Notícias

1500 para 130 vagas na KPMG

Cerca de 1500 recém-licenciados candidataram-se à consultora KPMG, mas apenas 130 foram escolhidos
17.10.2008


  PARTILHAR



Marisa Antunes
A multinacional de consultoria KPMG & Associados aumentou este mês a sua equipa de colaboradores com mais 130 recém-licenciados para as áreas de auditoria, fiscalidade e «advisory».

Considerado o mais ambicioso plano de recrutamento de sempre da empresa, este reforço está integrado no plano estratégico da organização, que prevê nos próximos três anos passar dos actuais 700 trabalhadores para cerca de 1000, distribuídos pelos escritórios de Lisboa, Porto e Funchal.

Em declarações ao ExpressoEmprego, Sikander Sattar, responsável da consultora em Portugal, admitiu que este acréscimo de pessoal não é alheio à actual conjuntura económica que se vive em Portugal e no resto do mundo. “Considerando a actual crise financeira que estamos a atravessar, sentimos que a KPMG pode dar o apoio necessário para a reestruturação das empresas e na formulação dos seus planos estratégicos. A nossa empresa é multidisciplinar e daí a capacidade de manter não só as áreas de auditoria e fiscalidade mas também de desenvolver as outras áreas que são cíclicas”, realçou o responsável e sénior «partner» da KPMG.

O processo de selecção e recrutamento que resultou agora na contratação efectiva destes 130 «new joiners», iniciou-se em Janeiro deste ano. Nessa altura, a KPMG recebeu cerca de 1500 candidaturas de finalistas de Gestão, Economia, Direito, Engenharia e Informática de universidades-alvo.

“Escolhemos essencialmente licenciados da Nova, da Católica de Lisboa e do Porto, o ISCTE,o ISEG e a Faculdade de Economia do Porto”, especificou José Portugal, «partner» da KPMG na área de Auditoria e responsável pela área de Recursos Humanos.

Depois de várias etapas que incluíram testes de aptidão verbal e numérica, avaliação de competências numa prova de grupo e diversas entrevistas chegou-se a este grupo final.

Para a escolha, pesaram algumas características específicas, consideradas imprescindíveis para o trabalho na consultora. “Ter competência para trabalhar em equipa é fundamental. Além disso, procuramos pessoas dinâmicas, com ambição e que tenham vontade de investir na sua carreira e no seu desenvolvimento pessoal”, sublinha José Portugal.

Um desenvolvimento pessoal que deve ter uma abrangência que vá além do mercado nacional. Como realça Sikander Sattar, é ainda fundamental o contributo destes jovens para os centros de competências da KPMG, dando como exemplo um projecto ibero-americano, a decorrer e que envolve a transferência de conhecimentos entre centros da multinacional.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


COMERCIAL - CONSTRUÇÃO CIVIL - ZONA NORTE

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal

CONTABILISTA CERTIFICADO

Spring Professional Portugal