Notícias

Unisys atrai 'gurus' das TI

Unisys atrai 'gurus' das TI

A Unisys deverá ainda este ano aumentar em 20% o número de profissionais que asseguram a atividade do Microsoft Competence Center que funciona a partir de Oeiras. A estrutura integra já mais de 100 profissionais especializados.

12.06.2014 | Por Cátia Mateus


  PARTILHAR



Nos últimos dez anos a Unisys tem realizado com a Microsoft um trabalho conjunto de parceria orientado para a pesquisa e desenvolvimento de soluções inovadoras, capazes de contribuir de forma ativa para uma maior eficácia e competitividades das organizações nacionais, mas também para gerar emprego. Foi com base nesta orientação que segundo Fernando Reino da Costa, Enterprise Services Director da Unisys, nasceu em 2013 o Microsoft Competence Center da Unisys. A estrutura suporta o desenvolvimento de negócios da empresa em áreas como Applications Managed Services, Unified Social Business and Enterprise Collaboration, Cloud Accelerate Services, Mobile Enterprise, Customer Interaction Solution, entre outras, e segundo o responsável tem contribuído para reter em Portugal talento altamente qualificado.

O centro que já superou a fasquia dos 100 colaboradores especializados cresceu sigificativamente durante o ano passado e deverá continuar a crescer até ao final deste ano. Fernando Reino da Costa confirma que “é expectável que consigamos fazer crescer a equipa em 2014, em mais de 20%, de acordo com objetivos conjuntos definidos” entre a Unisys e a Microsoft. A nível nacional a Unisys soma mais 150 profissionais na sua equipa e globalmente emprega mais de 23 mil profissionais altamente qualificados. “Em Portugal a Unisys recruta em média 25 profissionais para os diversos projetos. Um número que já aumentou em 2013 e que esperamos que continue a crescer”, enfatiza o Enterprise Services Director.

Com uma estratégia de recursos humanos focada na atracão, desenvolvimento e retenção de talento como forma de “criar valor nas soluções apresentadas aos clientes”, a Unisys privilegia, segundo Fernando Reino da Costa, profissionais com um perfil de excelência técnica e comportamental que podem ser recém-licenciados ou profissionais com experiência alargada. “Tradicionalmente, o perfil está associado a qualificação técnica forte com base em tecnologia Microsoft. A partir de um determinado nível de experiência, procuramos também competências de gestão de equipa e de projeto que tragam à equipa mais-valias do ponto de vista do management”, explica.

Para perfis mais jovens, a empresa tem estruturado um programa de acolhimento de estagiário, trabalhando em articulação com diversas universidades nacionais no sentido de promover o crescimento profissional dos seus alunos pela via da experiência. Nesta equação, o ensino profissional também não fica de fora. “Nos últimos anos temos criado oportunidades específicas de crescimento para alunos do ensino profissional especializado que, muitas vezes, continuam depois o seu processo de crescimento académico mas já com uma experiência on the job como grande mais-valia para o seu currículo”, explica Fernando Reino da Costa adiantando que os estágios promovidos pela empresa podem ter uma componente internacional enriquecedora, agora reforçada com o centro de competências Microsoft.

A carreira internacional é, de resto, como explica o direto uma das grandes bandeiras da Unisys. Na empresa, garante, todos estão automaticamente elegíveis para funções internacionais, com a possibilidade de mudar de vida para um contexto internacional ou de, mantendo-se em Portugal, assumir funções de abrangência internacional. Suíça. Bégica, Áustria e França são alguns dos países que já contam com elementos portugueses na sua equipa.



OUTRAS NOTÍCIAS
Empresas de elite na Gestão

Empresas de elite na Gestão


Nomes como a Google, L’Óreal, PwC, EY, Microsoft, Unilever, Nestlé, Deloitte, IKEA, adidas, IBM, Sony, Accenture, ou Heineken não lhe são, de certo, estranhos. Nem a ...

Teleperformance abre 600 vagas

Teleperformance abre 600 vagas


A multinacional Teleperformance vai recrutar até outubro 600 novos profissionais para os seus serviços em Portugal. Ainda este mês a empresa deverá recrutar 67 colaboradores...

Perfis à prova de idade

Perfis à prova de idade


A maioria dos profissionais seniores atribuem aos diretores de Recursos Humanos e aos técnicos de recrutamento a culpa do que dizem ser uma “discriminação pela idade”....



DEIXE O SEU COMENTÁRIO





ÚLTIMOS EMPREGOS


ARQUITETO GRÂNDOLA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER BEJA

Michael Page Portugal

ASSISTANT STORE MANAGER PORTALEGRE

Michael Page Portugal