Notícias

Verão que vai ser difícil

13.06.2003


  PARTILHAR




Vítor Andrade
vandrade@mail.expresso.pt

O FIM de mais um ano lectivo é também sinónimo de aumento de desemprego. É desagradável, mas é exactamente assim.

A partir do fim deste mês haverá seguramente mais alguns milhares de recém-licenciados em busca do seu primeiro emprego.

Como se isso não fosse tarefa já suficientemente ingrata, junta-se-lhe ainda o facto de nos encontrarmos no meio de uma grave crise económica, com a generalidade das empresas a reduzirem efectivos ou a não aceitarem novas contratações.

Para não ficarem sem nada para fazer, muitos recém-licenciados vão acabar por continuar a estudar em pós-graduações ou em mestrados. Uma espécie de manobra de diversão para enganar o fantasma do desemprego.

Perante a gravidade de uma situação assim, pouco mais resta do que apelar à capacidade empreendedora dos portugueses. A criação de riqueza é a nossa única saída.





DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


Diretor-Geral

FAROL ATT - Associação de Tratamento das Toxicodependências