Notícias

Como recrutam os inovadores

Como recrutam os inovadores

A Thomson Reuters acaba de divulgar a lista anual das empresas mais inovadoras do mundo. Do ranking fazem parte várias multinacionais com operações em POrtugal e processos de recrutamento ativos. Mostramos-lhe como contratam e o que procuram.

27.11.2015 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Trinta e sete mil patentes tecnológicas e mais de vinte cinco mil colaboradores a trabalhar em área de Investigação e Desenvolvimento (I&D), fazem da Ericsson uma das 100 empresas mais inovadoras do mundo no ranking “Top 100 Global Innovators” da Thompson Reuters, onde fatores como o registo de patentes, a globalização e o número de referências aos projetos em desenvolvimento, servem de critérios para identificar quem são os responsáveis pela inovação mundial (ver ranking abaixo). A tecnológica tem presença em Portugal, mas à semelhança de outras organizações também listadas neste ranking de inovação, contrata a nível global. Uma tendência generalizada, num mundo cada vez mais global, e onde o talento e a inovação não conhecem barreiras geográficas.

?Identificar os setores mais inovadores do mundo não é difícil. David Brown, vice-presidente senior da Thompson Reuters IP & Science, resume-os a dez principais: químico, eletrónico e de componentes, automóvel, farmacêutico, tecnológico, produtos de consumo, produtos elétricos, industrial, telecomunicações e equipamentos e de investigação científica. Para o especialista, “a necessidade é a mãe da inovação, contudo, o caminho que separa uma ideia da sua concretização é longo e desafiante”. As empresas reconhecem este desafio e por isso, seja qual for o berço das empresas mais inovadoras do mundo - as japonesas e americanas estão em destaque -, quando o objetivo é identificar os melhores talentos que permitam transformar uma ideia numa produto real, não há horizontes geográficos.

“Todas as nossas vagas estão publicadas num site global acessível a qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo”, explica Rute Diniz, a responsável de Recursos Humanos da Ericsson. Um opção que está alinhada com a presença global da empresa, em 180 países, e a convicção de que “o talento existe em qualquer parte do mundo”. E se Rute Diniz reconhece que “para algumas vagas faz sentido contarmos com recursos locais, por questões de conhecimento do mercado e cultura, para outras, em especial para unidades de âmbito internacional, o local onde o colaborador é contratado ou a sua origem não têm impacto na função.

Na Ericsson Portugal entraram este ano 10 novos elementos e os processos de recrutamento ativos para Portugal estão orientados para o preenchimento de vagas nas áreas de OSS, BSS e Cloud. Há 1500 vagas ativas no site global da organização. Um número muito próximo ao registado nas plataformas globais de recrutamento das restantes empresas do ranking.

?Mas como pode um candidato ultrapassar com sucesso um processo de recrutamento global e entrar num destes gigantes da inovação? Álvaro Fernandéz, diretor geral da empresa de recrutamento PageGroup, fala em estratégia e preparação. As competências técnicas são, naturalmente, relevantes nestes processos, mas as comportamentais não são menos determinantes. “Os candidatos com conhecimentos profundos e especializados num nicho de mercado ou numa área pouco dominada pela maioria terão uma maior taxa de sucesso e estão em vantagem nestas empresas”, explica acrescentando que “a especialização é essencial para os profissionais do futuro, independentemente da sua área de formação e a aposta numa formação contínua e reciclagem de conhecimentos torna-se fundamental”.?Segundo o especialista, em Portugal há muitas oportunidades nas empresas mais inovadoras e o número de vagas tem aumentado nos últimos anos “não só nestas organizações como noutras mais tradicionais que estão a modernizar-se e procuram novos perfis 'out-of-the-box' que transformem os seus negócios clássicos em processos inovadores”.

Quer para as primeiras, quer para as segundas, quando a meta é contratar inovadores fatores como a polivalência, flexibilidade, criatividade, adaptação à mudança e capacidade de desempenho transversal (cada vez mais nas empresas o desempenho de funções é menos rígido) e o profundo conhecimento do mercado em que operam, são determinantes e exigências base para qualquer candidato. Depois, garante Álvaro Fernandéz, é só estar preparado para um processo de seleção minucioso, com várias etapas, muitas vezes fora dos conceitos tradicionais de recrutamento e sustentadas com ferramentas digitais e inovadoras. Porque afinal, é com inovação que se detetam os verdadeiros inovadores.

Os mais inovadores:

1 3M Company
2 Abbott Laroratoires
3 Advanced Micro devices
4 Air Products
5 Aisin Seiki
6 Alcatel-Lucent
7 Alstom
8 Amazon
9 Analog Devices
10 Apple
11 Arkema
12 Avago Technologies
13 BASF
14 Bayer
15 Becton Dickinson
16 Blackberry
17 Boehringer Ingelheim
18 Boeing
19 Bridgestone
20 Bristol-Myers Squibb
21 Canon
22 Casio Computer
23 Chevron
24 CNRS, The French National Center for Scientific Research
25 CEA, The French Alternative Energies and Atomic Energy Commision
26 Daikin Industries
27 Dow Chemical Company
28 DuPont
29 Emerson Electric
30 Ericsson
31 Exxon Mobil
32 Fraunhofer
33 Freescale Semiconductor
34 Fujifilm
35 Fijitsu
36 Furukawa Electric
37 General Electric
38 Google
39 Hitachi
40 Honda Motor
41 Honeywell International
42 Idemitsu Kosan
43 IFP Energies Nouvelles
44 Intel
45 InterDigital
46 Japan Science and Technology Agency
47 Johnson & Johnson
48 Johnson Controls
49 JTEKT
50 Kawasaki Heavy Industries
51 Kobe Steel
52 Komatsu
53 Kyocera
54 LG Electronics
55 Lockheed Martin
56 LSIS
57 Markita Corporation
58 Marvell
59 Media Tek
60 Medtronic
61 Micron
62 Microsoft
63 Mitsubishi Electric
64 Mitsubishi Heavy Industries
65 Mitsui Chemicals
66 NEK
67 Nike
68 Nippon Steel & Sumitomo Metals
69 Nissan Motor
70 Nitto Denko
71 Novartis
72 NTT
73 Olympus
74 Oracle
75 Panasonic
76 Philips
77 Qualcomm
78 Roche
79 Safran
80 Saint-Gobain
81 Samsung Electronics
82 Seagate
83 Seiko Epson
84 Shin-Etsu Chemical
85 Showa Denko
86 Solvay
87 Sony
88 Sumimoto Electrics
89 Symantec
90 TE Connectivity
91 Thales
92 Toray
93 Toshiba
94 Toyota Motor
95 Valeo
96 Xilinx
97 Yamaha
98 Yamaha Motor
99 YASKAWA Electric
100 YAZAKI




OUTRAS NOTÍCIAS
Santa Casa promove feira de emprego

Santa Casa promove feira de emprego


A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e Associação Salvador uniram-se para organizar, na próxima semana, em Lisboa, um encontro de recrutamento vocacionado para pro...

Para onde muda quem está no topo?

Para onde muda quem está no topo?


O que conta para si quando pondera uma candidatura a emprego ou uma mudança de carreira? Na escolha da sua próxima etapa profissional é mais relevante a reputação qu...

ISCTE apoia carreiras globais

ISCTE apoia carreiras globais


Estar munido de informação capaz de suportar uma decisão de internacionalização de carreira é tão relevante como estar bem preparado para uma experi&ec...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ACCOUNTANT

Kelly Services Portugal

ACCOUNTS RECEIVABLE

Michael Page Portugal