Notícias

"vamos recrutar 1400 engenheiros a nível global"

A multinacional alemã TÜV tem em marcha um mega processo internacional para a contratação de 1400 engenheiros que irão trabalhar em vários países. Portugal vai beneficiar deste projeto já que a sede nacional da empresa foi convidada a apresentar os seus candidatos à casa-mãe.
01.07.2011 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Cremilda Romão é o rosto da Direção de Recursos Humanos da TÜV Rheinland Portugal. Aos 47 anos a líder tem uma sólida carreira há muito consolidada no setor financeiro e da gestão. Os recursos humanos são recentes no seu percurso, mas não tem já dúvidas em referir que o momento mais penoso da sua carreira foi “ter de reestruturar um departamento, implicando a perda de postos de trabalho”. Dificuldades inerentes à prática da gestão de pessoas que são compensados com momentos melhores. Em Portugal a TÜV deverá contratar este ano apenas três reforços para a sua equipa, sobretudo na área técnica e de engenharia. Mas no plano internacional, a casa-mãe tem em marcha um plano de recrutamento de 1400 engenheiros, sobretudo na área eletrotécnica, do ambiente e dispositivos médicos. Boas notícias também para os profissionais portugueses já que, como refere a especialista, “todos os países, inclusive Portugal, estão convidados a selecionar candidatos que serão alocados a partir da Alemanha a países como a própria Alemanha, Holanda, Bélgica, Brasil e Ásia”. Oportunidades além-fronteiras, para gente com espírito empreendedor que estarão em aberto até 2013. Afinal, são esses que encontram lugar entre a equipa constituída por Cremilda Romão. Na TÜV Portugal trabalha atualmente uma equipa de 30 pessoas. “São maioritariamente perfis ligados à área da engenharia com uma média etária de 35 anos. 13 são mulheres e 17 são homens”, refere a diretora de RH da empresa que acabou de recrutar dois novos elementos para os seus quadros. No momento de contratar, a empresa privilegia o recrutamento interno e quando não há nisso viabilidade recorre ao mercado. “Há uma primeira fase de seleção com entrevistas para avaliar as competências pessoais e motivacionais, passando 3/4 dos selecionados para a fase de avaliação de competências técnicas. Ultrapassadas ambas as fases, convidamos os candidatos a fazerem uma apresentação entre si e das suas competências mediante um guião que lhes é fornecido com dados da empresa e da função a que se candidata, criando assim a possibilidade do candidato valorizar as suas competências num cenário real”, revela. Competência, responsabilidade, confiança, autonomia, capacidade de comunicação, segurança, orientação para a realização de compromissos, proatividade e vontade de vencer são as características que Cremilda Romão mais valoriza num candidato, no momento de recrutar. Ou não fosse o seu lema de vida “enfrentar cada desafio como uma conquista ganha” e o se grande propósito “manter o bom desempenho e os resultados da empresa, garantindo a estabilidade do quadro laboral da TÜV Portugal”. Cremilda Romão 47 anos Diretora de Recursos Humanos da TÜV Rheinland Portugal Formação: É licenciada em Organização e Gestão de Empresas. Percurso: Desenvolveu grande parte do seu percurso profissional na área financeira, como controller numa multinacional onde teve oportunidade de criar e gerir o departamento Financeiro e de Gestão de Crédito. Em 2009 integrou a equipa da TÜV Portugal e assume a responsabilidade da Direção Administrativa e Financeira. Passados dois anos assume, em acumulação de funções, a responsabilidade de Gestão de Pessoal e Recursos Humanos. Hóbis: Gosta de viajar e descobrir sítios e culturas. É praticante assídua de desporto. Lema de vida: “Enfrentar cada desafio como uma conqusita ganha” Príncipio de gestão diário: Trabalho em equipa, com partilha de objetivos claros e com responsabilização individual e coletiva dos resultados. O que valoriza num candidato: Competência, responsabilidade, confiança e autonomia.


OUTRAS NOTÍCIAS
Teleperformance reforça quadros

Teleperformance reforça quadros


A Teleperformance Portugal acaba de inaugurar um novo piso no centro de operações que já detinha no Call Center da Av. Infante Santo em Lisboa. Como resultado desta expansão e do crescimento do negóci...

Ecoeficiência: o negócio da poupança energética

Ecoeficiência: o negócio da poupança energética


Em 2006, um grupo de três jovens em fase final de licenciatura decidiu que o seu futuro não passaria por trabalhar por conta de outrem Determinados, empreendedores e com uma visão do mundo empresarial...

Estudar no estrangeiro abre portas

Estudar no estrangeiro abre portas


Segundo números do organismo americano Education USA no ano letivo de 2009/10 existiam 1015 estudantes portugueses neste país. Um número que cresceu 4,2% em relação a período homólogo. Ciente do inter...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ADVOGADO(A) PRIVATE CLIENTS

Michael Page Portugal

ANALISTA SAP - TORRES VEDRAS

Michael Page Portugal

AREA SALES MANAGER - PORTUGAL

Michael Page Portugal