Notícias

De Portugal a Singapura para formar executivos

De Portugal a Singapura para formar executivos

A Porto Business School e a IMD Business School uniram-se num projeto de formação executiva comum: o Orchestrating Winning Performance, um programa que promove formação de líderes em contextos  globais. A próxima edição arranca em Novembro e será repartida entre o Porto e Singapura.

20.08.2016 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR
LinkedIn Twitter Facebook Google+



O princípio que guia o novo curso de formação executiva da Porto Business School em parceria com o Institute for Management Development (IMD Business School) é simples: formar líderes globais, permitindo que eles possam – tendo em conta as suas preferências e ambições – desenhar o programa à sua medida combinando um conjunto de sessões. O Orchestrating Winning Performance conta com duas edições anuais, uma em Junho (na Suíça) e outra em Novembro, a próxima, a realizar entre o Porto e Singapura, com uma duração total de sete dias.

“Em termos práticos, o Orchestrating Winning Performance é um programa de desenvolvimento de líderes globais, com a duração de sete dias que funciona em regime de imersão e que decorre na Porto Business School e no campus do IMD em Singapura, e garante dupla certificação pelas duas escolas”, explica Patrícia Teixeira Lopes, associate Dean da Porto Business School. Os primeiros dois dias do curso decorrem na Porto Business School e os restantes cinco na Suíça ou em Singapura, consoante se trate da edição que decorre em Junho ou em Novembro.

O modelo do curso é comum: “uma abordagem muito focada no mundo real, assente em três conceitos-base: inovação, customização e networking”, realça Patrícia Teixeira Lopes. Por outras palavras, participantes têm a possibilidade de desenhar um programa à sua media, combinando um conjunto de sessões que vão desde a Liderança, Estratégia, Inovação, Digital à Competitividade e Empreendedorismo. “O programa vive de diferentes momentos - sessões plenárias, que se pretende que sejam momentos de reflexão, e que tocam temas como a Liderança, Globalização, Estratégia; sessões específicas (streams) onde são desenvolvidos de forma mais profunda dois temas escolhidos por cada participante em temas como a Transformação Digital, Family Business, Inovação, Governance ou outros, complementadas com atividades que promovem o bem-estar e equílibrio emocional como o mindfullness e sessões inspiradoras com oradores de renome mundial”, explica a associate Dean. O programa foi concebido a pensar em executivos com formação em gestão e experiência de direção que procurem atualizar conhecimentos e desenvolver uma visão global de modo a estar melhor preparados para enfrentar com sucesso os desafios atuais e futuros das suas organizações, potenciando bons resultados.

Ambiente multicultural
Uma dos pontos fortes deste modelo formativo é, segundo Patrícia Teixeira Lopes, o facto de reunir em campus cerca de 450 participantes de mais de 50 países. “O programa permite o desenvolvimento de líderes globais, o acesso ao que existe de mais recente em termos de gestão e de liderança, o aprofundamento dos temas mais relevantes para cada um dos participantes e o networking e troca de experiências”, explica.

O facto de funcionar em regime de imersão obriga, segundo a representante da Porto Business School, os participantes a sair do ritmo diário da empresa, possibilitando um maior envolvimento e entrega ao programa potenciando o impacto da sua participação. “O programa garante uma perspetiva global da gestão, permitindo o enriquecimento e a experiência multicultural dos alunos”, enfatiza Patrícia Teixeira Lopes. A associate Dean da Porto Business School relembra que este tipo de modelos formativos têm vindo a ganhar destaque entre as escolas de formação executiva globais, à medida que o nível de exigência dos alunos aumenta, valorizando “soluções personalizadas, alinhadas com as suas necessidades específicas”.



OUTRAS NOTÍCIAS
Como recruta um ‘unicórnio’

Como recruta um ‘unicórnio’


Para isso está a contratar perfis seniores e mais juniores, em várias áreas. Ana Sousa, diretora de Recursos Humanos da empresa, reconhece que o processo de recrutamento é ...

Seguros à procura de novos perfis profissionais

Seguros à procura de novos perfis profissionais


As seguradoras estão a recrutar fora do sector, procurando talento para funções não técnicas em novas áreas, nomeadamente nos campos da gestão e inova&...

IADE atribui bolsas? de mérito em 2016/17

IADE atribui bolsas? de mérito em 2016/17


O objetivo desta ação que vai vigorar no ano letivo 2016/17 é premiar o percurso académico dos alunos com melhores notas. Estas condições são aplicadas...



DEIXE O SEU COMENTÁRIO




ÚLTIMOS EMPREGOS


ASSISTENTE DE DIREÇÃO

Michael Page Portugal

BACK-END DEVELOPER

Spring Professional Portugal

BI MANAGER

Michael Page Portugal