Notícias

"Sou apaixonada pela criatividade"

30.01.2004


  PARTILHAR





Ruben Eiras

A PAIXÃO pelo acto de criar e o desbravar de novas fronteiras de conhecimento são os dois motes que norteiam a carreira de Isabel Figueira, que se autodenomina como gestora de projectos. Natural de Angola, aos 32 anos de idade largou Portugal e regressou às suas raízes, impelida pelas novas oportunidades que despontam naquele território africano e por um certo espírito de missão que costuma imprimir no seu trabalho.


Neste momento, desenvolve consultoria na implementação de projectos empresariais e públicos em Angola. Através da Soop Design, a sua empresa de gestão de projectos e de comunicação, está a apoiar a reintegração de quadros angolanos e a captação de investimento estrangeiro para projectos de formação profissional, de construção de escolas e de centros universitários.

O percurso profissional de Isabel Figueira é um espelho da sua fome de conhecimento. Com uma formação de base em Imagem da Escola de Artes Decorativas António Arroio, logo a seguir complementou-a com um curso de contabilidade no Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa.

A seguir, frequentou uma pós-graduação em marketing e mais tarde agarra as novas tecnologias com unhas e dentes, armando-se com competências em web design, gestão de negócios electrónicos e programação de bases de dados, para mencionar algumas.

"Sempre investi em várias frentes de formação, para expandir as fronteiras da minha criatividade", salienta. "E há uns anos, quando frequentei a faculdade, a oferta formativa também era muito mais limitada. Por isso, para me actualizar, foi necessário tirar vários cursos", acrescenta.

Dentro dos momentos mais marcantes da sua carreira, Isabel Figueira destaca a sua passagem pelas área de marketing e relações da Expo-98 "onde aprendi imenso sobre como funciona o público e a gestão de grandes eventos" e do Grupo Cofidis, onde foi directora do departamento de Marketing e Gestão Web.

"Trabalhar num grupo internacional é uma mais-valia crucial para o desenvolvimento da carreira, porque possibilita entrarmos em contacto com realidades empresariais mais avançadas do que a portuguesa", observa.

Mas além destas actividades laborais, Isabel Figueira deu azo à sua azáfama criativa em outros projectos de consultadoria paralelos de marketing, publicidade, formação e "e-learning". "Há que agarrar várias coisas ao mesmo tempo, porque se uma porta se fechar, a probabilidade de existir mais do que uma janela aberta é muito maior", considera.

E no meio desta intensa actividade profissional, Isabel Figueira ainda arranja espaço para o voluntariado, na Fundação da Criança, à qual está ligada desde 1995, quando foi responsável pelo departamento administrativo e financeiro.

Todavia, o tempo não estica e Isabel reconhece que para prosseguir a realização da sua veia criativa teve que abdicar da família. "Mas o trabalho que faço em Angola é muito recompensador, porque é um misto de actividade profissional, mas um forte sentido de voluntariado. É bom sentir que estou a utilizar as minhas competências na reconstrução do meu país", remata.

Bloco de Notas

PARA Isabel Figueira, o sucesso profissional alcança-se com a seguinte cartilha de princípios:

1. Frequente os cursos que vão ao encontro da sua vocação

2. Especialize-se em várias áreas, com pós-graduações e cursos de formação técnico-profissional

3. Acredite no seu projecto de carreira e aja para realizá-lo

4. Persiga o aperfeiçoamento contínuo

5. Saiba fazer "networking" - gestão de contactos - e invista na comunicação da sua imagem.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Arquiteto

Anónimo

Colaborador

Anónimo

Comercial / Diretor(a) Comercial

ERA BELÉM RESTELO & ERA ALCÂNTARA/AJUDA