Notícias

“As oportunidades existem e temos de batalhar por elas”

“As oportunidades existem e temos de batalhar por elas”

O nome Bel Portugal possivelmente não lhe faz “eco” enquanto empresa. Mas se lhe falarem de marcas como a Limiano ou a Terra Nostra, saberá do que se trata. Este aparente desconhecimento do mercado em relação produtora de queijo Bel, é um dos principais filtros utilizados pela diretora de Recursos Humanos, Emília Marreiros, no momento de selecionar o candidato certo para integrar a empresa.

12.06.2014 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



A Bel é um nome desconhecido do público em geral, mas pesquisando um pouco chega-se às nossas marcas, às fábricas, ao nosso negócio e à postura que temos no mercado. Quem chegar à entrevista sem saber um pouco mais mostra pouco interesse e alguma falta de critério a aceitar entrevistas”. É desta forma que Emília Marreiros, a diretora de Recursos Humanos da Bel Portugal, resume o principal crivo que aplica na empresa sempre que quer contratar um novo elemento para a sua equipa.

Com um universo de quase 600 colaboradores, a Bel Portugal integra uma equipa muito heterogénea que combina perfis com baixas qualificações académicas (nas fábricas) - que a empresa incentiva a continuar a estudar - e perfil mais qualificados em funções ligadas às áreas de questão, onde se incluem maioritariamente profissionais com formação em engenharia, gestão, mas também marketing e áreas financeiras. Segundo Emília Marreiros, a empresa integra anualmente cerca de dez novos colaboradores, mas “numa empresa da nossa dimensão podem sempre existir saídas ou necessidades adicionais”, esclarece. Este ano, dez profissionais já integraram a equipa.

Para carimbar o “passaporte” que dá acesso à empresa, a diretora de Recursos Humanos reconhece que é necessário ultrapassar um processo exigente de seleção onde a qualificação é valorizada, mas há outras caraterísticas que também pesam. “As competências técnicas são avaliadas pelos diretores das áreas respetivas. Eu estou focada nos comportamentos e nos valores”, explica Emília Marreiros adiantando que “a capacidade de trabalho em equipa e o espírito empreendedor são as características principais, às quais somo as competências de liderança positiva (importância do feedback e a vontade de desenvolver a equipa) ” são determinantes. Na essência, a diretora quer atrair para a sua equipa profissionais com espírito vencedor, competência técnica, capacidade de iniciativa e resiliência.

Emília Marreiros admite olhar para as escolas de referência no momento de contratar, mas reforça que apesar de serem, normalmente, um pronuncio de bom
recrutamento, a empresa não é restritiva nesta matéria. É o perfil do candidato e o seu posicionamento durante o processo de recrutamento que dita todas as decisões. Estar atento e ser ativo na procura de emprego e na abordagem às empresas, é para a diretora de RH a melhor estratégia para gerar oportunidades de carreira. Emília Marreiros relembra a necessidade de “ser flexível sem deixar de ser exigente e ser resiliente sem se deixar levar pelo pessimismo. As oportunidades existem e temos de batalhar por elas, independentemente da dureza das circunstâncias”.

Emília Marreiros
40 anos
Diretora de Recursos Humanos e Public Relations Manager da BEL Portugal

Formação
É licenciada em Gestão pelo ISCTE e pós-graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Católica Portuguesa.

Percurso
Iniciou a carreira na área de Vendas da Materfoods onde permaneceu por dois anos até integrar a equipa na Central de Cervejas, SA. No currículo integra também a Nobre onde exerceu funções de product manager, antes de entrar, em 2003, para a equipa da Fromageries BEL Portugal.

Princípio de Gestão
“São as pessoas que fazem a diferença em cada momento nas organizações. A sua capacidade de tomar decisões, correr riscos e tomar a iniciativa. Acredito na colaboração e comunicação como principais competências a todos os níveis das empresas”, enfatiza.

Competências que valoriza:
Capacidade de trabalho em equipa, espírito empreendedor e competências de liderança positiva.



OUTRAS NOTÍCIAS
Marketing Digital quer especialistas

Marketing Digital quer especialistas


As redes sociais são um canal de marketing relevante para uma percentagem muito expressiva de empresas portuguesa. Os dados do último Barómetro de Marketing Digital, realizado pel...

Fundação+Mais apoia negócios sociais

Fundação+Mais apoia negócios sociais


A plataforma não-governamental de apoio a projetos sociais, Fundação+Mais, tem ideias de negócio e os recursos que podem facilitar a sua concretização. Faltam...

Finanças e Marketing na NovaSBE

Finanças e Marketing na NovaSBE


Com uma clara orientação internacional, a Nova SBE quer continuar a atrair um número crescente de estudantes e estrangeiros. Para isso, a escola de formação executiv...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


.NET DEVELOPER - LISBOA

Kelly Services Portugal

ACCOUNTANT

Michael Page Portugal