Notícias

Vergonha da desqualificação

08.10.2004


  PARTILHAR




Vítor Andrade

COMO é possível que 46,9% das ofertas de emprego publicadas na nossa última edição ainda tenham sentido necessidade de frisar que pretendem candidatos com conhecimentos de informática?

Das duas uma: ou os empregadores deste país têm razões para desconfiar das aptidões que os candidatos dizem possuir (pois é difícil acreditar que algum candidato a um emprego minimamente qualificado não tenha já tido contacto com computadores, pelo menos na óptica do utilizador); ou os potenciais novos empregados continuam, de facto, muito distraídos e não se lembram que, nos dias que correm, não saber lidar com um computador é quase sinónimo de analfabetismo.

Seja qual for a explicação, isto não nos livra da vergonha da desqualificação da mão-de-obra que ousamos apresentar ao mercado.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ENGENHEIRO DE PROCESSO

Michael Page Portugal

GESTOR COMERCIAL - HORECA - COIMBRA

Spring Professional Portugal

GESTOR COMERCIAL - HORECA - COIMBRA

Spring Professional Portugal