

Data de fundação:
2012

Investimento inicial:
A equipa investiu até agora cerca de 50 mil euros no seu projeto.

Público-alvo:
“Todos aqueles que necessitem de fazer um rastreio do cancro através da citologia”.

Empregos criados:
Três postos de trabalho.

Perspetivas futuras:
A equipa permanecerá em fase de investimento por mais dois anos e quer alargar o seu teste  - atualmente focado e citologia oral e ginecológica – a outras patologias. Entre as ambições dos empreendedores está também o reforço da sua equipa através de contratações para a área comercial, laboratorial e da qualidade.



OUTRAS NOTÍCIAS
O que procuram os portugueses no mercado global

O que procuram os portugueses no mercado global


Em Portugal, a percentagem de profissionais que não fecha as portas a uma oportunidade de trabalho além-fronteiras supera a média mundial. Ainda que um número significativo...

Prática assegura emprego

Prática assegura emprego


Há vários anos que Portugal procura replicar em solo nacional o modelo de formação profissional alemão que aproxima, desde o início da formação,...

Serviços partilhados criam emprego

Serviços partilhados criam emprego


Com uma localização privilegiada, recursos humanos qualificados e com bom domínio de idiomas estrangeiros, Portugal tem atraido um número crescente de projetos nacionais e ...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT BANKING SECTOR-PSA BANK

Spring Professional Portugal

ARCHITECT / PROJECT MANAGER

Michael Page Portugal

ASSISTANT ACCOUNTING CONTROLLER

Spring Professional Portugal